Ligue-se a nós

Polícia

Candidato a vereador é suspeito de atropelar amigos em Guaratuba

Foi após um desentendimento entre eles, na sexta-feira (2).

Publicado

no

Imagens redes sociais

Um candidato a vereador em Guaratuba, no Litoral do Paraná, está sendo apontado como responsável por um múltiplo atropelamento ocorrido na Avenida Atlântica, no início da manhã de sexta-feira (2).

O homem, conhecido por “Max”, de 40 anos, teria se desentendido com os amigos após passarem algumas horas bebendo em comemoração ao aniversário de um rapaz, que acabou atropelado também.

As imagens do atropelamento são impressionantes e rodaram as redes sociais. O veículo atropelador invadiu a calçada da orla e primeiramente atropelou uma moça e um casal. A moça seria namorada do motorista.

Em seguida, o condutor da Spin seguiu um dos rapazes e o atropelou na Avenida Curitiba. Ele ainda retornou pela Avenida Atlântica e, próximo ao Mercado do Peixe, atropelou outro rapaz.

VÍTIMA RELATOU SITUAÇÃO
Uma das vítimas contou à Rádio Litorânea o que teria ocorrido. Ouça:

Dois dos homens atropelados, de 23 e 31 anos, foram atendidos por equipes do Corpo de Bombeiros e do SAMU e, na sequência, foram levados ao Pronto Socorro Municipal, sendo, posteriormente, encaminhados ao Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá.

O capitão Witt, do Corpo de Bombeiros, também falou à Rádio Litorânea sobre o ocorrido.

Até o encerramento desta reportagem o suspeito pelo múltiplo atropelamento ainda não havia sido localizado. Há informações (não oficiais) de que ele deverá se apresentar à Polícia Civil na próxima segunda-feira (5).

Deixe seu comentário!

Polícia

Rapaz é assassinado a tiros na tarde desta quarta-feira em Paranaguá

Um dos disparos acertou a nuca de Pierre Henrique Padilha

Publicado

no

Por

Um rapaz de 22 anos foi assassinado a tiros na tarde desta quarta-feira (5/5) em Paranaguá. O homicídio – o 38º do ano na cidade – ocorreu no bairro Jardim Paranaguá.

Pierre Henrique Padilha (foto redes sociais) foi surpreendido pelo atirador quando estava trabalhando em uma obra, na Rua General João da Silva Rebello.

O atirador teria descido de um automóvel Renault Clio, de cor preta, modelo antigo, junto com outro homem. Um teria entrado na obra pelo portão e outro teria entrado pela frente, onde um operário batia massa.

O que entrou pelo portão atirou quatro vezes contra Pierre Henrique, que ainda tentou fugir, mas um dos disparos atingiu a nuca dele. O rapaz caiu sem vida em frente à obra. Em seguida, os homens teriam saído e se dirigido ao Clio.

Algumas pessoas que não quiseram se identificar contaram ao Agora Litoral que os atiradores teriam voltado ao local do crime, em uma motocicleta, e acelerado várias vezes próximo ao corpo da vítima, como se estivessem comemorando o homicídio.

IMAGEM FORTE

HISTÓRICO CRIMINAL

Pierre Henrique Padilha tinha envolvimento com o mundo do crime, principalmente com alguns assaltos em Paranaguá.

Em setembro de 2018 ele foi preso pela Polícia Militar, junto com outros dois rapazes e um adolescente de 16 anos, após um deles ter sido reconhecido pelo dono de um comércio que havia sido assaltado há pouco tempo.

Na época, os militares chegaram até o quarteto graças a uma tornozeleira eletrônica que um deles estava usando.

Tornozeleira eletrônica leva PM a prender suspeitos de assaltos em Paranaguá

Continuar Lendo

Polícia

PM prende suspeitos com drogas, munições e carro roubado em Paranaguá

Ônix havia sido roubado um dia antes em Curitiba

Publicado

no

Por

Apreensão feita pela Polícia Militar

Quatro pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas foram presas pela Polícia Militar, no início da tarde de segunda-feira (3/5), em Paranaguá, no Litoral do Paraná.

Na ação houve a apreensão de porções de crack e maconha, além de munições de arma de fogo. Um veículo tomado em assalto na cidade Curitiba foi recuperado.

A ocorrência teve início por volta das 12h30, quando os policiais militares foram informados que um veículo GM Ônix, com alerta de roubo, teria sido visto nas imediações do Parque São João. Logo depois, os policiais abordaram o carro, com placas de São Paulo, na região do Aeroparque.

O veículo era conduzido por Alisson Henrique Pereira dos Santos, de 23 anos, morador em Antonina. Alisson estava acompanhado de Nelson de Oliveira, de 43 anos, com endereço em Paranaguá e com passagens pela polícia por furto qualificado e receptação.

Na averiguação, os militares constataram que o carro possuía alerta de roubo de data anterior, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, onde a vítima informou que o crime foi praticado por dois homens, um deles armado com uma pistola.

DROGAS, MUNIÇÕES E DINHEIRO

Ao ser feita a busca veicular, foram localizadas no interior do Ônix três munições de calibre 38 intactas e um pequeno invólucro contendo 26 pedras de crack, pesando cinco gramas, além de certa quantia em dinheiro.

Durante as diligências, os policiais acabaram descobrindo que a dupla teria vindo de uma casa no Jardim Esperança, onde teria mais drogas.

Os policiais foram até a moradia e abordaram Anelisy Noetzold Damásio, de 37 anos, e o namorado Felipe Gabriel dos Santos Godoi, de 25.

Durante as buscas no imóvel, os policiais localizaram um tablete de maconha que totalizou 357 gramas, além de uma balança de precisão e um rolo de plástico filme. Também houve a apreensão de várias embalagens, tipo zip lock, uma faca grande com vestígios de entorpecente e a quantia de R$ 155 em dinheiro trocado.  O casal teria informado que a droga seria para consumo pessoal.

Diante da situação, todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia Cidadã de Paranaguá e acabaram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Alisson e Nelson também foram enquadrados no crime de receptação.

Posteriormente os detidos foram conduzidos para a Cadeia Pública, onde ficaram recolhidos à disposição da Justiça.

Continuar Lendo

Polícia

PARANAGUÁ: Mulher é presa por dirigir alcoolizada após bater carro em poste

Ela não quis fazer o bafômetro, mas admitiu ter bebido

Publicado

no

Por

Uma mulher de 37 anos foi presa pela Polícia Militar, na madrugada de segunda-feira (3/5), após o carro que dirigia colidir contra um poste de iluminação pública na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, Vila dos Comerciários, em Paranaguá.

De acordo com a ocorrência, por volta das 2 horas policiais militares se deslocaram em atendimento à ocorrência e, na chegada ao local, encontraram um veículo Ford Fiesta, que havia colidido em um poste de iluminação pública. Na abordagem, a mulher se apresentou como condutora do automóvel.

Em suas declarações, a motorista ainda informou que havia adormecido enquanto dirigia e que o carro teria trafegado na contramão antes da colisão. Apesar do automóvel ter ficado danificado com a batida, a motorista sofreu ferimentos sem gravidade e dispensou ser encaminhada para atendimento médico.

No entanto, durante a abordagem, os policiais verificaram que a mulher apresentava sintomas de embriaguez, com dificuldade até para caminhar. Ao ser convidada a realizar o exame etilométrico (bafômetro) ela se recusou, mas acabou admitindo que havia ingerido bebida alcoólica antes de dirigir.

Diante da situação, a condutora, que tem endereço no Jardim Esperança, acabou presa e encaminhada ao plantão da Delegacia Cidadã, onde foi autuada em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, sendo liberada para responder ao processo em liberdade após o pagamento de fiança.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.