Ligue-se a nós

Notícias

Primeiro caso de febre amarela em Paranaguá é em menina de 11 anos

SÓ VACINAÇÃO PARA PREVENIR A DOENÇA

Publicado

no

Agora Litoral
A Secretaria de Estado da Saúde confirmou, por meio de boletim epidemiológico divulgado na noite desta quinta-feira (4), o primeiro caso de febre amarela em Paranaguá (autóctone). Trata-se de uma criança, do sexo feminino, com 11 anos, que fez o exame em 29 de janeiro. A confirmação só foi feita agora, dois meses depois, pois faltavam alguns elementos para fechar o diagnóstico.

A paciente já foi tratada e passa bem. Ela reside no Jardim Figueira, uma região de mata. A equipe de agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde assim que foi notificada da suspeita do caso fez o bloqueio da região com aplicação de inseticida em bomba costal, para eliminar o mosquito Aedes Aegypti (que transmite além da febre amarela, também a dengue, zika e chikungunya). Ainda houve remoção mecânica de criadouros (para eliminar as larvas do inseto).

No levantamento das informações a respeito da paciente descobriu-se que ela não havia realizado nenhuma viagem, o que caracteriza que a menina foi picada na região onde mora. Isso acende um alerta ainda maior para as autoridades sanitárias de Paranaguá. “Confirma-se agora que estamos com o vírus da febre amarela circulando em nossa cidade e a preocupação aumenta ainda mais. Por isso peço para que nossa população se vacine, pois a vacina é a única forma de prevenir a doença”, alertou o prefeito Marcelo Roque.

“Assim que fomos informados pela Secretaria de Estado da Saúde sobre o risco do vírus circulando na cidade, já que em Antonina foi registrado o primeiro caso, determinamos que a vacinação da febre amarela fosse intensificada, passando a ser disponibilizada em todas as unidades, em horário comercial, e até no período da noite para aquelas que funcionam com turno estendido. Ou seja, estamos fazendo a nossa parte”, declarou o prefeito.

Do início do ano até agora foram vacinadas 17.996 pessoas em Paranaguá.

A secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro, afirmou que atualmente os 60 agentes de endemias estão distribuídos em 8 diferentes regiões da cidade para combater o avanço da infestação do Aedes Aegypti, mas ressaltou que a população tem que fazer sua parte.

“O levantamento feito por nossas equipes aponta alto grau de infestação em toda a cidade. Nossa população não está contribuindo. Isso tem que mudar imediatamente, porque senão veremos um avanço não só da febre amarela, mas também da dengue e outras arboviroses (doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela) em nossa cidade”, alertou a secretária. Nesta semana foi realizado pedágio na Avenida Júlia da Costa, para conscientizar a população sobre os perigos do Aedes Aegypti.

COMBATE AO MOSQUITO
O combate ao mosquito Aedes Aegypti vem ocorrendo de maneira mais contundente desde o início da administração, afirmou o prefeito Marcelo Roque.

“Já fizemos mutirões de limpeza e conscientização. Batemos de porta em porta, endurecemos a fiscalização, e mesmo assim nossa população continua não se dando conta do perigo que nos ronda. Espero que esse caso sirva de alerta mais uma vez, porque não queremos que Paranaguá seja acometida por uma epidemia como a que foi registrada em 2016, quando tivemos 30 mortes por dengue. Não queremos isso para nossas famílias”, desabafou o prefeito.

Deixe seu comentário!

Notícias

Mais 69 casos e 7 óbitos pela Covid-19 são confirmados no Litoral do Paraná

Região tem 1.721 casos, 43 óbitos e 1.022 pacientes recuperados.

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná teve confirmados nesta quarta-feira (15) mais 69 casos e 7 óbitos pela Covid-19. O informe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostra ainda que o Paraná soma 46.601 casos e 1.181 mortos pela doença provocada pelo novo coronavírus.

Os casos confirmados pela Sesa: Paranaguá (58); Guaratuba (5); Pontal do Paraná (4); Morretes (1); e Antonina (1).

Os sete óbitos ocorreram em: Paranaguá (3); Pontal do Paraná (2); Matinhos (1); e Guaratuba (1).

Com essas novas confirmações, a região soma 1.721 casos de Covid-19.

Paranaguá tem 1.131, Pontal do Paraná 150, Morretes 133, Guaratuba 132, Matinhos 105, Antonina 64 e Guaraqueçaba 6.

ÓBITOS O informe da Sesa mostra que o Litoral do Paraná contabiliza 43 óbitos: 25 em Paranaguá, 9 em Pontal do Paraná, 4 em Matinhos, 3 em Guaratuba, 1 em Antonina e 1 em Guaraqueçaba.

RECUPERADOS O total de pacientes recuperados é de 1.022, de acordo com as prefeituras: 714 em Paranaguá, 96 em Morretes, 89 em Pontal do Paraná, 53 em Guaratuba, 40 em Matinhos, e 30 em Antonina.

Paraná soma 46.601 casos e 1.181 mortos pela Covid

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou também 1.751 novas confirmações e 52 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma 46.601 casos e 1.181  mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 1.122 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje: 920 pacientes estão em leitos SUS (368 em UTI e 552 em leitos clínicos/enfermaria) e 202 em leitos da rede particular (63 em UTI e 139 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 927 pacientes internados: 451 em leitos UTI e 476 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 52 pacientes, todos estavam internados. São 14 mulheres e 38 homens, com idades que variam de 34 a 88 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 27 de junho a 15 de julho. Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (21), Paranaguá (3), Arapongas (2), Itaperuçu (2), Pinhais (2), Pontal do Paraná (2), São Jose dos Pinhais (2), Araucária (2), além da ocorrência de uma morte em cada um dos seguintes municípios: Assis Chateaubriand, Cascavel, Colombo, Corbélia, Curiúva, Guaratuba, Jesuítas, Mangueirinha, Matinhos, Pato Branco, Piraquara, Ponta Grossa, Quedas Do Iguaçu, Rio Branco do Sul, Santa Helena e Santa Izabel do Oeste.

MUNICÍPIOS – 382 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 196 municípios há óbitos pela doença.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 523 casos de residentes de fora. 19 pessoas foram a óbito.

VEJA O BOLETIM DA SESA
Continuar Lendo

Notícias

Escolas Estaduais entregam kits de merenda nesta sexta-feira

Distribuição acontece a cada 15 dias depois da suspensão das aulas presenciais.

Publicado

no

Por

Foto: Geraldo Bubniak

As escolas estaduais do Paraná fazem nesta sexta-feira (17) mais uma distribuição de kits da merenda escolar. As entregas acontecem a cada 15 dias pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte desde o fim de março. Já foram entregues 19 milhões de quilos de alimentos.

Os kits de merenda são distribuídos às famílias dos 231 mil alunos beneficiários do programa Bolsa Família. Cada escola recebe uma quantia correspondente ao número de estudantes e o diretor tem a autonomia para escolher como será a entrega.

Nesse mesmo dia, as famílias também recebem material impresso para os alunos da rede que estão sem acesso à TV aberta e às ferramentas on-line para acompanhar as aulas a distância em função da pandemia.

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA – Devido ao coronavírus, a Secretaria da Educação mantém os cuidados com as famílias que vão retirar os alimentos e com a equipe de servidores e voluntários que ajudam na ação. Todos são orientados a usar máscaras, manter o distanciamento social e fazer a higienização adequada das mãos e demais itens.

A secretaria produziu 8 mil máscaras de acrílico, modelo face shield, para o uso dos profissionais que participarão dessa ação no dia 17.

Máscara tipo Face Shields – Foto: BMC

DECRETO DO GOVERNADOR – A entrega da merenda foi regulamentada pelo Decreto nº 4.316/2020 do Governo do Paraná. A decisão busca garantir que os estudantes tenham acesso facilitado aos alimentos durante o período de suspensão de aulas presenciais devido à pandemia da Covid-19.

A diretora do Planejamento Escolar da secretaria, Adriana Kampa, diz que as entregas são para todas as 2.143 escolas do Estado, mas o kit entregue é diferente em cada uma.

“Nós fazemos o repasse dos alimentos que seriam utilizados para a merenda escolar naquela instituição e o diretor e sua equipe montam os kits conforme as necessidades e quantidade de famílias. Por isso, existe diferença entre os kits entregues de uma escola para outra”, explica.

Da AEN
Continuar Lendo

Notícias

Litoral registra 140 novos casos de Covid e quatro óbitos nesta terça-feira

Paraná chega a 1.129 mortos pela infecção causada pelo coronavírus.

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná tem 140 novos casos de Covid-19. A região também registrou quatro óbitos pela doença. Os números estão no informe epidemiológico da Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) desta terça-feira (14).

Os novos casos são em Paranaguá (72); Morretes (24); Matinhos (17); Pontal do Paraná (13); Guaratuba (8); Guaraqueçaba (4); e Antonina (2).

Com essas novas confirmações a região totaliza 1.652 confirmações e 36 óbitos, segundo a Sesa: 22 em Paranaguá, 7 em Pontal do Paraná, 3 em Matinhos, 2 em Guaratuba; 1 em Guaraqueçaba; e 1 em Antonina.

Do total de casos confirmados, 1.003 já estariam recuperados, de acordo com as prefeituras – 714 em Paranaguá, 89 em Pontal do Paraná, 88 em Morretes, 42 em Guaratuba, 40 em Matinhos e 30 em Antonina.

Paraná tem 44.870 casos e 1.129 mortos pela Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou 1.775 novas confirmações e 57 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma 44.870 casos e 1.775 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – 887 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje: 731 pacientes estão em leitos SUS (264 em UTI e 467 em leitos clínicos/enfermaria) e 156 em leitos da rede particular (57 em UTI e 99 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.057 pacientes internados: 529 em leitos UTI e 528 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 57 pacientes. Todos estavam internados. São 25 mulheres e 32 homens, com idades que variam de 40 a 99 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 17 de junho a 14 de julho. Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (23), Cascavel (5), Piraquara (3), Goioerê (2), Londrina (2), Paranaguá (2), além de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Arapongas, Bandeirantes, Barbosa Ferraz, Cambé, Cerro Azul, Colombo, Itambé, Mallet, Marilena, Marmeleiro, Matinhos, Pontal do Paraná, Rio Branco do Sul, Santa Helena, São João do Ivaí, São José dos Pinhais, Telêmaco Borba, Terra Boa, Tibagi e Toledo.

MUNICÍPIOS – 382 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 193 municípios há óbitos pela doença.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 493 casos de residentes de fora. 17 pessoas foram a óbito.

VEJA A ÍNTEGRA DO BOLETIM DA SESA
Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.