Carteirinha perdida de Larissa ajudou a polícia a localizá-la

Do G1

Uma mulher acusada de participar da morte do policial federal Edson Martins Matsunaga, em outubro de 2010, no Centro de Curitiba, foi presa nesta terça-feira (6) em Guaratuba, no litoral do Paraná.

Larissa Tessaro Menarin deu fuga à quadrilha de assaltantes à época, segundo a Polícia Federal (PF), e era considerada foragida da Justiça.

Ela foi localizada depois de perder a carteirinha profissional em uma casa noturna em Guaratuba, conforme a PF. A foto do documento foi divulgada na sessão de “achados e perdidos” no Facebook, o que ajudou a polícia a encontrá-la.

Larissa foi encaminhada à sede da Polícia Federal em Curitiba, onde deve chegar ainda nesta terça-feira. A defesa dela preferiu não se manifestar sobre a prisão.

RELEMBRE O CASO

O roubo à casa lotérica do qual Larissa Tessaro Menarin participou, de acordo com a polícia, foi em 4 de outubro de 2010. Três homens entraram no comércio e obrigaram todos a deitar no chão.

O estabelecimento estava localizado perto de uma delegacia da Polícia Federal e testemunhas avisaram os policiais, que tentaram ajudar. Na troca de tiros, Edson Matsunaga foi baleado no peito e morreu no local.

>> Deixe sua opinião