Cleusa já está com a radiografia da arcada dentária de Andrielly

Agora Litoral com Massa News
A mãe da estudante Andrielly Gonçalves da Silva, de 22 anos, que desapareceu no início do mês de junho, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, não tem dúvidas de que o corpo encontrado na tarde da última sexta-feira (8) é da sua filha.

Cleusa Gonçalves pretende entregar no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, nesta segunda-feira (11), a radiografia da arcada dentária da jovem. Ela pegou o documento na manhã deste domingo com o dentista que atendia Andrielly. No entanto, a família não conseguiu entregar o documento porque a equipe responsável por esse setor não trabalha no fim de semana.

Para a família, a entrega do documento vai servir apenas para formalizar o reconhecimento do corpo que foi encontrado na tarde da última sexta-feira (8) na Estrada da Graciosa, em Morretes, no Litoral do Paraná. No sábado (9) uma tia de Andrielly reconheceu as roupas encontradas com o corpo e a tatuagem no braço esquerdo.

“Minha irmã foi até o local e reconheceu a roupa dela e a tatuagem. Não há nenhuma dúvida”, falou Cleusa Gonçalves. “Sempre dizia que queria encontrar minha filha, viva ou morta. Depois de ontem realmente encontrou, só que não da forma como a gente queria”, lamentou.

Além de entregar o documento no IML, Cleusa deve se encontrar nesta segunda-feira com responsáveis pela Corregedoria da Polícia Militar. A mãe da jovem está apreensiva depois da fuga de dois policiais do local onde está detido o principal suspeito pelo crime, o ex-marido de Andrielly e policial militar Diogo Coelho Costa.

>> Deixe sua opinião