Ligue-se a nós

Notícias

Matinhos: “Fui vítima de armação” diz Simone da Saúde

Em vídeo publicado nas redes sociais, Simone da Saúde diz que droga “teria sido implantada” para tentar incriminá-la. Polícia Militar nega e diz que gravação tem o objetivo de colocar em dúvidas o trabalho dos policiais

Publicado

no

Foto: Grupo Diário do Estado / WhatsApp

Foto: Grupo Diário do Estado / WhatsApp

A candidata a vereadora Simone da Saúde (PSC), divulgou um vídeo em suas redes sociais onde classifica como armação política a apreensão de seu carro com 20 quilos de maconha na noite desta terça-feira (20). A veículo que está no nome dela foi interceptado pela Polícia Militar após o condutor Jean Alfred Quennehen não obedecer ordem de parada no posto da PRE da rodovia PR 508. Os policiais perseguiram o automóvel Ford KA e na revista localizaram a droga, que segundo o major César Kamakawa, seria para abastecer o feriado no município.

Veja o vídeo:

Simone disse no vídeo que foi excluído de sua linha do tempo logo após ser publicado, que está bem e que a situação será esclarecida. Ela afirmou na gravação que foi vítima de uma armação política e que a droga teria sido “colocada” em seu carro para incriminá-la. A Polícia Militar por sua vez disse que a postagem apenas teve o interesse de colocar sob dúvidas o trabalho dos policiais, que realizavam uma operação de rotina.

A candidata pelo PSC na chapa de Ruy Hauer, candidato à prefeitura apoiado pelo atual prefeito Eduardo Dalmora (PDT), deve ser intimada a prestar esclarecimentos sobre o ocorrido, já que segundo suas próprias palavras, Jean é um de seus cabos eleitorais.

Simone da Saúde e Eduardo Dalmora em ações políticas - Foto: Arquivo

Simone da Saúde e Eduardo Dalmora em ações políticas – Foto: Arquivo

Impacto na campanha

A apreensão trouxe efeitos negativos para a campanha de Ruy Hauer (PR) devido a ligação de Simone com o atual prefeito Eduardo Dalmora – algo que esteve mais evidente entre os anos de 2009 e 2012 quando ela foi vereadora de Matinhos, eleita no partido do chefe do executivo da cidade.

Deixe seu comentário!

Notícias

Litoral registra 28 novos casos de Covid-19 neste domingo

Região tem 31.463 casos confirmados e 754 mortes pela infecção

Publicado

no

Por

O Litoral do Paraná teve 28 novos casos de Covid-19 confirmados neste domingo (9/5). As novas infecções, segundo o informe epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), foram registradas em Guaratuba (9), Pontal do Paraná (5), Antonina (5), Paranaguá (3), Matinhos (3) e Morretes (3).

TOTAL DE CASOS

Paranaguá – 18.328;

Guaratuba – 4.050;

Matinhos – 2.394;

Pontal do Paraná – 2.311;

Antonina – 2.140;

Morretes – 1.693;

Guaraqueçaba – 547.

RECUPERADOS

16.910 moradores do Litoral já estão recuperados da Covid-19.

TOTAL DE ÓBITOS

O total de mortes em decorrência da Covid-19 nas cidades litorâneas é de 754. Até agora foram confirmadas 356 em Paranaguá; 137 em Guaratuba; 77 em Matinhos; 75 em Pontal do Paraná; 55 em Antonina; 40 em Morretes; e 14 em Guaraqueçaba.

Paraná soma 978.861 casos e 23.645 mortes pela infecção

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou neste domingo (9) mais 2.095 casos confirmados e 33 mortes pela Covid-19 no Paraná. De acordo com a Sesa, esses números não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 978.861 casos confirmados e 23.645 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de janeiro (7), fevereiro (41), março (32), abril (152) e maio (1.846) de 2021, e dos seguintes meses de 2020: junho (1), julho (3), agosto (1), setembro (1), outubro (3), novembro (4) e dezembro (4).

INTERNADOS – O informe relata que 2.399 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Há outros 2.361 pacientes internados, que aguardam resultados de exames.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informou também a morte de mais 33 pacientes. São 16 mulheres e 17 homens, com idades que variam de 27 a 81 anos. Os óbitos ocorreram de 11 de abril a 8 de maio de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (8), Colombo (4), Bandeirantes (2) e Campo Largo (2). A Sesa registrou ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Araucária, Boa Vista Da Aparecida, Cascavel, Castro, Cidade Gaúcha, Cruzeiro Do Oeste, Foz Do Iguaçu, Irati, Lapa, Mandirituba, Maringá, Pinhais, Rio Negro, Terra Boa, Tijucas Do Sul, Turvo e União Da Vitória.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 5.752 casos de residentes de fora, sendo que desses 146 foram a óbito.

VEJA O INFORME COMPLETO

Continuar Lendo

Notícias

Nove apostas do Litoral acertam a quadra da Mega-Sena

Prêmio principal acumulou e pode pagar R$ 27 milhões no próximo sorteio

Publicado

no

Por

Nove apostas simples do Litoral acertaram a quadra do concurso 2370 da Mega-Sena, realizado neste sábado (8) em São Paulo, e cada uma ganhou R$ 943,32.

Os jogos foram feitos em lotéricas de:

  • Guaratuba (1),
  • Matinhos(3),
  • Paranaguá (5).

Prêmio principal: O prêmio principal acumulou e pode pagar R$ 27 milhões na próxima quarta-feira (12).

Os números sorteados foram: 07 – 31 – 37 – 42 – 44 – 56.

  • A quina teve 29 ganhadores, com prêmio médio de R$ 87.322,20.
  • A quadra teve 3.835 apostas ganhadoras e o prêmio médio para cada uma é de R$ 943,32.

Para apostar na Mega-Sena

Apostas simples, com seis dezenas, custam R$ 4,50 – As apostas podem ser feitas até até o dia do sorteio as 19h (horário de Brasília) em lotericas ou pela internet. lembrando que para realizar as apostas online é necessário realizar um cadastro e ser maior de idade (18 anos de idade ou mais).

Probabilidades – A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas e o preço de R$ 4,50, a possibilidade de levar toda a bolada é de 1 em 50.063.860. E para uma aposta com 15 dezenas – que é o limíte máximo, pagando R$ 22.522,50, a probabilidade de vencer é de 1 em 10.003, de acordo com a Caixa.

Continuar Lendo

Notícias

Estudante da UFPR Litoral morre de Covid-19

Rosieli Alves Gonçalves estava na UPA de Matinhos

Publicado

no

Por

A estudante de Licenciatura em Geografia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Rosieli Alves Gonçalves foi mais uma vítima da Covid-19.

Ela estava internada na Unidade de Pronto Atendimento de Matinhos e faleceu na quarta-feira (5/7). A confirmação foi prestada em nota oficial pela direção da UFPR Setor Litoral.

Rosieli tinha 41 anos, era filha de Roberto Gonçalves e Roseli Alves Gonçalves, e deixa um filho de 15 anos, João Gabriel.

Rosieli (Foto: Divulgação)

HOMENAGEM

O coletivo do Curso de Licenciatura em Geografia prestou uma homenagem a Rosieli, através do texto da aluna Francielly Dalla Vecchia:

“Rosieli, ou Rosi para muitos de nós, era uma mulher incrível. Turismóloga formada, adorava uma trilha, uma viagem, uma aventura, conhecer coisas novas, desbravar o mundo, mas queria ser professora. Era amante da geografia e tinha por objetivo lutar por uma educação justa e igualitária, conhecer os povos e suas diferentes formas de ver o mundo, mas não deu tempo. Sua vida terminou cedo demais, foi interrompida por um vírus traiçoeiro e avassalador. Como uma grande lutadora de karatê que era, lutou por tudo com muita garra, sempre batalhadora, educada, gentil, dedicada, sorridente, feliz, comunicativa e amiga. Rosieli cativou a todos nós com seu jeito sábio de lidar com cada situação. Até na hora de tirar uma dúvida ela conseguia ser a mais humilde, sincera e adorável. Nos lembraremos sempre de seu exemplo de perseverança e garra, de como os problemas ficam pequenos diante da vontade de vencê-los. Rosi nos mostrou nesses anos que os obstáculos podem ser superados, que a vida tem que ser levada com alegria e leveza, mesmo que às vezes o fardo seja pesado. Mostrou-nos que o mundo pode ser bem melhor se buscarmos na família, no amor, na amizade e no companheirismo a energia para fazer de qualquer desejo uma realidade. A vida tem início, meio e fim, mas nunca estamos preparados para vermos a morte roubar alguém tão especial de nós. Bom, o tempo é um remédio e nele conquistaremos o consolo, com ele pensaremos nos bons momentos. No fim, apenas a saudade é uma certeza. Não importa onde esteja, estará sempre conosco. Não perderemos as forças nem a alegria de viver, porque quando você se foi perdemos uma guerreira, uma amiga, uma irmã na batalha, mas não perdemos a guerra, e no dia da nossa formatura nossa vitória será sua também. Até breve!”

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.