Ligue-se a nós

Paranaguá

Prefeitura adquire 76 pistolas para a GCM

ARMAMENTO FOI APRESENTADO NESTA QUINTA-FEIRA

Publicado

no

Agora Litoral
Na tarde desta quinta-feira, 25, durante solenidade realizada no Teatro Rachel Costa, a Prefeitura de Paranaguá apresentou as novas pistolas que serão entregues aos Guardas Civis Municipais (GCMs) que realizarão o curso de armamento e tiro. A expectativa é oferecer capacitação, até o mês de julho, a 72 GCMs.

São pistolas Taurus, modelo PT59s, que auxiliarão os Guardas Civis Municipais no trabalho que exercem.
O prefeito Marcelo Roque salientou que a Prefeitura de Paranaguá quer uma cidade segura para todos, e, para isso, investe em segurança pública. “Além de equipar a Guarda Civil Municipal (GCM), temos nos preocupado em oferecer capacitação aos GCMs”, afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança (Semseg), é a terceira capacitação realizada para a GCM. As anteriores já formaram mais de 40 Guardas Civis Municipais. Durante o curso, serão abordados temas que vão desde a Legislação até ao manuseio e a manutenção das armas.

“Seguimos na contramão de outros municípios que pensam em desativar a guarda; aqui investimos em cursos e equipamentos. São cerca de R$ 7 milhões investidos na área até agora”
, enfatizou Marcelo Roque.

“Quando assumimos, encontramos a Guarda Civil Municipal desestruturada, e hoje podemos comemorar tantas conquistas para a segurança pública em Paranaguá. Vemos que a GCM tem atuado em toda a cidade em apoio aos demais segmentos da segurança, como Polícia Militar e Civil, com o intuito de proteger o cidadão. E os resultados são positivos, uma conquista para os moradores que têm o direito à tranquilidade”
, ressaltou o secretário de Segurança, sargento João Carlos Silva.
DEDICAÇÃO E GARRA
Na oportunidade, o comandante da Academia de Formação, GCM Márcio Feliciano, destacou a importância da dedicação de todos os participantes e o empenho de cada um nesse novo passo de crescimento profissional.

Solenidade foi no Teatro Rachel Costa

A comandante da Guarda Civil Municipal, Márcia Garcia, pediu garra aos companheiros de farda e lembrou a importância da união e do trabalho de todos por uma cidade mais segura.
Presentes ao evento, o delegado adjunto da 1.ª Subdivisão Policial, Dr. Nilson Diniz, e o chefe da Unidade de Segurança da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), major César Kamakawa, ressaltaram a parceria entre os órgãos de segurança.
Também participaram da solenidade, secretários municipais, veículos de comunicação, vereadores, representantes das polícias Civil e Militar, da Capitania dos Portos e do 8.º Grupamento do Corpo de Bombeiros e população em geral.

Da PMP
Anúncio
4 Comentários

Deixe um comentário!

Paranaguá

Dupla assalta loja de peças de moto no Jardim América

Antes de fugir eles atiraram para o alto

Publicado

no

Por

Dois homens portando armas de fogo praticaram um assalto em uma loja de peças de moto na região do Jardim América, em Paranaguá, na tarde de quarta-feira, 11. Os bandidos fugiram em um carro.

Por volta das 17h50, policiais militares estavam em patrulhamento pela Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, quando foram abordados pelo proprietário da loja, o qual informou que há poucos minutos seu estabelecimento teria sido roubado por dois indivíduos – cada um portando uma arma de fogo – e que posteriormente a dupla fugiu em um veículo de cor prata, levando dinheiro, celulares e outros objetos.

De imediato os policiais deram início às buscas, mas os bandidos conseguiram fugir, tomando rumo ignorado. Na fuga, os criminosos teriam feito disparos de arma de fogo, mas ninguém foi ferido.

Continuar Lendo

Paranaguá

Prefeitura renova convênio com o projeto “Porto Escola”

Projeto já beneficiou mais de 2.120 alunos

Publicado

no

Por

Assinatura aconteceu na tarde de terça-feira

A Prefeitura de Paranaguá renovou, na tarde desta terça-feira (10), o convênio com o projeto Porto Escola, que em 2019 já beneficiou 2.120 alunos do 5º ano da rede municipal.

O objetivo da ação pedagógica é capacitar professores e estudantes sobre a atividade portuária e sua importância social, econômica e ambiental para a cidade, para o Estado e para o país.

A assinatura do termo de cooperação mútua ocorreu no gabinete do presidente dos Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia da Silva, empresa pública responsável pelo projeto.

Participaram do ato, a secretária municipal de Educação, Vandecy Dutra, representando o prefeito Marcelo Roque, e o prefeito de Antonina, José Paulo Vieira Azim. Também estavam presentes o diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Ribeiro Santana, e os analistas responsáveis pelo projeto, Jaqueline Dittrich e Rafael Salles Cabreira.

Secretária Vandecy Dutra representou o prefeito

O prefeito Marcelo Roque destacou que é uma parceria “muito importante do porto com a Secretaria de Educação, que gera a oportunidade para nossas crianças entenderem um pouco do que é esta atividade”.

“É o quinto ano que estamos juntos e fico feliz por nossas crianças poderem tirar proveito disso. E também tendo um concurso (de desenho) ao final do projeto e o passeio de barco pela nossa baía. Essa integração é importantíssima”, comentou o prefeito.

Para o presidente dos Portos do Paraná a iniciativa segue diretrizes do governador Ratinho Júnior, buscando integração com a comunidade.

“Embora haja limitações legais que impedem a realização de maiores ações, quando há oportunidade, como o projeto Porto Escola, é um prazer nosso inserir a nova geração no contexto portuário, para que eles entendam nossa realidade e, quem sabe, desperte grandes e novos profissionais atuantes na área portuária do Paraná”, declarou Luiz Fernando Garcia da Silva.

Ainda conforme o dirigente portuário, “a falta de conhecimento da própria realidade dificulta um pouco”.

“Essa conscientização do que é o porto, do que representa, não só para a economia local, mas nacional, aquilo que o porto traz de benefício talvez compense o ônus. Nossa missão é diminuir o conflito porto-cidade, esse ônus que o porto traz, mas também ressaltar o bônus, que muitas vezes é esquecido”, completou o presidente Luiz Fernando.

De acordo com Vandecy Dutra é importante que os estudantes tenham contato com essa realidade portuária, que é bem parnanguara.

“Muitos pais dessas crianças trabalham com o porto e eles ficam naquela fantasia, sobre o que o fazem. Esse projeto traz as questões ambientais e a riqueza que o porto gera para o desenvolvimento de Paranaguá e do litoral”, comenta a secretária de Educação, que durante a cerimônia de assinatura recebeu da equipe dos Portos do Paraná placa com 13 desenhos de alunos da rede municipal vencedores de concurso do projeto Porto Cidade, que receberam como prêmio passeio de barco pela região portuária.

Atualmente o projeto Porto Escola beneficia estudantes de 38 unidades de ensino de Paranaguá. Desde 2015, quando foi iniciado, cerca de 9 mil alunos da rede municipal já participaram, tendo a oportunidade de conhecer as ações realizadas pelo porto, incluindo as que envolvem preservação ambiental. Também há participação de alunos da Escola Municipal de Educação Especial Professora Eva Cavani, e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas municipais Leôncio Correia e Graciela Almada Dias, na Ilha dos Valadares.

Da PMP 
Continuar Lendo

Paranaguá

Casa pega fogo no Porto Seguro após briga de casal (VÍDEO)

Os dois brigões fugiram após o incêndio começar

Publicado

no

Por

Incêndio foi na tarde de domingo

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar atenderam, na tarde de domingo (8), uma ocorrência, onde uma briga de casal resultou no incêndio de uma residência de madeira na Avenida Belmiro Sebastião Marques, bairro Porto Seguro, em Paranaguá.

Por volta das 16 horas, policiais militares da Rádio Patrulha do 9º Batalhão foram acionados para dar apoio aos bombeiros, que estavam em deslocamento para atender a casa que estava pegando fogo. No local, os militares foram informados por populares que houve uma discussão entre o casal que residia na casa e que o homem teria ateado fogo na moradia, fugindo em seguida.

Ninguém soube informar o nome do suspeito e nem o paradeiro da mulher, que teria saído do local quando o fogo começou e não foi encontrada. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.