Luciano Mergulhador foi impedido de entrar no prédio público nesta terça-feira. (Foto: LitoralNaWeb)

Agora Litoral
A Câmara de Paranaguá esclareceu, nesta quarta-feira, em nota oficial, a polêmica surgida após a sessão desta terça-feira (19) quando impediu o acesso ao prédio de Luciano Carvalho de Sá, o Luciano Mergulhador.

De acordo com a nota, os “seguidos tumultos” promovidos pelo Mergulhador durante as sessões ordinárias realizadas na Câmara motivaram o presidente Marquinhos Roque a fazer valer a Lei 15.815, de 25/04/2008, que proíbe a entrada em prédios públicos do Estado do Paraná de pessoas usando capacete.

“Somente neste mês de setembro, Luciano Carvalho de Sá, desrespeitando a lei estadual Nº 15.815, fez uso de capacete e máscaras dentro do plenário, situação que poderia se repetir na noite passada em razão do mesmo equipamento estar de posse do manifestante”, diz a nota.

Ainda de acordo com o esclarecimento oficial, “a Câmara Municipal de Paranaguá entende que os históricos de ações protagonizados pelo senhor Carvalho de Sá têm colocado em risco a segurança dos cidadãos de bem que buscam acompanhar os trabalhos do Poder Legislativo municipal, bem como a própria segurança do manifestante”.

Também em relação ao episódio, o presidente da Câmara lembrou que “em abril de 2016, o cidadão gaúcho saiu algemado do plenário após provocar um tumulto na sessão. Já em 2017, no mês de maio, a sessão teve que ser interrompida após o manifestante ter incitado a violência após protestos feitos contra os parlamentares”.

A nota oficial da Câmara de Paranaguá diz também que “os sucessivos desrespeitos utilizados pelo manifestante Carvalho de Sá em suas ações não deixaram outra alternativa a não ser o impedimento do mesmo no prédio do Palácio Carijó como forma de prevenção à integridade física das demais pessoas presentes, das quais muitos são mulheres e pessoas idosas, as quais têm o direito de acompanhar os trabalhos do Poder Legislativo em paz e em segurança, requisitos que precisam ser assegurados por esta Casa de Leis”.

Por último, a presidência da Casa de Leis aproveita a ocasião para convidar a população, “ordeira e de bem”, para sempre acompanhar os trabalhos dos vereadores nas sessões da Câmara Municipal de Paranaguá às terças e quintas, a partir das 19 horas.

>> Deixe sua opinião