Ligue-se a nós

Utilidade Pública

Bombeiros realizarão capacitação para praticantes de Surf e SUP

Para esta temporada, a novidade é a edição do primeiro “SUP Salva”, que tem por base as mesmas doutrinas do “Surf Salva”

Publicado

no

ASSESSORIA

Durante os meses de janeiro e fevereiro, o Corpo de Bombeiros, através do 8º Grupamento de Bombeiros (8º GB), realizará curso de capacitação do projeto “Surf Salva”.

Esta é uma iniciativa já tradicional da corporação, que aproveita a temporada de verão para desenvolver nos surfistas locais conscientização dos riscos de afogamento, possibilitando que eles ajam em prol da segurança dos banhistas.

Desta forma, estes parceiros, que estão sempre na praia para praticar seu esporte, podem auxiliar nos trabalhos dos guarda-vidas e realizar os primeiros socorros caso seja necessário.

Para esta temporada, a novidade é a edição do primeiro “SUP Salva”, que tem por base as mesmas doutrinas do “Surf Salva”, com especialidade aos praticantes do SUP – sigla para Stand Up Padle, modalidade variante do surf, que vem crescendo em popularidade, na qual o praticante em pé, numa prancha, usa um remo para se mover através da água.

A previsão é de abertura de um total de 75 vagas para a capacitação num primeiro momento, divididas nos municípios de Guaratuba e Paranaguá (Continente e Ilha do Mel). A carga horária será de 24 horas-aula para cada turma, sendo as atividades diversificadas entre práticas e teóricas.

Dentre os temas que serão abordados estão a ambientação em meio líquido, resgate com pranchas, manobras de desobstrução de vias aéreas e reanimação cardiopulmonar.

Confira os detalhes de cada turma

Surf Salva – Ilha do Mel (25 vagas)

Data: de 18 a 20/01/2017
Hora: das 9h às 18h
Local: Praia de Nova Brasília, Ilha do Mel, Paranaguá – PR
Interessados enviar nome e telefone para 8gb-pgua@pm.pr.gov.br ou (41) 3423-1202 até o dia 13/01/2017.

Surf Salva – Guaratuba (25 vagas)
Data: de 25 a 27/01/2017
Hora: das 8h às 18h
Local: Centro de Treinamento Aquático de Guaratuba (PR)
Endereço: Rua Antônio Rocha, 595, Guaratuba – PR
Interessados enviar nome e telefone para 8gb-gtba@pm.pr.gov.br, até o dia 20/01/2017.

SUP Salva – Ilha da Cotinga – Paranaguá (25 vagas)
Data: de 1º a 03/02/2017
Hora: das 9h às 18h

Local: Subsede do Iate Clube de Paranaguá, Ilha do Cotinga, Paranaguá – PR
Ponto de Encontro: Centro Integrado de Operações Marítimas, Corpo de Bombeiros, seguindo a remo até a Ilha da Cotinga.

Endereço: Rua Benjamin Constant, Nº 504, Oceania, Paranaguá – PR
Interessados enviar nome e telefone para contato@parceirosdomar.org, facebook.com/SurfSeguro ou (41) 3082-3286, até o dia 27/01/2017.

O Projeto Surf Salva acontece no litoral do Paraná desde 2005, organizado pelo Corpo de Bombeiros e durante os anos teve a colaboração de vários parceiros, os quais divulgaram, investiram e acreditaram na iniciativa. Na edição de 2017 contará com o apoio da Organização Não Governamental Parceiros do Mar.

Deixe seu comentário!

Utilidade Pública

Multivacinação beneficiará crianças com – de 9 anos

CAMPANHA INICIOU ESSA SEMANA E SEGUE ATÉ O DIA 22 DESTE MÊS

Publicado

no

Por

Agora Litoral
O Departamento de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) decidiu que a campanha de multivacinação será voltada para crianças com idade inferior a 9 anos em Paranaguá. Isso porque iniciará no dia 20 deste mês a aplicação de doses contra a dengue, sendo necessário um intervalo de 30 dias entre uma dose e outra.

As doses da multivacinação, que seguirão até 22 de setembro, serão disponibilizadas para crianças e jovens acima de 9 anos após a campanha contra a dengue. Em outras cidades a campanha é para quem tem até 14 anos, 11 meses e 29 dias.

A decisão em Paranaguá de beneficiar somente essa faixa etária foi tomada em acordo com representantes das unidades básicas de saúde, durante reunião realizada na sede da Semsap. Para a aplicação da dose contra a dengue o público-alvo deve ter entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias.

“Estamos tomando esse cuidado porque é uma exigência para aplicação da vacina contra a dengue um intervalo de 30 dias. É importante os pais ficarem muito atentos a essa questão e não esquecerem de levar a carteirinha dos filhos quando forem a uma unidade de saúde”, orientou a chefe do Departamento de Epidemiologia, a enfermeira Isabelle Antoniacomi.

DOSES APLICADAS
Para as crianças com menos de 9 anos estão disponíveis nas unidades básicas de saúde as seguintes doses: BCG (tuberculose); Hepatite B; Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, meningite e outras doenças bacterianas); VIP (poliomelite injetável); VOPb (poliomielite oral); Rotavírus humano; Pneumocócica 10 valente (meningite, pneumonia, otite, sinusite e outras doenças bacterianas); Meningocócica C conjugada (meningite); Febre amarela; Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); Tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada); DTP (difteria, tétano e coqueluche); Hepatite A; Varicela.

Para os adolescentes: Hepatite B; Febre amarela; Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); dT (difteria e tétano); dTp acelular (difteria, tétano e coqueluche); Meningocócica C conjugada (meningite); HPV (papiloma vírus humano).

Continuar Lendo

Utilidade Pública

Vacinação contra a gripe é prorrogada até 9 de junho

Crianças e gestantes são os que menos foram vacinados

Publicado

no

Por

Campanha de vacinação estava programada para acabar nesta sexta-feira (26). Foto: Venilton Küchler

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. Crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde e professores em atividade terão mais duas semanas para se vacinar.

O Estado do Paraná já vacinou 80% do público prioritário para a vacina. O percentual equivale a 2,4 milhões de doses aplicadas. A meta para este ano é chegar a, pelo menos, 90%. A maior preocupação é com as crianças e gestantes, que foram os que menos buscaram as unidades de saúde para serem vacinados. Os índices estão em 62% e 64%, respectivamente.

Nos sete municípios do litoral, Paranaguá é a cidade com o menor número de pessoas que procuraram os postos de vacinação. A campanha é promovida antes da chegada do inverno porque a vacina demora de 10 a 15 dias para garantir imunidade.

Do início do ano até a última sexta-feira (19), o Paraná registrou 66 casos de gripe com dois óbitos. A maior parte dos casos de gripe foi provocada pelo vírus Influenza A (H3) Sazonal, com 57 registros em 12 Regionais de Saúde. Também foram contabilizados oito casos de Influenza B e um caso de H1N1.

Continuar Lendo

Paranaguá

Dengue: Vacinação termina na sexta e não deve ser prorrogada

Campanha não mobilizou parnanguaras, apesar da epidemia de 2016

Publicado

no

Por

Apesar do apelo oficial, e da epidemia de 2016, parnanguaras não procuraram vacinar-se contra a doença

Paranaguá, PR
Agora Litoral

Não deve ser prorrogada a campanha para aplicação da segunda dose da vacina contra a dengue, que termina na próxima sexta-feira (31). A revelação é do secretário municipal de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira. Ele destacou que a adesão até agora foi baixa, mesmo com o grande esforço realizado.

Até às 18h de terça-feira foram imunizadas com a segunda dose 29.285 pessoas, com idade entre 9 e 44 anos, 11 meses e 29 dias. Isso representa um total de 53,12% do público alvo, que é de 55.120. Foram aplicadas mais 6.033 primeiras doses. O total de vacinados até agora é de 35.318, num universo de 91 mil.

“É lamentável que a procura esteja sendo tão baixa até agora. É quase certo que não será possível prorrogar a vacinação contra a dengue tendo em vista que em abril será iniciada a campanha contra a Influenza H1N1”, esclareceu o secretário.

A vacinação contra a dengue começou no dia 3 deste mês e, além de oferecer as doses nas unidades básicas, as equipes estão realizando ações também em escolas, empresas, supermercados e locais com grande circulação de pessoas e de difícil acesso, como ilhas e comunidades marítimas.

(Com informações da PMP)

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.