Ligue-se a nós

Notícias

Maior projeto de reurbanização no Litoral é finalizado pelo Governo do Paraná

Previsão de investimentos chega a R$ 483,1 milhões.

Publicado

no

O Governo do Estado finalizou os últimos detalhes para dar início ao maior projeto de reurbanização da história do Litoral do Paraná. Serão investidos R$ 483,1 milhões em duas etapas. O valor é 5,6% inferior ao orçamento inicial, de R$ 510 milhões.

A primeira fase está estimada em R$ 378 milhões e inclui, entre outras ações, a recuperação da Orla de Matinhos e o engordamento da faixa de areia. A segunda parte, de R$ 105,1 milhões, prevê a revitalização do Canal de Matinhos para evitar enchentes, pontes na PR-412, desapropriações e compensação ambiental, e tem previsão de começar logo na sequência.
A proposta foi apresentada pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e Turismo ao governador Carlos Massa Ratinho Junior na sexta-feira (31), por videoconferência. “Será um conjunto de obras importante e emblemático. Acreditamos muito neste projeto, que vai mudar a cara do Litoral. É a maior aposta de investimento do Estado”, destacou Ratinho Junior.

O governador ressaltou a necessidade de revitalização e modernização da região. “Nosso Litoral merece. Ficamos parados na década de 1980 e perdemos espaço para Santa Catarina. Vamos agora modernizar e entregar um Litoral melhor, mais bonito e sustentável”, acrescentou ele.

RECURSOS  Os recursos para a execução dos projetos virão do empréstimo de R$ 1,6 bilhão negociado pelo Estado junto ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. A operação, já autorizada pela Assembleia Legislativa, recebeu a chancela da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e aguarda o último parecer do Conselho Monetário Nacional (CMN).

De acordo com o governador, o empréstimo deve ser liberado na primeira quinzena de agosto e o início do processo de licitação da primeira deve ser iniciado em seguida. A programação financeira estipula ainda uma reserva de caixa de aproximadamente R$ 117 milhões que podem ser investidos em novos projetos para a região litorânea.

“Reservamos R$ 600 milhões do total de R$ 1,6 bilhão para investir no Litoral. A orla vai ficar mais bonita e atrativa. E os moradores ficarão livres das enchentes na porta de casa”, disse. “Serão licitações com toda a transparência e lisura, que preveem a participação de consórcios e grupos internacionais”, completou o secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes.

INTERVENÇÕES  As intervenções propostas consistem na colocação de estruturas semirrígidas implantadas no canal da Avenida Paraná, no desemboque do Rio Matinhos e em Saint Etienne, no espigão ao Norte da Praia Brava e nos headlands (estruturas de pedras para reter a areia) localizados nos balneários Saint Etienne e Riviera.

Saint Etienne ganhará um canal novo para ajudar na contenção das cheias, minimizando o impacto sobre o Rio Matinhos. Também está prevista a colocação de estrutura flexível por meio da reposição de areia (engordamento artificial) proveniente de jazida na plataforma submarina. Com isso, a orla passará a contar com 80 metros a 100 metros de areia. Atualmente, a área é de 20 metros a 40 metros.

O projeto de paisagismo contempla, ainda, novos quiosques, pistas de caminhada, ciclovias, sinalização, iluminação, passarelas e áreas de restinga. Serão cerca de 10 quilômetros entre a Avenida Paraná até a Avenida Beira-Mar, passando pelo Espigão da Praia Brava e a Rua das Sereias.

ENGORDA  O projeto de engordamento da praia prevê a utilização de 3 milhões de metros cúbicos de areia. Por causa da complexidade, será a última parte da primeira fase da obra. A estrutura será permanente, com capacidade para enfrentar ressacas, necessitando de manutenção a cada 10 anos.

Devido ao volume da intervenção e o peso do material que será transportado pelas ruas de Matinhos, o projeto contempla R$ 4,7 milhões para a recuperação das principais vias urbanas do município.

Da Agência Estadual de Notícias

Deixe seu comentário!

Notícias

Nota Paraná faz três novos milionários na região de Curitiba

Outros prêmios, de R$ 200 mil, saíram para Curitiba (2), Ponta Grossa (2), Palmas e Paranaguá.

Publicado

no

Por

Os ganhadores dos três prêmios de R$ 1 milhão sorteados pelo programa Nota Paraná nesta terça-feira (11) são da região de Curitiba: dois moram na própria capital e o terceiro em Pinhais, cidade vizinha, na Região Metropolitana.

Além do sorteio de agosto, foram realizados os referentes a junho e julho, que haviam sido adiados devido à suspensão da Loteria Federal por conta da pandemia.

Outros seis prêmios principais, de R$ 200 mil, saíram para os municípios de Curitiba (2), Ponta Grossa (2), Palmas e Paranaguá. Além desses, foram sorteados trezentos prêmios de R$ 10 mil e 120 mil prêmios de R$ 10.

Ainda nesta semana os vencedores serão notificados e terão os valores depositados nas contas-correntes cadastradas.

No total, foram sorteados R$ 15 milhões (R$ 8,4 milhões para cidadãos que colocaram o CPF na nota fiscal e R$ 6,6 milhões para instituições da sociedade civil sem fins lucrativos cadastradas no programa).

No caso das instituições, foram trinta prêmios de R$ 20 mil, e 60 mil prêmios de R$ 100.

INSTITUIÇÕES – Confira as instituições sorteadas com o prêmio de R$ 20 mil nesta terça-feira:

Sorteio 58:

1. Hospital Erasto Gaertner (Curitiba)

2. Instituto Jeferson Bizotto (Francisco Beltrão)

3. Associação Ministério Melhor Viver (Ponta Grossa)

4. Associação do Amigo animal (Curitiba)

5. Apae de Cascavel

6. Associação Zelar e Confiar – AZC (Almirante Tamandaré)

7. Universidade Livre paera a Eficiência Humana (Curitiba)

8. Caritas Socialis (Guarapuava)

9. Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam (Campo Mourão)

10. Apae de Nova América da Colina

Sorteio 60:

1. Uopeccan (Umuarama)

2. Associação Ruth Schrank (Curitiba)

3. Associação Defensora dos Animais de Londrina (ADA)

4. Casa Acolhedora Mãe e Senhora de Todos os Povos (Londrina)

5. Apae de Santo Antônio da Platina

6. Apae de Arapongas

7. Associação Judofoz (Foz do Iguaçu)

8. Apae de Congoinhas

9. Apae de Pinhal

10. Centro Lar São Francisco de Assis – Jandaia do Sul

Sorteio 62:

1. Apae União da Vitória

2. Assoc. Esquadrão da Vida – Ponta Grossa

3. Apae Campo do Tenente

4. Apae de Piraí do Sul

5. Apae de Araucária

6. Assoc. Hosp. Moacir Micheletto – Assis Chateaubriand

7. Apae de Quatiguá

8. Apae de Araucária

9. Lar S. Vicente de Paulo – Marilândia do Sul

10. Instituto Semeando a Paz.

Da Agência Estadual de Notícias
Continuar Lendo

Notícias

Litoral ultrapassa a marca de 4.000 infectados pelo novo coronavírus

Números foram atualizados após dias de instabilidade nos sistemas.

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná ultrapassou a marca de 4.000 infectados pelo novo coronavírus. A confirmação está no informe epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), após ter passado três dias sem atualizar os números do Paraná devido a erros no sistema de apuração.

Do total de diagnósticos positivos, mais de 56% deles já estariam recuperados, segundo a Secretaria de Saúde do Paraná.

Ainda de acordo com o boletim da Sesa divulgado na noite de terça-feira (11), o litoral paranaense registrou 92 óbitos (mais 5 ocorridos em Paranaguá de moradores em outras cidades e que foram contabilizados nos municípios de origem) em decorrência da Covid-19.

CASOS NO LITORAL – O Litoral do Paraná tem 4.067 casos confirmados: Paranaguá tem 2.680; Guaratuba 354; Pontal do Paraná 318; Morretes 269; Matinhos 240; Antonina 189; e Guaraqueçaba 17.

ÓBITOS NA REGIÃO – O total de mortes em consequência da Covid-19 no Litoral é de 92: são 58 em Paranaguá, 10 em Pontal do Paraná, 9 em Matinhos, 7 em Guaratuba, 4 em Antonina, 3 em Guaraqueçaba e 1 em Morretes.

Paraná soma 94.882 casos confirmados e 2.417 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde informou também, na terça-feira (11), que o Paraná chegou a 94.882 casos confirmados de Covid-19 e 2.417 mortes em consequência da infecção.

Após dias de instabilidade nos sistemas, a extração de dados relacionados à Covid-19 voltou a ser considerada segura e os números confiáveis.

Na terça-feira (11) foram confirmados mais 1.556 diagnósticos positivos e 47 óbitos pela doença.

Com a verificação dos dados retroativos, foram identificados erros nos números informados como casos de sábado, domingo e segunda-feira. Dessa forma é necessário o ajuste de casos nos três dias. Os números referentes aos pacientes que foram a óbito nas três datas estão corretos, conforme divulgados anteriormente.

No sábado (8) foram confirmados 2.228 diagnósticos positivos, ao invés de 2.340 diagnósticos positivos divulgados no texto de segunda-feira (10). Totalizando naquela data 90.123 casos e 2.292 óbitos.

No domingo (9) foram confirmados 1.739 diagnósticos positivos, ao invés de 1.547 diagnósticos positivos divulgados no texto de segunda-feira (10). Totalizando naquela data 91.842 casos e 2.318 óbitos.

Na segunda-feira (10) foram confirmados 1.483 diagnósticos positivos, ao invés de 1.338 diagnósticos positivos divulgados no texto de segunda-feira (10). Totalizando 93.325 casos e 2.370 óbitos.

INTERNADOS  1.088 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados nesta terça-feira: 839 estão em leitos SUS (402 em U.T.I. e 437 em leitos clínicos-enfermaria) e 249 em leitos da rede particular (103 em U.T.I. e 146 em leitos clínicos-enfermaria).

Há outros 1.125 pacientes internados: 499 em leitos U.T.I. e 626 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS  A secretaria estadual informou ainda a morte de 47 pacientes. Todos estavam internados. São 15 mulheres e 32 homens, com idades que variam de 44 a 93 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 2º e 11 de agosto.

Os pacientes residiam em: Curitiba (10), São José dos Pinhais (3), Almirante Tamandaré (2), Arapongas (2), Foz do Iguaçu (2), Imbituva (2), Jaguariaíva (2), Pinhais (2), Ponta Grossa (2) e um caso confirmado em cada município a seguir: Ampére, Bandeirantes, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Campo Mourão, Castro, Colombo, Faxinal, Fazenda Rio Grande, Iracema do Oeste, Ivaiporã, Matelândia, Palmeira, Palotina, Paranaguá, Pato Branco, Pinhão, Quatro Barras, Sengés e Tapejara.

FORA DO PARANÁ  O monitoramento da Sesa registra 1.061 casos de residentes de fora. Destes, 28 foram a óbito.

VEJA O BOLETIM DA SESA
Continuar Lendo

Notícias

Operação da PF investiga associação para o tráfico de drogas em Paranaguá

Investigados são suspeitos de terem participado da morte do GCM Barcellos

Publicado

no

Por

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (11/8) a Operação “Meus Inimigos” com o objetivo de investigar associação ao tráfico de drogas em Paranaguá.

Os investigados são suspeitos de terem participado da morte do Guarda Municipal Jeferson Barcellos de Oliveira, em 6 de maio deste ano.

RELEMBRE

Guarda Municipal é executado a tiros

Os federais cumpriram um mandado de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão, resultando na prisão de um suspeito e na apreensão de aparelhos telefônicos.

Outros três investigados, para os quais também havia mandados de prisão preventiva, não foram localizados e são considerados foragidos da Justiça. Os oito mandados judiciais foram expedidos pela 7ª Vara Federal de Curitiba/PR.

As investigações tiveram início após um flagrante com 12 presos ocorrido em abril passado. Entre os presos estava o GCM Barcellos, que foi morto logo depois por suposta subtração de mercadoria ilícita (droga) que fora atribuída a ele.

Agora Litoral registrou:

PM prende 12 com armas e lacres de contêineres; entre eles um GCM

MEUS INIMIGOS
O nome da operação diz respeito à referência que os investigados fizeram à Polícia Federal, como sendo a “inimiga”, ou seja, a instituição que poderia causar dificuldade ao grupo.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.