Luiz Carlos Pereira estava sumido desde 6 de janeiro

Agora Litoral
Luiz Carlos Pereira, de 54 anos, acusado de estuprar uma menina de 15 anos e de matar a mãe dela, Lúcia Cordeiro, de 39 anos, em Alexandra, Paranaguá, foi preso pela Polícia Civil neste domingo (4). Os policiais encontraram Luiz Carlos num barraco improvisado, às margens da BR-277, em Irati, a 257 km de Paranaguá. Ele estava desaparecido desde o dia 6 de janeiro.

Chefiada pelo delegado Nilson Diniz, a equipe de policiais trabalhou no caso desde o dia 12 de janeiro, quando o corpo foi encontrado em um matagal na região do Rio das Pedras, em Alexandra. Luiz Carlos fugiu até Irati usando uma bicicleta – que também teria sido utilizada para transportar o corpo da vítima até a mata onde foi escondido. No momento em que foi encontrado, o acusado estava cansado (por ter pedalado de Paranaguá a Irati) e sem alimentos.

CONFISSÃO

Após ser preso, Luiz Carlos Pereira admitiu aos policiais que matou Lúcia Cordeiro, com quem se relacionava, após uma discussão. Afirmou que ela teria tentado matá-lo. Disse ter esquartejado o corpo da amásia para escondê-lo. No entanto, ele não assumiu que teria estuprado a filha dela.

VEJA A CHEGADA DELE EM PARANAGUÁ

NOTÍCIA RELACIONADA

Encontrado corpo de mulher desaparecida há seis dias

>> Deixe sua opinião