Ligue-se a nós

Notícias

Empresas ‘amigas’ teriam fraudado Pregão da Prefeitura de Paranaguá

Preços teriam sido superfaturados para eliminar concorrência

Publicado

no

EXCLUSIVO
Agora Litoral                    ATUALIZADA EM 23/06/2017

A denúncia é grave. O Pregão Presencial 003/2017, realizado nesta quinta-feira (23) pela Prefeitura de Paranaguá teria sido um jogo de cartas marcadas por três empresas. O Termo de Referência do Pregão estaria com um superfaturamento entre 30 e 31%.

A Drial, empresa que mais lotes arrematou (cinco dos dez lotes), estaria mancomunada com outras duas (Centro Eventos Morro do Cristo e NRX) para “fazer bonito” e arrematar os lotes preferidos com uma diferença justamente entre 30 e 31%.

Essas três empresas teriam sido responsáveis por cotar os preços que foram para o edital. Segundo denúncia encaminhada ao Agora Litoral, os preços foram superfaturados no início e arrematados depois tirando a “gordura” adicionada.

“Uma espécie de engana bobo”, desabafou um dos participantes, descontente com a forma com que se desenrolou o Pregão Presencial. “Os preços que foram para o edital estão muito acima do valor de mercado e quem sabia disso obteve vantagem”, afirmou.

Para se ter uma ideia, o Lote 10 (locação de mesas e cadeiras) arrematado pela Drial servirá, segundo o cronograma de eventos do município, para um total de 92.240 diárias de cadeiras e 18.560 diárias de mesas.

Pelo cronograma, o máximo que terá desses jogos é de 600. O preço de mercado em Curitiba custa em média R$ 147,00. Para comprar esses 600 jogos custaria (600xR$147,00) R$ 88.200,00. A Drial arrematou por R$ 195.750,00.

Vai locar para a Prefeitura por quase duas vezes e meia do valor que a Prefeitura gastaria se comprasse o material.

ESQUEMA

Ainda de acordo com a denúncia, a Drial e as empresas “amigas” vieram com as propostas parecidas no envelope e abaixo de todas as outras para poder eliminá-las da fase de lances.

A Centro Eventos e a NRX não levaram lotes, mas só as três participavam e baixavam o preço de R$ 50 em R$ 50 até declinarem e a Drial ficar como vencedora.

Coincidentemente, a Drial arrematou sempre com valores entre 30 e 31% menores que os valores cotados por ela e pelas outras duas amigas para o edital.

Tudo leva a crer que houve superfaturamento na cotação inicial para que fosse queimada “gordura” e ficasse no preço real.

A denúncia não englobou nenhum membro da Administração Municipal no suposto esquema fraudulento.

INDÍCIOS

A Lei de licitações, no Pregão, limita em três a participação de empresas para a disputa de lances, desde que se enquadre em até 10% da menor proposta apresentada.

Sendo assim, há indícios fortes de que uma empresa cota para o edital com mais três empresas “amigas” com preço superior ao praticado no mercado em cerca de 40%.

Na licitação, apresenta propostas junto com as empresas “amigas” para fechar os três, com cerca de 30% de desconto sobre o valor do edital com “gordura”.

Dessa forma, elimina as demais concorrentes, que, corretamente, apresentam preços pouco abaixo do edital tentando baixar o preço aos poucos. Uma concorrência desleal.

AS VENCEDORAS DO PREGÃO 003/17

DRIAL – lote 01 (palco); lote 04 (pirâmides); lote 05 (grades); lote 07 (arquibancadas); lote 10 (mesas e cadeiras). Total: R$ 2.875.700,00 (dois milhões, oitocentos e setenta e cinco mil e setecentos reais)

ÁUDIO TÉCNICA – lote 02 (sonorização). Total: R$ 1.004.000,00 (um milhão e quatro mil reais) – 7% menor que as cotações da licitação.

ÁUDIO TÉCNICA EVENTOS – lote 03 (trio elétrico). Total: R$ 97.000,00 (noventa e sete mil reais) – 0,5% a menos que a cotação do edital.

ÁGUIA PARTICIPAÇÕES – lote 06 (piso). Total: R$ 475.000,00 (quatrocentos e setenta e cinco mil reais) – 31% menos que a cotação prevista no edital.

EFICAZ – lote 08 (gerador). Total: R$ 64.950,00 (sessenta e quatro mil, novecentos e cinquenta reais) – cerca de 18% a menos que o licitado para o edital.

ALIANÇA – lote 09 (banheiros químicos). Total: R$ 287.446,00 (duzentos e oitenta e sete mil, quatrocentos e quarenta e seis reais) – 1% a menos que o valor cotado para o edital.

A soma total do Pregão Presencial 003/17 é de R$ 4.804.096,00 (quatro milhões, oitocentos e quatro mil e noventa e seis reais). Uma “economia” de 25% do previsto (R$ 6.405.465,80)

Tendo em vista a denúncia encaminhada ao Agora Litoral, os valores e o interesse público, provavelmente o Pregão Presencial 003/17 seja alvo de investigação do Ministério Público do Paraná e de fiscalização da Câmara Municipal de Vereadores.

Edital do Pregão Presencial 003/17 publicado no Diário do Comércio

LEIA TAMBÉM

Pregão das festas populares na mira do MP de Paranaguá

Deixe seu comentário!

Notícias

Mulher morre após perder a direção de carro e cair num canal em Matinhos

Acidente ocorreu na madrugada desta sexta-feira (30)

Publicado

no

Por

Uma mulher morreu após perder a direção do carro que dirigia, um Jeep Compass, e cair num canal na Avenida JK em Matinhos, no Litoral do Paraná. O acidente ocorreu na madrugada desta sexta-feira (30).

Um morador de rua, que teria testemunhado o acidente, disse à Polícia Militar que o veículo, que transitava sentido Matinhos, acabou caindo no canal, próximo ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes.

O carro ficou meio submerso na água do canal com as rodas para cima.
Motorista morreu no local
A motorista, Marina Annes Pellanda, de 60 anos, que residia em Curitiba, morreu no local. A filha dela, que viajava no banco do passageiro, não teve ferimentos graves.

Ainda é desconhecido o motivo para a motorista perder a direção do Jeep. Acredita-se que, devido às chuvas que caíram no município, o carro possa ter aquaplanado (os pneus tenham perdido o contato com o asfalto ao passar sobre uma fina camada de água).

Marina (foto do facebook) morreu no local

Fotos: Comunica Matinhos
Continuar Lendo

Notícias

Litoral tem 33 novos casos de Covid-19 confirmados nesta quinta-feira

Paraná soma 209.639 casos e 5.125 mortes pela infecção

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná teve confirmados, nesta quinta-feira (29) mais 33 casos de Covid-19, de acordo com o informe epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

Os novos casos foram registrados em: Paranaguá (12); Matinhos (12); Guaratuba (4); Morretes (3); Antonina (1); e Pontal do Paraná (1).

Com essas novas confirmações, o Litoral acumula 7.875 casos da infecção provocada pelo novo coronavírus.

RECUPERADOS – Do total de casos, 6.233 já estariam recuperados, segundo a Sesa.

ÓBITOS – Desde o início da pandemia, 178 moradores do Litoral já morreram pelas consequências da Covid-19.

Paraná soma 209.639 casos e 5.125 mortes pela infecção

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou também nesta quinta-feira mais 960 casos confirmados e 27 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus.

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 209.639 casos e 5.125 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 602 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados nesta quinta-feira (29). São 489 pacientes em leitos SUS (255 em UTI e 234 em leitos clínicos/enfermaria) e 113 em leitos da rede particular (37 em UTI e 76 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 889 pacientes internados, 406 em leitos UTI e 483 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Sesa informou ainda a morte de mais 27 pacientes. Todos estavam internados. São 14 mulheres e 13 homens, com idades que variam de 29 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 12 de agosto a 28 de outubro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (5), Foz do Iguaçu (3) e Santa Terezinha de Itaipu (3), além de um óbito em cada um dos seguintes municípios: Araucária, Cambé, Cascavel, Cianorte, Colombo, Itaguajé, Ivaiporã, Juranda, Londrina, Marialva, Paiçandu, Paranavaí, Pérola, Rio Branco do Sul, Ubiratã e Umuarama.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 2.222 casos de residentes de fora – 49 foram a óbito.

VEJA O INFORME DETALHADO DA SESA

Continuar Lendo

Notícias

Paranaguá terá franquia de escola de ginástica para o cérebro

Unidade será inaugurada no dia 9 de novembro

Publicado

no

Por

O Método SUPERA, a maior franquia de escolas de ginástica para o cérebro da América Latina, inaugura uma nova unidade em Paranaguá, no dia 9 de novembro, já oferecendo ao público local a oportunidade de agendar uma aula grátis para conhecer o método e vivenciar os benefícios da ginástica para o cérebro.

“Quem passar pela unidade nesta semana, além de conhecer nossa proposta, ainda leva pra casa um brinde especial do SUPERA. Estamos muito felizes e confiantes de que o nosso trabalho só vai somar com a região”, adianta Priscilla Costa Schwenck, franqueada SUPERA Paranaguá.

A unidade SUPERA em Paranaguá funcionará na Av. Cel. José Lobo, 350 – loja 02, no bairro Oceania. Os telefones para contato são (41) 3195-4360 e (41) 99176-3562. O funcionamento será de segunda à sexta das 8h às 12h, das 14h às 18h e aos sábados das 8h às 12h.
Educação: A mudança é a única constante
O SUPERA oferece um curso que reúne ferramentas pedagógicas como o ábaco, apostilas com exercícios cognitivos, jogos online e de tabuleiro, entre outras, para trabalhar com três conceitos básicos em sala de aula, norteadores da prática de ginástica cerebral: novidade, variedade e desafio crescente, com uma equipe multidisciplinar de educadores dedicada diariamente a ampliar a oferta e o grau de dificuldade do conteúdo.

O historiador Yuval Noah Harari chama atenção no livro 21 lições para o século 21, entre outros pontos, para a disposição de educadores das próximas décadas em formar estudantes para além do conteúdo regular oferecido até hoje pelas escolas púbicas e particulares.

“Num mundo assim (…) a última coisa que um professor precisa dar a seus alunos é informação. Eles já têm informação demais. Em vez disso, as pessoas precisam de capacidade para extrair um sentido da informação, perceber a diferença entre o que é importante e o que não é, e acima de tudo combinar os muitos fragmentos de informação num amplo quadro do mundo”.

Equipe Supera de Paranaguá

Conheça mais sobre o SUPERA nas redes sociais:

@superaparanagua

Facebook: Método SUPERA Paranaguá

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.