Ligue-se a nós

Paranaguá

Homem acusado de jogar a filha de cinco meses no chão é preso

Menina foi levada para o Hospital Regional com lesões na cabeça

Publicado

no

A Polícia Civil prendeu em Paranaguá, na manhã de terça-feira (13/7), um homem de 32 anos acusado de jogar a filha de cinco meses no chão.

A prisão ocorreu no Hospital Regional do Litoral, para onde a criança foi encaminhada com lesões na cabeça que teriam sido provocadas pela violência do pai.

A delegada Maria Nysa Moreira Nanni, responsável pelo caso, informou que o homem está separado da mãe da menina e foi autuado pelos crimes de violação de domicílio, maus tratos com lesão corporal em desfavor da criança, vias de fato e constrangimento ilegal em contexto de violência doméstica.

“O indivíduo é muito violento com a ex-companheira e com a filha”, disse a delegada. Ela explicou também que a mãe da criança ainda sente muito medo do acusado e que já houve agressão em via pública e também histórico médico de outras lesões na criança. “O mesmo tipo de lesão observada no dia da prisão”, disse Maria Nysa.

De acordo com a delegada, para estabelecer um limite à escalada de violência e por haver crimes, a prisão em flagrante foi a medida adequada contra o suspeito. “Há pedido de medida protetiva tanto para a mãe quanto para a criança”, completou a delegada.

Delegada Maria Nysa

PRISÃO
Segundo a polícia, o suspeito – que reside na Ilha dos Valadares – foi preso no Hospital Regional do Litoral, para onde a criança tinha sido levada na manhã de terça-feira, 13.

Na ocasião, a Polícia Civil foi informada da situação pelo Conselho Tutelar e uma equipe, sob o comando da Maria Nysa, foi ao hospital. Lá receberam a informação que a criança tinha acabado de dar entrada na unidade com lesões na cabeça, que teriam sido provocadas pelo pai, acusado de jogar a filha no chão.

Durante a averiguação, foi apurado que a criança já havia sido levada para o Hospital Regional em outra ocasião com o mesmo tipo de lesões. À época, o hospital foi informado pela família que os ferimentos teriam sido provocados por uma queda.

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Procurado pela Justiça é flagrado com drogas no Parque Agari

Foi na noite de quinta-feira, na Rua Lisboa

Publicado

no

Por

Na noite de quinta-feira (16/9), agentes da Guarda Civil Municipal capturaram um foragido da Justiça, durante uma abordagem de rotina na cidade de Paranaguá. Com Gabriel Vitor Bahia Godoi, de 21 anos, ainda foram apreendidas nove buchas de cocaína.

A ação teve início por volta das 21 horas, quando uma equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) realizava patrulhamento pelo Parque Agari e, ao chegar na Rua Lisboa, desconfiou do comportamento de Gabriel, que estava em um veículo Parati.De imediato os agentes realizaram a abordagem e, na revista pessoal, no bolso do rapaz foi encontrado todo o entorpecente apreendido, totalizando 2,5 gramas, além de dinheiro miúdo. Na sequência, na verificação da identidade de Gabriel foi constatado que havia um mandado de prisão em seu desfavor, pelo crime roubo agravado.

Ao receber voz de prisão o rapaz ainda teria reagido, mas foi dominado e, após ser conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para avaliação médica, foi levado para a Delegacia Cidadã, para que fossem tomadas as providências necessárias.

O automóvel, por estar com a documentação irregular, acabou apreendido.

TORNOZELEIRA
Em 2019, Gabriel Vitor Bahia Godoi foi preso pela Polícia Militar, junto com outro comparsa, após assaltos em sequência em Paranaguá. À época ele estava usando tornozeleira. O Agora Litoral registrou:

Dupla é presa após sequência de assaltos em Paranaguá

Continuar Lendo

Paranaguá

Mulher volta para a cadeia após três dias em liberdade

Ela havia sido presa por tráfico de drogas no último dia 10

Publicado

no

Por

Na madrugada desta quinta-feira (16/9), na cidade de Paranaguá, agentes da Guarda Civil Municipal deram cumprimento a um mandado de prisão contra uma mulher que havia sido presa, semana passada, por tráfico de drogas e que estava em liberdade há três dias. Franciele Maria Pelegrini, de 34 anos, foi abordada quando se encontrava na Rua João Régis, imediações do Mercado do Peixe, no Centro Histórico.

Conforme a ocorrência, uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) estava em patrulhamento de rotina pela região, por volta da 1h40, quando avistou Franciele e um homem em atitude suspeita. Ao perceber a aproximação da viatura, o casal tentou fugir, mas foi abordado na sequência.

Com a dupla não foi encontrado nada de ilícito, mas ao ser verificada a identidade dos abordados foi constatado que os dois têm passagens pela polícia e que Franciele havia sido presa pela última vez no dia 10, quando foi flagrada na mesma região com pedras de crack.

Na sequência, os agentes verificaram que Franciele estava em liberdade desde o dia 13 e que, neste período, foi expedido um mandado de prisão de prisão contra ela, pela Vara de Execução em Meio Fechado de Paranaguá, devido a um processo pelo crime de roubo.

Diante da situação, o homem foi liberado no local e a mulher conduzida novamente para a Cadeia Pública, onde ficou recolhida à disposição da Justiça.

NOTÍCIA RELACIONADA

Mulher é presa com pedras de crack e dinheiro após abordagem de rotina da GCM

Continuar Lendo

Paranaguá

Homem é flagrado com mais de meio quilo de cocaína na Ilha dos Valadares

Ação da ROMU foi na tarde desta quarta-feira, após denúncia anônima

Publicado

no

Por

Luiz Adriano foi preso pela GCM

Na tarde desta quarta-feira (15/9), agentes da Guarda Civil Municipal prenderam um homem, de 34 anos, por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, na Ilha dos Valadares, em Paranaguá. Na abordagem, Luiz Adriano Almeida de Oliveira Teodoro foi flagrado com mais de meio quilo de cocaína.A prisão foi realizada por uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) que, por volta das 15 horas, foi solicitada pela Central de Comando Operacional (CCO), para averiguar uma denúncia anônima que relatava que um homem de casaco azul e portando uma mochila de cor preta, estaria vindo da região do “Beco do Óleo”, em direção ao local conhecido como “porto da batera”. Ele estaria transportando cocaína.

Seguindo as informações que foram repassadas, os agentes chegaram até Luiz Adriano e ao verificarem o que ele trazia na mochila, confirmaram a denúncia, encontrando dois sacos plásticos com cocaína, que totalizaram 575 gramas do entorpecente.Ao ser questionado sobre a procedência da droga, o suspeito relatou que havia pego o entorpecente no “Beco do Óleo” e que faria a entrega no “ponto da batera”, mas não informou nomes de outros envolvidos na situação.

Luiz Adriano recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia Cidadã, junto com o entorpecente, para a elaboração do flagrante.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.