Ligue-se a nós

Guaratuba

Polícia Militar prende mulher por tráfico com 72 pedras de crack

Equipe localizou a droga escondida em uma pilha de tijolos

Publicado

no

Drogas apreendidas pela PM

Uma mulher de 29 anos foi presa em flagrante por policiais militares da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) do 9º Batalhão da Polícia Militar, acusada de tráfico de drogas.

A detenção aconteceu na tarde de segunda-feira (9), após cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça.

Ela foi localizada na rua Matinhos, Bairro Mirim, no município de Guaratuba, por policiais militares apoiados por uma equipe do Canil do BOPE (Batalhão de Operações Especiais da PM).

Ao vasculharem o imóvel alvo do mandado, localizaram 72 pedras de crack, escondidas em uma pilha de tijolos no quintal da moradia.

A suspeita e os entorpecentes foram encaminhados à 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil para a elaboração do flagrante.

Deixe seu comentário!

Guaratuba

Rotam prende rapaz que vendia drogas pelo WhatsApp

Ele disse que fazia cerca de 10 entregas por dia

Publicado

no

Por

Material apreendido pela PM

Após uma abordagem na noite de sexta-feira (13), no bairro Piçarras, em Guaratuba, uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) apreendeu 440 gramas de maconha, 43 pontos de LSD, além de dois celulares e uma balança de precisão utilizada para pesar a droga.

Indagado, o abordado, um rapaz de 19 anos, relatou que faria a entrega para um terceiro. Relatou ainda que faz aproximadamente 10 entregas por dia, utilizando um aplicativo de celular para negociação e ajuste do local de entrega.

Diante dos fatos, o jovem, juntamente da droga e objetos apreendidos, foi encaminhado para a Polícia Civil de Guaratuba para ser colocado à disposição da Justiça.

Continuar Lendo

Guaratuba

Rapaz que fazia “disk drogas” é preso com ecstasy e maconha

Ele tinha também uma faca, balança de precisão e quase R$ 6 mil em dinheiro

Publicado

no

Por

Material apreendido pela PM

Policiais militares do 9º Batalhão prenderam, no início da noite de quinta-feira (12), um motociclista suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas em Guaratuba. Com ele foram apreendidos mais de dois quilos de maconha e 120 comprimidos de ecstasy.

A ação policial teve início por volta das 18h, durante patrulhamento de uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) em uma rua no centro da cidade, quando um motociclista mudou rapidamente seu trajeto ao avistar a viatura, gerando desconfiança nos policiais.

Diante da suspeita de algo ilícito, a equipe optou por realizar a abordagem. Durante a revista, foram encontrados na mochila do condutor, todo o entorpecente que foi apreendido, além de R$ 5.800,00, uma faca e balança de precisão utilizada para pesar drogas, duas correntes e um relógio.

Na abordagem, o suspeito, de 24 anos, assumiu a propriedade da droga relatando que fazia a comercialização via aplicativo de celular, realizando as entregas com a motocicleta.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao abordado, sendo encaminhado, juntamente da droga, dinheiro e objetos apreendidos, até a Delegacia de Polícia Civil de Guaratuba para a elaboração do flagrante.

Continuar Lendo

Guaratuba

Trinta e sete toneladas de peixes são apreendidos pelo Ibama

Ação ocorreu durante período de pesca proibida

Publicado

no

Por

Foto: Polícia Civil

Fiscais do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e equipes policiais apreenderam 37 toneladas de peixes que foram pescados no período de defeso em Guaratuba, no litoral do Paraná, na tarde desta terça-feira (10).

Conforme o Ibama, o desrespeito ao período do defeso é crime e quem for flagrado capturando a espécie entre 1º de março e 31 de maio pode ser punido com advertência, multas, apreensão do produto e até suspensão da embarcação.

Entre os peixes apreendidos estão camarões e diversos frutos do mar. O período de defeso existe para proteger a reprodução e a extinção da espécie.

Duas empresas foram autuadas por armazenar camarão sem declaração de estoque e por não apresentar o Registro Geral de Pesca (RGP).

Ninguém foi preso.

O produto foi doado ao programa de segurança alimentar Mesa Brasil e Fome Zero, do Serviço Social do Comércio (Sesc) no Paraná e de Santa Catarina.

Continuar Lendo
Anúncio