Ação da GCM ocorreu na Vila São Vicente

Agora Litoral
Uma ação da Guarda Civil Municipal (GCM), na madrugada deste domingo (9) apreendeu uma arma de fogo, uma pequena porção de drogas e recuperou uma motocicleta furtada há dois anos em Paranaguá. Seis pessoas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil.

Uma equipe da ROMU passava pela Avenida Domingos Peneda, na Vila São Vicente, quando avisou algumas pessoas, em um táxi com as luzes apagadas, conversando com o piloto de uma Titan de cor azul. Os GCMs decidiram abordar o grupo. No interior do táxi estavam cinco pessoas.

Na revista, os agentes encontraram um revólver calibre 38 com numeração raspada e quatro munições intactas. Um dos passageiros do táxi, Julian Henrique Mathias do Carmo, de 18 anos, assumiu a propriedade da arma. Ele é morador do Jardim Guaraituba.

Um outro rapaz de 21 anos, que estava usando uma tornozeleira eletrônica, estava de posse de duas pedras de crack. Já com o condutor da motocicleta, com endereço em Guaraqueçaba, os GCMs encontraram uma pequena porção de maconha.

No táxi, além do motorista, de 40 anos, ainda estavam um adolescente de 17 e uma moça de 22, mas eles não portavam nada de ilícito.

Titan havia sido furtada em 2016

MOTO FURTADA
Ao consultarem a placa da Titan, os agentes da ROMU constataram que ela estava com alerta de furto, registrado em 2 de outubro de 2016. A motocicleta havia sido furtada da Colônia Marta, município de Paranaguá, logo após o proprietário ter estacionado em frente uma escola e se deslocado ao centro da cidade. Quando retornou, à noite, a moto não estava mais no lugar onde havia sido deixada.

Julian Henrique foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e ficou recolhido no setor de carceragem da 1ª Subdivisão Policial. O condutor da motocicleta, além de responder por porte de entorpecente, foi autuado por receptação, mas liberado após pagamento de fiança.

Já o rapaz que estava com tornozeleira eletrônica foi ouvido em Termo Circunstanciado (TC) por porte de entorpecente e liberado após assumir compromisso de comparecimento em audiência no Juizado Especial Criminal de Paranaguá.

>> Deixe sua opinião