Ligue-se a nós

Paranaguá

Unidade da Serraria do Rocha é referência para casos suspeitos de coronavírus

Espaço tem sala de espera isolada, quatro consultórios e aparelho de raio-x

Publicado

no

A unidade de saúde Domingos Lopes do Rosário, na Serraria do Rocha, é a unidade de referência para casos suspeitos de coronavírus em Paranaguá. É o local que realiza o acolhimento do paciente que apresenta sintomas como falta de ar, tosse e febre alta.

Durante o dia, antes de se dirigir à unidade na Serraria do Rocha, a pessoa deve procurar a sua unidade básica de referência. Lá o profissional médico fará uma avaliação do quadro e, se necessário, encaminhará o paciente com veículo da Secretaria Municipal de Saúde para a Unidade Domingos Lopes do Rosário.
A supervisora da unidade da Serraria do Rocha, Ghislaine Cristina, Corrêa explica que uma triagem é iniciada já na entrada do local.

“Se a nossa equipe de enfermeiros, técnicos de enfermagem e médico verificar que esse paciente não apresenta sintomas agravados, pedimos para que a pessoa realize o isolamento em casa”, informa ela. O acompanhamento domiciliar é realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde.

Por outro lado, a supervisora diz que, caso o paciente apresente sintomas agravados e que necessite de uma avaliação mais profunda, é acolhido e atendido pela equipe médica de plantão na unidade. Esses pacientes também são monitorados após a consulta.

“Atendemos cerca de 30 pacientes por dia e, conforme o quadro clínico, a Epidemiologia é notificada. A equipe vem até a unidade, estuda o caso e faz a coleta. Ela encaminha o material coletado para análise para confirmar ou descartar o caso. Até o momento não temos nenhum caso confirmado de coronavírus no município”, ressalta Ghislaine Cristina Corrêa.

24 HORAS
Desde segunda-feira (23), a unidade está trabalhando em regime de 24h diárias, inclusive aos fins de semana.

“Antes de entrar na unidade, os pacientes são orientados a usar o álcool em gel para higienização das mãos e pulsos, recebem máscara, passam pela triagem e são encaminhados para uma sala de espera isolada. Após, passam por outra triagem. A unidade também conta com aparelho de raio-x, tubo de oxigênio e quatro consultórios médicos”, detalha a supervisora.

Da PMP

Deixe seu comentário!

Paranaguá

GCM prende mulher por tráfico de drogas na Vila Santa Maria

Ação da ROMU foi na madrugada deste domingo.

Publicado

no

Por

Uma mulher de 20 anos foi presa, na madrugada deste domingo (9), por envolvimento com o tráfico de drogas em Paranaguá.

A ação da Guarda Civil Municipal ocorreu na Vila Santa Maria e ocasionou a apreensão de porções de crack e cocaína, além de balança de precisão e dinheiro.
Uma equipe da ROMU realizava patrulhamento pela Avenida Senador Atílio Fontana, por volta de 1h10, quando avistou alguns indivíduos em frente a um local conhecido como “Beco da Morte” – já denunciado por ser ponto de comercialização de entorpecentes.

Os suspeitos, ao perceberem a aproximação da viatura, fugiram para o interior do beco, mas os agentes da GCM foram atrás.

Durante as diligências, eles avistaram Ane Caroline Pereira dentro de um barraco, que se encontrava com a porta aberta.

Ao se aproximarem, os guardas civis perceberam que, em cima de uma mesa, havia uma balança de precisão e pedras de crack embaladas para a venda.

De imediato foi feita a abordagem no local e apreendidas 50 unidades do entorpecente. Dentro de uma bolsa, ainda foram apreendidas duas buchas grandes de cocaína, pesando 98 gramas, e a quantia de R$ 11.
Ao ser questionada sobre a procedência da droga, a jovem admitiu que estava comercializando no local onde foi abordada.

Diante dos fatos, Ane Caroline foi encaminhada para a Delegacia Cidadã de Paranaguá, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é preso após ameaçar a companheira com faca

Ele foi autuado conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Publicado

no

Por

A Polícia Militar foi acionada, na noite de sexta-feira (7), para dar atendimento a um caso de violência doméstica na Vila Cruzeiro, em Paranaguá.

A vítima foi uma mulher de 37 anos, que denunciou o companheiro, da mesma idade, por ameaçá-la com uma faca.

Por volta das 22 horas, uma equipe da PM se deslocou ao local da ocorrência. A mulher relatou que teve uma discussão com seu esposo e que, durante a confusão, ele lhe ameaçou de morte.

A vítima contou também que, na sequência, o companheiro foi até a cozinha, pegou uma faca e partiu para cima dela, apoiando a arma branca em sua barriga e fazendo novas ameaças.

O suspeito foi abordado no local e, no bolso de trás de sua bermuda, encontrada uma faca, que, segundo a vítima, seria a mesma utilizada para realizar as ameaças.

O casal acabou encaminhado ao plantão da Delegacia Cidadã, sendo o homem autuado em flagrante por ameaça e lesão corporal, conforme previsto na Lei Maria da Penha.

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem baleado em assalto foge do hospital

Ele não ficou nem 40 minutos no Regional e sumiu.

Publicado

no

Por

Um homem de 43 anos, ferido por um disparo de arma de fogo, na noite de quarta-feira (5), fugiu do Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, antes que pudesse receber os atendimentos necessários.

Ele tinha sido encaminhado para a unidade de saúde pelo SAMU, com um tiro na perna direita.

O atentado foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 22h20 da quarta-feira, na Rua 5 de Junho, bairro Costeira.

Na ocasião, uma equipe de Rádio Patrulha Auto (RPA) foi acionada para dar atendimento a uma ocorrência de roubo e, ao chegar no endereço, os militares encontraram o homem ferido.

Em suas declarações, Isaac Gomes relatou que dois indivíduos invadiram sua casa e anunciaram o assalto mostrando armas de fogo.

A vítima contou que os bandidos subtraíram a quantia de R$ 3 mil e dois telefones celulares e que, ao saírem da moradia, efetuaram três disparos de arma de fogo e um dos tiros o atingiu na perna.

Após o atendimento do ferido pelos socorristas, os policiais deram início ao patrulhamento pela região, mas não houve êxito na localização de suspeitos e a ocorrência foi encerrada.

FUGA

No entanto, na manhã de quinta-feira (6), a Polícia Militar foi chamada novamente para dar atendimento a outra ocorrência envolvendo o mesmo homem.

A solicitação foi feita por uma funcionária do Hospital Regional, informando que o paciente, que tinha dado entrado na noite anterior, ficou aproximadamente 40 minutos na casa hospitalar e acabou fugindo sem chamar a atenção.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.