Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
Polícia

Mais um é preso em Matinhos por realizar falsas vendas de imóveis

POLÍCIA CIVIL PRENDEU CONTADOR ENVOLVIDO

Agora Litoral
Uma operação de combate à “falsa venda” de imóveis no litoral, deflagrada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (6), prendeu um funcionário da Controladoria da Prefeitura de Matinhos e um contador – que chegou a ser candidato a deputado estadual. A dupla, junto com outros dois homens, é suspeita de utilizar documentos falsos dos reais proprietários de terrenos, com o intuito de enganar as vítimas que compravam os imóveis.

Marcelo Lima Ferreira, conhecido como “Marcelo Pirulito”, de 38 anos, é funcionário da Prefeitura, enquanto Amilton Antunes de Oliveira, de 53 anos, atua como contador e foi candidato a deputado estadual na última eleição pelo PTC, mas não foi eleito. Além da prisão preventiva, “Miltinho Contador” também será autuado em flagrante por falsificação de documento público, pois foram localizados vários documentos falsificados em sua casa, em Curitiba.

GOLPES
De acordo com a investigação, a quadrilha vendeu um imóvel localizado em Guaratuba para duas vítimas, pelo valor de R$ 160 mil, no dia 5 de novembro de 2018. Com o uso dos documentos falsos, os suspeitos conseguiram enganar, também, os funcionários do Cartório de Matinhos, que lavraram escritura pública de compra e venda do imóvel.  As vítimas descobriram o golpe e, no dia 2 de janeiro deste ano, registraram um Boletim de Ocorrência, dando início ao inquérito policial.

Mesmo já estando cientes das investigações, os suspeitos “venderam” novamente o mesmo terreno a outra vítima, desta vez pelo valor de R$ 265 mil, no dia 12 de fevereiro. A quadrilha conseguiu com que fosse lavrada outra escritura pública de compra e venda, desta vez no Cartório de Quitandinha.

A associação criminosa ainda é investigada sobre a autoria de outros crimes de estelionato, lavagem de dinheiro, receptação e furto de energia. Além da dupla presa, outros dois suspeitos, de 34 e 51 anos, seguem foragidos.

Marcelo Pirulito e Miltinho Contador foram presos

EXONERADO
Marcelo Lima Ferreira, o “Marcelo Pirulito”, foi exonerado nesta quarta-feira da função que exercia na Prefeitura de Matinhos. Em nota, o prefeito Ruy Hauer disse “não pactuar com desvio de conduta perpetrado no exercício das funções públicas.”

A Prefeitura de Matinhos instaurou Processo Administrativo para colaborar com as investigações da Polícia Civil.

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios