Ligue-se a nós

Polícia

PM prende casal com 50 pedras de crack em Morretes

Foi segunda-feira à noite, na região da Colônia Marques.

Publicado

no

Um casal foi preso na noite de segunda-feira (6), acusado de envolvimento com o tráfico de drogas na cidade de Morretes, no Litoral do Paraná.

A ação da Polícia Militar ocorreu após denúncias repassadas anonimamente pelo telefone 190, informando sobre um veículo Fiat Palio, de cor branca, que estaria transportando drogas para a região do Porto de Cima.

Policiais militares da 4ª Companhia foram confirmar a denúncia e, durante as diligências, na área da Colônia Marques, visualizaram o carro suspeito transitando pela estrada e tentaram abordá-lo.

Percebendo a aproximação da viatura, a condutora do Palio, Marciana Pereira dos Santos, de 29 anos, fugiu em alta velocidade e acabou sendo acompanhada pelos policiais, que verificaram que no veículo também estava um homem.

A uma distância de dois quilômetros após o ponto de contato inicial, os policiais conseguiram abordar o veículo e, durante as buscas, os PMs localizaram, junto aos suspeitos e dentro do automóvel, R$ 1.850 e um invólucro plástico contendo 50 pedras de crack.

Indagado, o casal informou que o dinheiro era recurso proveniente de benefício social do Governo Federal e que eles desconheciam a existência de entorpecentes dentro do automóvel.
A PM informou que o homem, Marcelo Ribeiro dos Santos, de 44 anos, já é conhecido no meio policial por ter sido preso por tráfico de drogas e por ser alvo de várias denúncias no 181 (disque denúncia).

Marciana estava cumprindo regime de prisão domiciliar por ter sido presa pelo mesmo tipo de delito e utilizava, inclusive, tornozeleira eletrônica, sendo flagrada, desta vez, cometendo – além do crime de tráfico de drogas – descumprimento de medida judicial.

Em vista dos fatos, Marcelo e Marciana receberam voz de prisão e foram encaminhados, com a droga e o dinheiro, para a Delegacia de Polícia Civil de Morretes, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Deixe seu comentário!

Polícia

MATINHOS: Polícia Militar recupera cofre furtado de imobiliária e prende dois

Ação da PM foi na madrugada de sexta-feira (14).

Publicado

no

Por

A Polícia Militar recuperou um cofre que havia sido furtado de uma imobiliária em Matinhos, no Litoral do Paraná. O produto do furto estava em um automóvel abordado por uma equipe do 9º Batalhão no balneário Currais.

Na ação, ocorrida na madrugada de sexta-feira (14), dois homens foram presos.

Tudo começou quando uma equipe da PM desconfiou de um Chevrolet Corsa, de cor vermelha, placas de Paranaguá (ATQ-8135), que trafegava em alta velocidade pela Avenida Paranaguá e decidiu abordar o carro.

Ao sentir a aproximação da viatura policial o motorista do Corsa tentou fugir, inclusive trafegando pela contramão em algumas da cidade. Os militares realizaram um acompanhamento tático por cerca de 4 km.

A abordagem só ocorreu após um dos pneus do automóvel ter estourado, o que fez com que o motorista diminuísse a velocidade.

No Corsa estavam Dione Luiz Salgueiro dos Santos Junior, de 29 anos, e Glauber Ribeiro Balduíno, de 37 anos, ambos residentes em Paranaguá.

Em revista no veículo os policiais militares encontraram, no porta-malas, um cofre. Indagados, Dione e Glauber contaram que o cofre havia sido furtado de uma imobiliária em Betaras.
MAIS TRÊS ENVOLVIDOS – De acordo com o relatório policial, os dois homens contaram que outros três indivíduos também haviam participado do furto e que estariam em um automóvel Chevrolet Ágile, de cor prata, e que a intenção do bando era dividir o produto do furto em Paranaguá, onde o cofre seria aberto.

Com as informações repassadas pelos presos, a Polícia Militar fez patrulhamento para tentar encontrar o outro carro envolvido na ação criminosa, mas não teve êxito nas buscas.

Glauber Ribeiro Balduíno e Dione Luiz Salgueiro dos Santos Junior foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Matinhos onde ficaram à disposição da Justiça.

Continuar Lendo

Polícia

PARANAGUÁ: Dupla assalta caminhoneiro no bairro Industrial

Foi na madrugada de sexta-feira, na Conselheiro Correia.

Publicado

no

Por

A Polícia Militar atendeu mais uma ocorrência de roubo à mão armada em Paranaguá. Foi na madrugada de sexta-feira (14), na Rua Conselheiro Correia, bairro Industrial.

A solicitação foi feita por um caminhoneiro de 40 anos. Ele informou que foi assaltado por dois indivíduos, um deles portando um revólver.

Em suas declarações aos policiais, o motorista, morador em Paranaguá, relatou que foi rendido pelos bandidos em seu veículo e que eles subtraíram um telefone celular e a quantia de R$ 70, fugindo em seguida.

O caminhoneiro disse também que os ladrões agiram rapidamente. Ele passou as características dos assaltantes, informando que a arma do crime seria um revólver de cor preta.

Os policiais militares realizaram patrulhamento pela região, mas não localizaram os homens que teriam assaltado o motorista.

Continuar Lendo

Polícia

Rapaz preso com armas e drogas em Guaratuba também era estelionatário

PM descobriu que ele aplicava golpes em pessoas e instituições financeiras.

Publicado

no

Por

A prisão de um rapaz em Guaratuba, na noite de quinta-feira (13), revelou que ele, além de possuir armas de fogo, porções de maconha e uma planta da droga, também atuava como estelionatário.

Alef Caio Machado Melo, de 26 anos, foi flagrado por uma equipe da ROTAM fumando um cigarro de maconha em frente uma casa, na Avenida dos Guarás, no bairro Piçarras.

A abordagem dos policiais militares resultou na apreensão de um revólver calibre 38, que estava em sua cintura, e levou à descoberta de outros ilícitos.

GOLPES E TRÁFICO DE DROGAS
Durante as buscas pela casa de Alef, além de uma segunda arma de fogo encontrada, que também estava com a numeração apagada, os militares apreenderam um notebook, que o suspeito utilizava para a execução de crimes contra pessoas e instituições financeiras (através de golpes com FGTS), diversos chips para celular, dezenas de documentos registrados em diferentes nomes, R$ 3.311, máquinas para cartões de débito e crédito, um pé de maconha, além de 55 gramas do entorpecente divididos em 16 embalagens, prontos para a comercialização, e uma balança de precisão.
Aos militares, o rapaz disse que vendia a droga apenas para “conhecidos”, evitando assim chamar atenção das autoridades policiais para o tráfico de drogas. Com relação às armas, afirmou que eram para sua segurança pessoal.

Alef Caio Machado Melo, que já possui histórico criminal por tráfico de drogas, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil e autuado por tráfico de drogas, falsificação de documento particular, estelionato e porte ilegal de arma de fogo, ficando recolhido no setor de carceragem.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.