Ligue-se a nós

Paraná

Óbitos por Covid-19 reduziram quase 95% em oito meses no Estado

Segundo a Sesa, das 399 cidades, 287 não registraram mortes pela doença em novembro

Publicado

no

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), realizado nesta quinta-feira (02/12), aponta que 344 óbitos ocorreram em novembro em decorrência da Covid-19, número 94,6% menor do que os registros de março deste ano, pico até então, quando 6.453 paranaenses faleceram após contraírem a doença.

Este é o quinto mês consecutivo que o Paraná registra queda nas mortes, foram:

  • 2.602 em julho,
  • 1.564 em agosto,
  • 1.326 em setembro,
  • 783 em outubro, e
  • 344 em novembro.

A última vez que o Estado tinha registrado menos de 400 óbitos em 30 dias tinha sido em maio de 2020 (119).

A redução também foi observada no número de casos confirmados. Em novembro, 12.154 exames detectaram a presença do vírus Sars-CoV-2 no Estado, 93,7% abaixo dos dados de maio, os piores até então, com 195.165 testes positivados.

É o terceiro mês consecutivo em número de casos de Covid-19 – foram 60.320 em setembro, 28.515 em outubro e 12.154 em novembro – e o menor número também desde maio do ano passado (5.117).

“Não há dúvidas de que essas reduções estão diretamente ligadas com a vacinação. O Paraná tem feito seu papel neste enfrentamento levando a vacina até o braço das pessoas e contamos com a colaboração da população para que continuem se vacinando e mantendo os cuidados”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Segundo a Sesa, 287 municípios não registraram óbitos pela doença em novembro. O número representa quase 73% dentre as 399 cidades do Estado. Destes, 199 (quase 50%) estão há pelo menos 60 dias sem registro de mortes.

VACINAÇÃO – Dados do Vacinômetro nacional mostram que 17.296.176 vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas no Paraná. Destas, 8.874.149 primeiras doses (D1), 7.590.315 segundas doses (D2) ou doses únicas (DU), 55.914 doses adicionais (DA) e 775.798 doses reforço (DR).

A população adulta do Estado estimada pelo Ministério da Saúde em 8.720.953 pessoas, já foi integralmente convocada para a D1 e 87% estão completamente imunizados com a D2 ou DU.

Já com relação aos adolescentes, estima-se que o Paraná tenha 936.296 jovens de 12 a 17 anos. Destes, pelo menos 690.611 receberam a D1, atingindo mais de 73,7% do público-alvo.

LEITOS – Com o avanço da vacinação e a diminuição no número de casos da Covid-19, a média de ocupação dos leitos exclusivos para atendimento à doença também tem baixado. Somente nos leitos de UTI, a média diária de novembro foi a menor em 19 meses no Paraná.

Segundo a Regulação Estadual de Leitos, até esta quinta-feira, 777 pacientes estavam internados em leitos de UTI exclusivos e 798 em leitos de enfermaria. A taxa de ocupação é de 31% e 25% respectivamente.

Pensando na retomada de procedimentos cirúrgicos eletivos e continuidade no atendimento de urgência e emergência, o Governo do Estado, em conjunto com gestores municipais e hospitalares, optou por desabilitar parte dos leitos exclusivos para que estas unidades voltem para a Rede.

Desde o início da desativação programada em 8 de julho deste ano, 1.230 leitos de UTI e 2.116 de enfermaria foram desabilitados do atendimento exclusivo para a doença.

Confira o balanço completo AQUI.

Da Sesa

Paraná

Criança de 8 anos é atropelada pela própria mãe que confundiu marchas do carro

Caso ocorreu nesta segunda-feira (1º) em Cascavel

Publicado

no

Por

Menino ficou preso embaixo do veículo

Uma criança de oito anos foi atropelada pela própria mãe que confundiu as marchas do carro. Ao tentar dar ré no veículo, ela engatou a primeira marcha e acabou atingindo o menino. O caso ocorreu nesta segunda-feira (1°/8) no bairro Coqueiral, em Cascavel, região oeste do Paraná.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a criança ficou presa embaixo do carro após o atropelamento. A equipe foi acionada e usou equipamentos específicos para retirar o veículo de cima do menino para resgatá-lo.O garoto teve lesões e ferimentos no rosto e foi encaminhado em estado grave ao Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP).

Da Ric Mais
Continuar Lendo

Paraná

Idoso morre após ser atacado por abelhas

Ataque aconteceu durante pescaria em Alvorada do Sul; um amigo que estava junto conseguiu escapar

Publicado

no

Por

Um idoso, de 63 anos, morreu após ser atacado por abelhas durante uma pescaria em Alvorada do Sul, no Norte do Paraná. Um amigo que estava com ele no momento, conseguiu escapar do enxame. A fatalidade ocorreu no último sábado (23).

O tenente da Polícia Militar Emerson Castro, que atendeu a ocorrência, lamentou que a vida do idoso não pode ser salva e informou que, apesar de ter sido acionado todo o aparato possível para a situação, a vítima não resistiu e morreu no local, antes de receber atendimento.

“Um deles conseguiu se salvar, o outro não resistiu aos ferimentos, devido a gravidade, e entrou em óbito. Os órgãos competentes foram acionados, estiveram no local a Polícia Civil para prestar esse atendimento, o Instituto de Criminalística, e também o IML (Instituto Médico Legal)”, explicou o tenente Castro.

Com informações da RicMais
Continuar Lendo

Paraná

Dia D de vacinação é realizado neste sábado em todo o Paraná

Orientação da Sesa é procurar o posto de saúde do município e verificar os horários de vacinação.

Publicado

no

Por

Os municípios de todo o Paraná realizam um novo Dia D da vacinação neste sábado (23/07). Os postos de vacinação estarão abertos para atualização do calendário vacinal. A ação inclui todos os imunizantes elencados pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), além de contemplar também o novo público, crianças de três e quatro anos, contra a Covid-19.

A mobilização conta com o apoio de prefeituras e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), e busca ampliar a cobertura vacinal no Estado. A orientação da Secretaria de Estado da Saúde é procurar o posto de saúde do seu município e verificar os horários de vacinação.

Covid-19
Segundo o Ministério da Saúde, mais de 26 milhões de doses contra a Covid-19 já foram aplicadas no Paraná. A vacinação abrange público acima dos 3 anos com D1 (exclusivamente da vacina da CoronaVac), além de crianças de 5 a 11 na fase da D1 e D2, de 12 a 39 anos também com a dose de reforço e acima de 40 anos com a segunda dose de reforço, incluindo trabalhadores de saúde.

Influenza
A cobertura vacinal contra a gripe, cuja meta é de 90%, atingiu 72% do público preconizado até o momento. Ela está disponível para a população acima de seis meses de idade.

Sarampo
O sarampo, que tem meta de 95%, também ficou abaixo do esperado, com 46,46% de cobertura vacinal nas crianças menores de 5 anos.

Dados preliminares do primeiro quadrimestre deste ano mostram que as coberturas das vacinas de rotina indicadas pelo Ministério da Saúde permanecem abaixo da meta preconizada:

– BCG (77,74%),

– Febre Amarela (74,27%),

– Hepatite A (73,77%),

– Hepatite B (76,41),

– Meningocócica (77,37%),

– Pentavalente (76,41%),

– Pneumocócica (78,4%),

– Poliomielite (72,15%),

– Rotavírus (75,7%),

– Tríplice Viral (86,85%),

– HPV em meninas (62,51%) e meninos (46,10%).

Da AEN

Dia D de Vacinação ocorre neste sábado em Paranaguá

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.