Ligue-se a nós

Paranaguá

Dengue: Vacinação termina na sexta e não deve ser prorrogada

Campanha não mobilizou parnanguaras, apesar da epidemia de 2016

Publicado

no

Apesar do apelo oficial, e da epidemia de 2016, parnanguaras não procuraram vacinar-se contra a doença

Paranaguá, PR
Agora Litoral

Não deve ser prorrogada a campanha para aplicação da segunda dose da vacina contra a dengue, que termina na próxima sexta-feira (31). A revelação é do secretário municipal de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira. Ele destacou que a adesão até agora foi baixa, mesmo com o grande esforço realizado.

Até às 18h de terça-feira foram imunizadas com a segunda dose 29.285 pessoas, com idade entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias. Isso representa um total de 53,12% do público alvo, que é de 55.120. Foram aplicadas mais 6.033 primeiras doses. O total de vacinados até agora é de 35.318, num universo de 91 mil.

“É lamentável que a procura esteja sendo tão baixa até agora. É quase certo que não será possível prorrogar a vacinação contra a dengue tendo em vista que em abril será iniciada a campanha contra a Influenza H1N1”, esclareceu o secretário.

A vacinação contra a dengue começou no dia 3 deste mês e, além de oferecer as doses nas unidades básicas, as equipes estão realizando ações também em escolas, empresas, supermercados e locais com grande circulação de pessoas e de difícil acesso, como ilhas e comunidades marítimas.

(Com informações da PMP)

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Câmeras registram furto em prédio residencial

Ladrão entrou na casa e levou notebook, tênis e dinheiro.

Publicado

no

Por

Uma ação criminosa foi registrada por câmeras de monitoramento na madrugada de domingo (24) em Paranaguá, no Litoral do Paraná.

Por volta de 5h20, um homem invadiu um prédio residencial localizado na Rua Padre Albino, no bairro Campo Grande.

Ele conseguiu passar pela cerca elétrica e entrar na residência, de onde furtou um notebook, com carregador e mouse, um par de tênis e dinheiro.

Caso reconheça o ladrão, denuncie para a Polícia Militar (190) ou para a Guarda Civil Municipal (153). Sua identidade será preservada.

Continuar Lendo

Paranaguá

PM salva idosos que estavam reféns de bandidos no Jardim Eldorado

Um homem de 38 anos foi preso e um menor de 17 apreendido.

Publicado

no

Por

Um homem foi preso e um menor apreendido pela Polícia Militar em Paranaguá, na madrugada desta segunda-feira (25).

Os dois mantinham três idosos reféns em uma residência no Jardim Eldorado.

Os policiais chegaram até o local após uma denúncia para o 190 e tiveram que entrar em luta corporal com os criminosos antes de detê-los.

Armados com facas e uma réplica de pistola, os bandidos estavam no interior da casa e haviam agredido e trancado os idosos em um dos quartos da moradia, enquanto surrupiavam dinheiro, joias e outros objetos.

Após consulta no sistema policial foi constatado que Michel Fernandes dos Santos, de 37 anos, possuía um mandado de prisão em aberto por furto simples e que o menor de 17 anos, que estava com o simulacro de pistola na cintura, possuía extenso histórico criminal.

Michel (arquivo AL)

Ambos foram encaminhados, junto com os objetos recuperados, para a Delegacia Cidadã para a elaboração do flagrante.
AGRESSÕES
Um dos idosos, proprietário da residência, chegou a ser agredido pelos dois. Eles queriam a todo custo que o homem dissesse onde estaria o cofre.

As outras vítimas, igualmente idosas, também passaram momentos de terror nas mãos dos bandidos.

Continuar Lendo

Paranaguá

Ação conjunta garante distribuição de cestas básicas para famílias insulanas

Trabalho beneficiou moradores das comunidades de Amparo, Eufrasina e Teixeira.

Publicado

no

Por

Um trabalho conjunto entre a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil e policiais militares da Patrulha Costeira do 9º BPM e Batalhão de Polícia Ambiental, garantiu, na última sexta-feira (22), a distribuição de 175 cestas básicas para moradores nas ilhas do litoral do Paraná.

Devido ao impacto da pandemia de coronavírus no turismo e na atividade comercial local, as famílias que moram em locais distantes viram suas fontes de renda diminuir drasticamente.

Segundo a PM, a ideia é proteger as comunidades tradicionais, auxiliando para que elas permaneçam reclusas em seu território.
De acordo com o aspirante a oficial Stelle, comandante da Patrulheira Costeira, é muito gratificante ajudar pessoas.

“Sinto cumprir com minha missão militar, que é salvaguardar os interesses da população e cooperar com o desenvolvimento e o bem-estar social”, ressalta o policial.

As cestas básicas foram entregues nas comunidades de Eufrasina (50), Amparo (100) e Teixeira (25).

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.