Ligue-se a nós

Notícias

Comerciante que teve padaria fechada diz estar com medo

AÇÃO TRUCULENTA DE FISCALIZAÇÃO ASSUSTA EMPRESARIADO LOCAL

Publicado

no

Família de Magin Valêncio atua no ramo de panificação há mais de 50 anos

Agora Litoral
O comerciante Magin Valêncio, dono de uma padaria que foi alvo da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) em Paranaguá nesta semana, disse que o aparato policial utilizado na operação foi muito além do necessário. “Só faltou a Força Aérea e o Exército”, ironizou.

Segundo ele, o número de carros e de guardas municipais armados com escopeta fez com que os fregueses saíssem da panificadora com receio do que poderia acontecer. Afirmou também ter sido questionado por uma freguesa se seria traficante ou algo pior.

“Como o Prefeito deixa isso acontecer? Ele é autoridade ou é meu carrasco?”, questionou. O comerciante, cuja família atua no ramo de panificação há mais de 50 anos, também quer saber o motivo de alguns estabelecimentos serem vistoriados e outros não.

Magin Valêncio afirmou pelas redes sociais que vai cumprir com todas as recomendações apontadas, mas não se conforma com a divulgação de algumas imagens (misturadas com outras que não são da sua padaria) em grupos do WhatsApp. “Pelo jeito, o objetivo era denegrir a minha imagem”, disse.

Postagem feita pelo comerciante em seu perfil no facebook

ASSALTO

Em entrevista à TVCI, o comerciante lembrou ter sido assaltado três vezes em 2016 e que da última vez os ladrões levaram até o cofre da panificadora. Na época, apenas uma viatura foi ao seu comércio – bem diferente do visto na operação desta semana, onde mais de 20 carros pararam em frente à padaria.

“Os empresários do ramo alimentício em Paranaguá trabalham num estado de terrorismo; todos estão com medo, e isso é preocupante até porque temos nossos compromissos, empregados e fornecedores”, denunciou.

Por último, Magin Valêncio disse que o ideal seria a fiscalização cumprir o seu verdadeiro papel que é o de anotar o que não estiver de acordo e dar um prazo para o comerciante regularizar essas pendências. “Não fazer aquela gigantesca e truculenta operação como se estivessem procurando um terrorista”.

VEJA O DESABAFO DO COMERCIANTE

Anúncio
Clique para comentar

Deixe um comentário!

Notícias

VÍDEO: Área de escape evita acidente com caminhão sem freio na BR-376

Foi no sábado (16). Veículo estava em alta velocidade

Publicado

no

Por

Câmeras registraram entrada na área de escape

O motorista de um caminhão evitou um acidente, que poderia ter graves consequências, ao utilizar a nova área de escape da BR-376, no trecho entre Guaratuba e Curitiba. O veículo estava sem freio e em alta velocidade.

Imagens das câmeras de monitoramento mostram o momento em que o caminhão sai da pista e recorre à área de escape, inaugurada na quinta-feira (14) na chamada Curva da Santa. O caso aconteceu na manhã de sábado (16).

VEJA O VÍDEO

Continuar Lendo

Notícias

Ex de Luana Piovani e Annita quase morre em competição de surfe (VÍDEO)

Resgate de Pedro Scooby foi dramático

Publicado

no

Por

Pedro Scooby, surfista

O surfista brasileiro Pedro Scooby passou maus momentos nesta semana em uma competição em Portugal. Enfrentando ondas gigantescas, ele perdeu a consciência em cima da prancha e se afogou.

Scooby ficou um tempo perdido embaixo da água e foi resgatado pelo alemão Sebastian Steudtner, que estava em um jet ski. O colega de competição o colocou para respirar com a ajuda de um cilindro de oxigênio e também o aqueceu com cobertores.

“Existem dois dias importantes na nossa vida. O dia que a gente nasce e o dia que descobrimos porque que a gente nasceu. Eu nasci pra isso! Minha gratidão para essas pessoas que me resgataram e cuidaram de mim. Deem valor à vida! Ela é mais frágil do que imaginamos e passa em um sopro. Ame mais e seja sempre grato! Só se vive uma vez!”, declarou o surfista, que ficou conhecido nacionalmente por seus relacionamentos com a atriz Luana Piovani e a cantora Annita.

VEJA O VÍDEO

Continuar Lendo

Notícias

Bebê de dois meses é salvo por policiais militares de Morretes

Havia se engasgado com o leite materno

Publicado

no

Por

Os policiais com o bebê e os pais

Na terça-feira (12), por volta das 16h45, uma equipe da Polícia Militar foi acionada pelo telefone de emergência 190 para prestar o pronto atendimento a uma mãe e seu bebê, de apenas dois meses, que havia se engasgado com o leite materno.

Na ligação, a mulher demonstrava muito nervosismo e não conseguia relatar aos policiais o local exato onde se encontrava, apenas conseguindo precisar o bairro Porto de Cima, em Morretes.

De posse dessa única informação referente ao endereço, a equipe composta pelos soldados Jhonata Jherondy Guênio e Robert Layo Pedroso começou a se deslocar com prioridade para o referido bairro, enquanto aguardava por maiores detalhamentos do endereço.

Já mais próximo do local da ocorrência, enquanto ainda se deslocavam, o motorista de um carro acenou para os policiais, que imediatamente pararam a viatura e verificaram que se tratava do pai do bebê, o qual encontrava-se com a criança no colo, já apresentando sinais de hipoxia (falta de oxigênio), como membros arroxeados.

MANOBRA DE HEIMLICH

No momento em que entrou em contato com os policiais, o pai, em ato de desespero, imediatamente entregou a criança nos braços do soldado Pedroso, que logo iniciou a manobra de Heimlich (considerado o melhor método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas), tentando a reanimação por alguns minutos no local, onde veio a sair um pouco de líquido (aparentemente leite). Porém, a criança ainda não apresentava reação.

Em vista disso, os policiais entraram na viatura, juntamente com a mãe do bebê, e iniciaram o deslocamento para o hospital.

Durante o trajeto, o soldado Pedroso continuou com a manobra de Heimlich, intercalando com massagem cardíaca e, após alguns minutos, a criança manifestou a primeira reação – um choro fraco, demonstrando que ainda lutava por sua vida, vindo aos poucos normalizar sua coloração graças ao retorno do oxigênio em seus pulmões.

Logo em seguida, a viatura chegou ao Hospital de Morretes, onde o bebê foi atendido pela equipe médica de emergência.

Posteriormente, o médico plantonista veio cumprimentar a equipe policial, relatando que o pré-atendimento prestado pelos policiais foi primordial para a garantia da vida do bebê.

Outro salvamento

Em 25 de setembro, também em Morretes, dois policiais militares salvaram uma bebê que, igualmente, estava engasgada com o leite materno. O Agora Litoral registrou:

PMs visitam bebê que salvaram em Morretes na semana passada

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.