Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Paranaguá

Rapaz é preso após assaltos em sequência

ELE ROUBOU DUAS PESSOAS NO CENTRO DA CIDADE

Agora Litoral
No início da madrugada de quarta-feira, 6, Alisson Aparecido Rederd, de 19 anos, foi preso acusado de envolvimento em dois assaltos em sequência na área central de Paranaguá. Com o rapaz, que é morador na Serraria do Rocha, foi recuperado o relógio de uma vítima e a bicicleta de outra.

Conforme a ocorrência, por volta da 0h30, uma equipe da PM estava em patrulhamento pela Rua Marechal Deodoro, quando um homem de 63 anos abordou a viatura, relatando que tinha acabado de ser assaltado. Ele contou que voltava do serviço e, próximo da Igreja Catedral, foi abordado por um grupo de rapazes, que lhe agrediram com socos e chutes e tomaram sua bicicleta de cor preta.

Imediatamente os policiais realizaram patrulhamento para localizar os autores do delito e acabaram encontrando Alisson detido por outro rapaz, o qual informou que o suspeito, junto com comparsas, tinha lhe assaltado momentos antes, levando seu telefone celular e relógio.

Na abordagem, os policiais verificaram que Alisson estava com o relógio roubado em seu pulso e com a bicicleta que havia sido tomada do idoso, minutos antes. O rapaz acabou reconhecido pelas vítimas, que informaram que ele estava acompanhado de mais três indivíduos para a prática dos crimes.

Os policiais realizaram patrulhamento pela região, mas os outros suspeitos não foram localizados. Durante a ação, ainda foi verificado que, para tentar fugir do rapaz que havia o detido, Alisson teria entregue um telefone celular diferente do seu, que, possivelmente, pode ser objeto de outro roubo.

Alisson já tinha antecedentes por roubo da época em que ainda era menor. Ele foi encaminhado à 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, junto com tudo que foi apreendido.

O rapaz foi autuado em flagrante pelos roubos e ficou recolhido no setor de carceragem local à disposição da Justiça.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios