Ligue-se a nós

Notícias

Dengue: Paranaguá coloca 358 armadilhas para monitoramento do Aedes aegypti

Ação gera informações mais precisas sobre pontos com maior incidência do mosquito

Publicado

no

Através dos agentes de endemias, a Secretaria Municipal de Saúde de Paranaguá tem realizado ações durante todo o ano para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e outras doenças.

Projetos com empresas e imobiliárias, visitas nas comunidades marítimas, utilização de bomba costal, verificação em residências, terrenos baldios, comércios, entre outras medidas são tomadas em todas as estações do ano.

Na quinta-feira (15), uma ação de monitoramento foi iniciada com a colocação de 358 armadilhas em pontos estratégicos espalhados pela cidade.
As ovitrampas (pequenos baldes com palhetas de eucatex, água e larvicida biológico onde as fêmeas dos insetos depositam os seus ovos) são colocadas em residências, comércios e empresas com uma distância de 300 metros entre cada uma delas.

A ação conta com o apoio da 1ª Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Segurança por meio da Defesa Civil e Universidade Federal do Paraná (UFPR) e servirá para monitorar os locais com maior número de focos do Aedes aegypti.

Nos pontos são colocados os potinhos com “dois dedos” de água limpa e uma palheta para que as fêmeas do mosquito depositem seus ovos. Quatro dias após a colocação, a equipe retorna ao local e faz a coleta do material. Essas palhetas são direcionadas à UFPR que, por sua vez, identificará quais são os ovos do Aedes aegypti e de outras espécies de mosquitos.
Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a ação ocorrerá o ano inteiro e os dias para a colocação e retirada das ovitrampas já estão programados.

O município de Paranaguá já conta com um geoprocessamento e as armadilhas auxiliarão no “raio x” da dengue na cidade. Com essas informações ainda mais precisas, as equipes poderão realizar ações mais específicas de combate ao Aedes aegypti nos locais que apresentarem focos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Paraná soma 2 óbitos e 741 casos de dengue em dois meses de monitoramento

Deixe seu comentário!

Notícias

Saúde confirma mais um óbito pela Covid e 18 novos casos da infecção no Litoral

Cidades litorâneas somam 7.428 casos e 174 óbitos de moradores

Publicado

no

Por

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) confirmou, nesta terça-feira (20), mais um óbito em consequência da Covid-19 e 18 novos casos da infecção no Litoral do Paraná. Segundo o informe da Sesa, o óbito confirmado ocorreu em Paranaguá.

Os novos casos confirmados foram registrados em: Paranaguá (10); Guaratuba (4); Antonina (2); Morretes (1); e Matinhos (1).

Com essas novas confirmações o total de óbitos de moradores do Litoral chega a 174 e o total de casos a 7.428. Destes, 5.925 já estariam recuperados da doença.

Paraná soma 199.885 casos e 4.951 mortes pela infecção

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou também nesta terça-feira mais 1.230 casos confirmados e 62 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 199.785 casos e 4.951 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 715 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados nesta terça-feira (20). Há outros 871 pacientes internados que aguardam resultados de exames.

ÓBITOS – A secretaria estadual informou ainda a morte de mais 62 pacientes. Todos estavam internados. São 24 mulheres e 38 homens, com idades que variam de 34 a 94 anos. Os óbitos ocorreram entre 28 de junho e 19 de outubro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Londrina (9),Maringá (5), Piraquara (5), São José dos Pinhais (5), Cascavel (3), Colombo (3), Ponta Grossa (3), Campo Largo (2), Curitiba (2), Ibiporã (2) Marechal Cândido Rondon (2), Pinhais (2),

A Sesa confirmou um óbito em cada um dos seguintes municípios: Arapongas, Assaí, Cambé, Fazenda Rio Grande, Guarapuava, Ibaiti, Japira, Jataizinho, Joaquim Távora, Lapa, Marialva, Mariluz, Nova Aurora, Paranaguá, Porecatu, Quatro Barras, São Pedro do Iguaçu, Tijucas do Sul e Tuneiras do Oeste.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 2.092 casos de residentes de fora. Desse total, 48 foram a óbito.

CLIQUE AQUI e veja o informe da Sesa

Continuar Lendo

Notícias

PRF faz mega apreensão de drogas e munições de fuzil no Paraná

Operação foi na manhã desta terça-feira em Cascavel; dois homens foram presos.

Publicado

no

Por

A Policia Rodoviária Federal do Paraná (PRF) apreendeu na manhã desta terça-feira (20), em Cascavel, mais de uma tonelada de maconha, 36 quilos de skunk (variedades de Cannabis de odor mais forte e dotadas de maior concentração de substâncias psicoativas), 1.041 munições e um carregador de calibre 762.

Duas lunetas de precisão para armas de fogo também foram apreendidas.

O carregamento era transportado em dois veículos que viajavam juntos, de Foz do Iguaçu para Joinville (SC).

Por volta das 7 horas, uma equipe da PRF realizava patrulhamento pela BR-277, quando, na altura do trevo Cataratas, visualizaram dois veículos suspeitos. Uma equipe abordou um SUV Ford/Ecosport e uma outra equipe conseguiu abordar uma VW/Amarok mais a frente.

No Ecosport, os agentes apreenderam vários tabletes de maconha, que estavam no porta-malas, no banco traseiro e no banco dianteiro do passageiro, totalizando 448 quilos da droga.

Após inspeção no veículo, os policiais verificaram se tratar de um clone, sendo que o original havia sido roubado em Santa Catarina.

Na caminhonete, foram apreendidos 1.041 munições de fuzil calibre 762, duas lunetas de precisão, um carregador de fuzil 762, além de cerca de 603 quilos de maconha e 36 quilos de skunk.

Aos policiais, os dois motoristas disseram que pegaram os veículos carregados em Foz do Iguaçu e iriam para Joinville (SC), eles informaram que viajavam juntos e se comunicavam através de rádio comunicadores instalados nos veículos.

Os dois homens, de 24 e 25 anos, foram presos em flagrante.

Da Agência PRF
Continuar Lendo

Notícias

Algumas agências do INSS retomaram atendimento presencial no Paraná

32 unidades voltaram com as atividades na segunda-feira.

Publicado

no

Por

Algumas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) retomaram o atendimento presencial no Paraná na segunda-feira (19).

Foram 32 unidades: Lapa; Visconde de Guarapuava, Cândido Lopes e Hauer (Curitiba); Colombo, São José dos Pinhais; Paranaguá; Araucária; Palmas, Santo Antônio do Sudoeste; Quedas do Iguaçu; Cascavel, Medianeira, Marechal Cândido Rondon, Dois Vizinhos, São Miguel do Iguaçu, Ponta Grossa; Laranjeiras do Sul; São Mateus do Sul; Prudentópolis; Guarapuava; Irati; Castro; Palmeira; Londrina Shangrilá, Apucarana, Cambé, Jacarezinho, Cianorte, Paranavaí, Umuarama, Loanda e Maringá.

Todas essas unidades realizam serviços administrativos como: Avaliação Social, Justificação Administrativa, Reabilitação Profissional e Cumprimento de Exigência.

Até o final do mês, está prevista a reabertura de outras unidades do Estado.

PERÍCIAS MÉDICAS

São 14 as Agências da Previdência Social (APS), no Paraná, que estão realizando perícias médicas até esta segunda-feira. Segue abaixo o quadro atual.

Londrina Shangrilá – 48 perícias.

Apucarana – 60 perícias.

Jacarezinho – 12 péricias.

Visconde de Guarapuava (Curitiba) – 156 perícias.

Cândido Lopes (Curitiba) – 72 perícias.

Colombo – 12 perícias

São José dos Pinhais – 22 perícias.

Araucária – 23 perícias.

Paranaguá – 10 perícias.

Maringá – 84 perícias.

Cianorte – 12 perícias.

Ponta Grossa – 58 perícias, amanhã (9). Podem realizar até 96 perícias.

Cascavel – 84 perícias.

Medianeira – 24 péricias.

Além dessas unidades, estão habilitadas para realizar as perícias as unidades de Umuarama e Paranavaí. Porém, nessas agências os peritos médicos ainda não retornaram.

Da Banda B
Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.