Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Família cria ONG em homenagem a Isabelly

Modelo e youtuber Isabelly Cristine adorava cães

Banda B

Se estivesse viva, a youtuber Isabelly Cristine Santos completaria 15 anos no próximo domingo, 10 de junho. Para homenagear a adolescente e manter vivo o legado deixado por ela, a família vai inaugurar na data de aniversário, em Paranaguá, no litoral do estado, uma ONG de proteção aos cães de rua.

Isabelly foi morta após levar um tiro enquanto voltava de uma entrevista que tinha feito para o canal do Youtube, em 14 de fevereiro deste ano, no Carnaval. Na ocasião, os dois suspeitos do crime, os irmãos Cleverson e Éverton Vargas, foram presos. Eles devem passar por uma audiência em Pontal do Paraná no dia 10 de julho.

Quase quatro meses após a morte da jovem, a mãe, Rosania Domingos Santos, ainda convive com muita dor e espera por justiça. Para tentar aliviar o sofrimento, ela conseguiu viabilizar a criação da ONG, com o apoio de parcerias. “A prefeitura ajudou e em um mês nós conseguimos fazer tudo. Por isso, no domingo vamos inaugurar o Instituto Isabelly Cristine, com o objetivo de resgatar os cachorros de rua, os anjos de quatro patas, como ela os chamava. Esse era um dos seus maiores sonhos”, contou Rosania em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (4).

De acordo com ela, a filha era uma menina muito alegre, que, além de ajudar os outros, tinha muita vontade de viajar pelo Brasil. “A Isabelly faria 15 anos no dia 10 e a gente já estava planejando a comemoração. Ela sabia que não teríamos condições de fazer uma festa e ela nem fazia questão disso; queria mesmo era conhecer o Rio de Janeiro, o Beto Carrero… Ela já tinha até patrocínio para a viagem de aniversário”, completou.

Sem a filha, o que ficou agora foi a saudade e o sentimento de injustiça. “Vai fazer quatro meses da morte dela, mas para mim é como se fosse o primeiro dia. A dor não passa, o desespero aumenta. Eu ando perdida, não sei o que fazer”, afirmou. “Eu tenho outro filho, o Felipe, de 24 anos, que me dá forças para continuar. Ele e o meu marido. Nós somos uma família cheia de amor, assim como a Isabelly era, uma menina feliz, sem maldade. Eu não me conformo… Emagreci 15 quilos, não durmo à noite nem com calmante, a cena do crime não sai da minha cabeça. Ela morreu nos meus braços e eu não pude fazer nada”.

Diante de tudo isso, o que dá um pouco de conforto para o coração de Rosania é saber que Isabelly está viva em outras pessoas, já que ela foi doadora de órgãos. “Ela salvou vidas que estavam há muito tempo na fila de transplantes… A minha filha está vivendo em alguém, fazendo alguém sorrir. Isso me deixa mais aliviada, saber que ela deixou um legado bonito”.

O CRIME
No dia do crime, Isabelly tinha ido fazer uma entrevista com um MC para o canal no Youtube em Pontal do Paraná. Ela voltava para casa de carro com a mãe e outras duas pessoas quando o ocupante de outro veículo atirou, após uma suposta briga de trânsito.

“Eu não consigo entender isso, uma pessoa sair armada sem condições psicológicas, atirando sem necessidade. Nós nunca fomos uma ameaça para o atirador. Espero que a justiça seja feita, eles não podem ficar impunes, não há nada que justifique o que fizeram. Só agora que eu comecei a ver reportagens em que eles me pedem perdão, mas eu não vou perdoar, não agora. Isso talvez só será possível depois que eles passarem por um júri popular e pegarem pena máxima”, finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Paranaguá se despede de jovem youtuber assassinada

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios