Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Paranaguá

Detento é assassinado dentro da cadeia

ELE FOI ESPANCADO PELOS COMPANHEIROS DE CELA

Agora Litoral
Um detento foi morto na carceragem da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá na madrugada deste sábado (26). Rafael Carvalho Messias, de 18 anos, foi assassinado com golpes de estoque (arma improvisada) por companheiros de cela. O motivo do homicídio não foi esclarecido.

De acordo com o registro da ocorrência, por volta das 4 horas da madrugada os policiais civis ouviram barulhos de pancadas na parede que divide as celas com o setor de plantão, e posteriormente alguns gritos na galeria inferior do prédio. Imediatamente foram acionados os responsáveis pela carceragem e os plantonistas da Operação Verão, que foram averiguar o que estava acontecendo. A resposta dos detentos da ala inferior foi que um dos presos, Ednilson Cunha dos Santos, estaria “passando mal”.

Ao ser indagado, o detento que supostamente estaria com problemas de saúde relatou que o preso Rafael Carvalho Messias teria sido espancado por outros companheiros de cela e que provavelmente já estaria sem vida.

Após o relato, os plantonistas acionaram agentes do Departamento Penitenciário (DEPEN) em Matinhos e estes se deslocaram a Paranaguá para confirmar os fatos.

Com apoio da Guarda Civil Municipal foi feita a retirada dos presos da galeria inferior para um outro local e constatada a morte de Rafael Carvalho Messias, cujo corpo encontrava-se com diversas marcas de estoque e em decúbito dorsal (deitado de barriga para cima) no sanitário da cadeia.

Os agentes do DEPEN encontraram dentro da cela o estoque utilizado para assassinar Rafael. O preso Juliano Viana de Moraes assumiu a autoria do homicídio.

Após a perícia no corpo e no local pela Criminalística, o cadáver do rapaz foi recolhido pelo Instituto Médico Legal-IML.

Rafael morreu dois dias após ser preso

Rafael Carvalho Messias havia sido preso na manhã de quinta-feira (24) por uma equipe da Romu. Ele caminhava pela Rua Julia da Costa junto com um menor de idade. Os dois carregavam uma bateria furtada de um caminhão que se encontra apreendido quase em frente à Delegacia de Polícia.

É o quarto homicídio do ano em Paranaguá. Em todo Litoral do Paraná já são seis assassinatos em 2019.

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios