Ligue-se a nós

Utilidade Pública

Multivacinação beneficiará crianças com – de 9 anos

CAMPANHA INICIOU ESSA SEMANA E SEGUE ATÉ O DIA 22 DESTE MÊS

Publicado

no

Agora Litoral
O Departamento de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) decidiu que a campanha de multivacinação será voltada para crianças com idade inferior a 9 anos em Paranaguá. Isso porque iniciará no dia 20 deste mês a aplicação de doses contra a dengue, sendo necessário um intervalo de 30 dias entre uma dose e outra.

As doses da multivacinação, que seguirão até 22 de setembro, serão disponibilizadas para crianças e jovens acima de 9 anos após a campanha contra a dengue. Em outras cidades a campanha é para quem tem até 14 anos, 11 meses e 29 dias.

A decisão em Paranaguá de beneficiar somente essa faixa etária foi tomada em acordo com representantes das unidades básicas de saúde, durante reunião realizada na sede da Semsap. Para a aplicação da dose contra a dengue o público-alvo deve ter entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias.

“Estamos tomando esse cuidado porque é uma exigência para aplicação da vacina contra a dengue um intervalo de 30 dias. É importante os pais ficarem muito atentos a essa questão e não esquecerem de levar a carteirinha dos filhos quando forem a uma unidade de saúde”, orientou a chefe do Departamento de Epidemiologia, a enfermeira Isabelle Antoniacomi.

DOSES APLICADAS
Para as crianças com menos de 9 anos estão disponíveis nas unidades básicas de saúde as seguintes doses: BCG (tuberculose); Hepatite B; Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras doenças bacterianas); VIP (poliomelite injetável); VOPb (poliomielite oral); Rotavírus humano; Pneumocócica 10 valente (meningite, pneumonia, otite, sinusite e outras doenças bacterianas); Meningocócica C conjugada (meningite); Febre amarela; Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); Tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada); DTP (difteria, tétano e coqueluche); Hepatite A; Varicela.

Para os adolescentes: Hepatite B; Febre amarela; Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); dT (difteria e tétano); dTp acelular (difteria, tétano e coqueluche); Meningocócica C conjugada (meningite); HPV (papiloma vírus humano).

Anúncio
Clique para comentar

Deixe um comentário!

Utilidade Pública

Vacinação contra a gripe é prorrogada até 9 de junho

Crianças e gestantes são os que menos foram vacinados

Publicado

no

Por

Campanha de vacinação estava programada para acabar nesta sexta-feira (26). Foto: Venilton Küchler

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. Crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde e professores em atividade terão mais duas semanas para se vacinar.

O Estado do Paraná já vacinou 80% do público prioritário para a vacina. O percentual equivale a 2,4 milhões de doses aplicadas. A meta para este ano é chegar a, pelo menos, 90%. A maior preocupação é com as crianças e gestantes, que foram os que menos buscaram as unidades de saúde para serem vacinados. Os índices estão em 62% e 64%, respectivamente.

Nos sete municípios do litoral, Paranaguá é a cidade com o menor número de pessoas que procuraram os postos de vacinação. A campanha é promovida antes da chegada do inverno porque a vacina demora de 10 a 15 dias para garantir imunidade.

Do início do ano até a última sexta-feira (19), o Paraná registrou 66 casos de gripe com dois óbitos. A maior parte dos casos de gripe foi provocada pelo vírus Influenza A (H3) Sazonal, com 57 registros em 12 Regionais de Saúde. Também foram contabilizados oito casos de Influenza B e um caso de H1N1.

Continuar Lendo

Paranaguá

Dengue: Vacinação termina na sexta e não deve ser prorrogada

Campanha não mobilizou parnanguaras, apesar da epidemia de 2016

Publicado

no

Por

Apesar do apelo oficial, e da epidemia de 2016, parnanguaras não procuraram vacinar-se contra a doença

Paranaguá, PR
Agora Litoral

Não deve ser prorrogada a campanha para aplicação da segunda dose da vacina contra a dengue, que termina na próxima sexta-feira (31). A revelação é do secretário municipal de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira. Ele destacou que a adesão até agora foi baixa, mesmo com o grande esforço realizado.

Até às 18h de terça-feira foram imunizadas com a segunda dose 29.285 pessoas, com idade entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias. Isso representa um total de 53,12% do público alvo, que é de 55.120. Foram aplicadas mais 6.033 primeiras doses. O total de vacinados até agora é de 35.318, num universo de 91 mil.

“É lamentável que a procura esteja sendo tão baixa até agora. É quase certo que não será possível prorrogar a vacinação contra a dengue tendo em vista que em abril será iniciada a campanha contra a Influenza H1N1”, esclareceu o secretário.

A vacinação contra a dengue começou no dia 3 deste mês e, além de oferecer as doses nas unidades básicas, as equipes estão realizando ações também em escolas, empresas, supermercados e locais com grande circulação de pessoas e de difícil acesso, como ilhas e comunidades marítimas.

(Com informações da PMP)

Continuar Lendo

Utilidade Pública

Agora Litoral estreia nova identidade visual nesta segunda

Portal atingiu a marca de meio milhão de acessos nesta semana

Publicado

no

Por

Desenvolvimento: Completa Agência Design

Paranaguá, PR
Agora Litoral

Consolidando-se como um veículo de comunicação de reconhecimento e credibilidade, o Agora Litoral passa a usar sua nova identidade visual a partir desta segunda-feira (27). O projeto foi desenvolvido pela Completa Agência Design, de Paranaguá, e foi um presente ao site, que nesta semana atingiu o marco de meio milhão de acessos.

O Agora Litoral foi lançado em 09 de janeiro de 2017, como parte de um projeto de comunicação que tem como editor-chefe, o jornalista Claudino Nunes, que acumula passagens por grandes veículos de imprensa no país.

Com a proposta de informar com qualidade e responsabilidade, o Agora Litoral preza pelo jornalismo isento e verdadeiro. Em três meses apenas, o portal foi responsável por trazer à tona denúncias e reportagens que tiveram grande repercussão, e foram elogiadas por magistrados, autoridades, e figuras públicas locais.

O próximo passo agora é reforçar o nosso conteúdo e certificar aos nossos leitores, que diariamente, o Agora Litoral estará trabalhando para oferecer um veículo de comunicação online, gratuito e confiável.

Grandes novidades serão anunciadas em breve.

(Agradecimento: Completa Agência Design – 41 98534.2839)

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.