Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Notícias

Menor é estuprada ao comparecer em falsa entrevista de emprego em Matinhos

JOVEM FOI ABUSADA POR QUATRO HORAS

Agora Litoral
Uma menor de idade foi abusada sexualmente após comparecer numa falsa entrevista de emprego na cidade de Matinhos, no Litoral do Paraná. Moradora em Guaratuba, a garota viu a oferta em um anúncio na internet e acertou a ida para a entrevista na cidade vizinha. O fato aconteceu na tarde de terça-feira, 12 de março.

A adolescente contou à Polícia que havia marcado uma entrevista de emprego pelas redes sociais com um homem que se dizia empresário e que se chamaria “Vieira” e que, ao chegar em Matinhos, por volta das 12 horas, encontrou o tal homem e este a convidou a entrar em uma kitnet, localizada na Avenida Guarapuava, em Caiobá, onde seria feita a entrevista de emprego.

No local, ao invés de ser entrevistada, a jovem teria sido abusada sexualmente pelo suposto entrevistador por várias horas. Ela foi liberada pelo tarado próximo das 16h30 e imediatamente procurou a Polícia Militar. Uma equipe PM foi até o endereço dado pela menor, mas não encontrou o homem que a teria estuprado.

Os militares foram informados por populares que o homem em questão trabalharia em uma pizzaria da cidade, mas naquele local foram informados pelo proprietário de que o tal “Vieira” teria trabalhado somente dois dias e que teria pedido a conta, não sabendo o nome correto do funcionário temporário.

A adolescente que teria sido abusada sexualmente foi conduzida pela equipe policial ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, para que fosse examinada e medicada, e posteriormente encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Matinhos. Na DP, a menor informou que teria o contato telefônico do tal “Vieira” e também uma foto dele para auxiliar nas investigações.

TARADO É IDENTIFICADO
Ainda na terça-feira, por volta das 23h30, os plantonistas da DP de Matinhos receberam a visita do proprietário da kitnet onde a adolescente teria sido estuprada. O dono do imóvel disse ter decidido ir até a Delegacia logo após ficar sabendo do ocorrido por intermédio de outros inquilinos.

O dono da kitnet levou os documentos utilizados pelo homem para alugar o seu imóvel.

De posse da documentação, os policiais ficaram sabendo que o tal “Vieira” se chamaria na verdade Janderson Vieira Sampaio, de 36 anos. Natural de Palmeira dos Índios, em Alagoas, Janderson tem como último endereço registrado a cidade de Maringá, no Paraná. Até o fechamento desta reportagem, Janderson Vieira Sampaio não havia sido localizado pela Polícia.

Janderson Vieira Sampaio
Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios