Ligue-se a nós

Política

Pioli rompe o silêncio e diz que a mentira virou verdade

Longe dos holofotes desde a eleição, André Pioli acredita que o eleitor foi enganado

Publicado

no

André Pioli não falava com a imprensa desde o resultado da eleição de 2016. (Fotos: Claudino Nunes/Agora Litoral)

Paranaguá, PR
Agora Litoral          EXCLUSIVO

Passados oito meses após ter ficado em segundo lugar na eleição para prefeito, o jornalista e empresário André Luiz Pioli Bernascki rompeu o silêncio. Apontado como favorito durante toda a campanha, André Pioli disse ter visto o maior estelionato eleitoral da história da cidade, onde todos se juntaram para denegrir a sua imagem, e que o povo foi enganado. “A mentira virou verdade e a verdade virou mentira”, afirmou.

Com novo visual, André Pioli concedeu entrevista exclusiva na redação do Agora Litoral na segunda-feira (26). Sem rodeios, Pioli revelou detalhes da eleição, analisou a atual gestão municipal, fez críticas à Câmara de Vereadores, cobrou agilidade do Ministério Público na apuração de denúncias e afirmou que jamais desistirá de Paranaguá e do seu sonho de fazer a sua cidade melhorar.

Agora Litoral – O que você fez nesses oito meses de recolhimento?

André Pioli – Cuidei da minha vida, da minha família, dos meus negócios, mas não fiquei longe de todos não. Continuei ajudando muita gente.

AL – Mas você sentiu a derrota…

Pioli – Fiquei decepcionado. Não acreditei no resultado da eleição. Ocorreu o maior estelionato eleitoral da história de Paranaguá.

AL – Como assim?

Pioli – Foi um somatório de coisas. Todos se juntaram para denegrir a minha imagem com mentiras e calúnias, inclusive com a divulgação de falsas informações, com o envolvimento direto do filho do candidato que ganhou, que hoje é secretário municipal, e o também atual secretário de Saúde que respondem inquérito na Polícia Federal, mas que não virou crime eleitoral, houve 250 chamados à Justiça Eleitoral por compra de votos, mas nenhum foi atendido; se chamava a polícia essa não atendia porque precisava da ordem do juiz. Enfim, coisas que não têm explicação.

AL – Você acredita então que foi prejudicado?

Pioli – E o povo enganado. Até a véspera da eleição eu estava 20 pontos na frente. Ao abrir as urnas eu estava dez pontos atrás… Tive negado um Direito de Resposta onde explicava que, ao contrário do que falavam, eu nunca tive qualquer envolvimento com a Lava Jato, que foi a maior mentira que pregaram sobre mim.

AL – Mas a Justiça Eleitoral pode negar um Direito de Resposta…

Pioli – Esse Direito de Resposta já estava concedido! O problema é que após ser entregue ao Juiz Eleitoral ele foi revogado inexplicavelmente, o que fez com que a mentira virasse verdade e a verdade virasse mentira.

AL – Você acredita então que o povo foi enganado com essas mentiras e calúnias a seu respeito?

Pioli – Foi, está e estará sendo enganado pelos próximos três anos e meio; isso se esse governo se mantiver, dado o grande número de denúncias de possíveis irregularidades.

AL – Mas isso não é discurso de quem perdeu a eleição e está ressentido até hoje?

Pioli – De jeito nenhum. No dia 1º de janeiro enviei mensagem ao prefeito Marcelo Roque desejando-lhe êxito e que cumprisse todas as promessas de campanha. Nesse período eu analisei a gestão. Após seis meses, infelizmente observo que o retrocesso continua, que as velhas práticas políticas persistem.

Pioli diz que a velha política está de volta em Paranaguá

Agora Litoral – Aproveitando o gancho, como você analisa o atual governo municipal?

André Pioli – Vejo um governo que impõe medo nos servidores públicos, que persegue as pessoas e todos aqueles que colocam a sua opinião a respeito de algo que a Prefeitura não esteja realizando corretamente. E o pior é que toda essa arbitrariedade tem o aval da maioria dos vereadores.

AL – A Câmara também te decepcionou?

Pioli – A maioria dos vereadores sim, infelizmente. Eles têm se omitido da sua principal função. Dão plenos poderes ao Prefeito, não fiscalizam. Não existe independência entre os poderes. Os dois irmãos (Marcelo Roque na Prefeitura e Marquinhos Roque na presidência da Câmara) estão dando as cartas de acordo com os seus interesses, e isso é prejudicial para a cidade.

AL – Bom, mas tem o Ministério Público…

Pioli – Mas não está tão rápido como era no governo anterior, onde praticamente engessou a Prefeitura. O Ministério Público não está observando muitas das irregularidades que estão acontecendo.

AL – E quais seriam essas irregularidades?

Pioli – Pra começo de conversa, esse é o governo da dispensa de licitação, e quando ocorre licitação parece um jogo de cartas marcadas. O Pregão das Festas Populares foi uma vergonha! Segundo consta, três empresas se uniram para enganar as outras empresas e se beneficiar da maioria dos lotes. Mas esse pelo menos já virou inquérito civil, apesar da denúncia ter sido formulada em 24 de fevereiro. Por isso falo da morosidade do Ministério Público em apurar essa e outras denúncias feitas pela imprensa.

AL – Mas nem tudo está tão ruim, segundo a opinião pública. O atual governo tem feito algumas benfeitorias e obras em Paranaguá…

Pioli – Cortesia com o chapéu dos outros. Todas as benfeitorias são herança dos governos anteriores: a iluminação a led da Avenida Coronel Santa Rita e a restauração da Estação Ferroviária já estavam pagas pelo ex-prefeito Kersten; só não houve tempo hábil dele iniciar as obras. O asfaltamento da Belmiro Sebastião Marques é uma obra do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que foi conseguida há anos pelo ex-prefeito Baka, que beneficiou o governo Roque/Kersten e beneficiará esse e talvez até o próximo. Não são conquistas do atual governo, apesar dele agir como se fosse.

Pioli lembra que obras do atual governo são herdadas dos antecessores

Agora Litoral – Pretende voltar pra TV?

André Pioli – Por enquanto não, talvez volte com outro formato de programa, até porque o atual prefeito virou repórter cidade. Vai aos bairros, tira selfie, mostra os problemas, mas, apesar do poder que tem, não resolve. Eu era apenas um repórter…

AL – Você se disse decepcionado com o resultado da eleição. Vai desistir da política? 

Pioli – Jamais desistirei de Paranaguá e do meu sonho de fazer a minha cidade melhorar. Sou muito grato aos 25.446 eleitores que confiaram a mim o seu voto. Tenho andado pela cidade agradecendo a cada família essa confiança e recebendo estímulo para continuar.

AL – Você será candidato a deputado em 2018?

Pioli – Provavelmente, até porque Paranaguá não pode ficar ausente do cenário político estadual e federal.

Agora Litoral – Obrigado pela entrevista. Suas considerações finais…

André Pioli – Quero aproveitar a oportunidade para reafirmar à população que não existe nenhuma verdade nas acusações que me fizeram na campanha eleitoral. Eram todos caluniando um único candidato. Nunca respondi nenhum processo. Nunca fui envolvido com a Lava Jato, sequer tive meu nome citado nessa ou em qualquer outra investigação. Muitos que falaram de mim – a mando dos seus chefes –, que se faziam de bonzinhos e me atacavam de tudo que é maneira na campanha eleitoral, já foram desmascarados. Até presos foram. Entre eles o que foi nomeado Assessor de Assuntos Governamentais do Prefeito e um dos doadores da sua campanha. Muitos já me encontraram na rua e se desculparam pelo que falaram. Outros reconheceram ter sido envolvidos politicamente e pediram até perdão pelos absurdos que falaram a meu respeito. Outros, é claro, esqueceram as mentiras que falaram porque ganharam um cargo comissionado. Mas, como o tempo é o senhor da razão, eu espero que a verdade prevaleça. E que o atual governo se endireite. Pelo bem de todos. Obrigado.

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Política

Paranaguá terá novo vereador quarta-feira

JOÃO MENDES ASSUME NO LUGAR DE MARCUS ROQUE

Publicado

no

Por

Agora Litoral
A cidade de Paranaguá terá novo vereador nesta quarta-feira (27). João Mendes Filho, do MDB, assume, na Câmara Municipal, às 19 horas, no lugar de Marquinhos Roque (PODEMOS), cassado por infidelidade partidária.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, na noite de segunda-feira (25), a perda do mandato de Marquinhos, que ocupava o cargo de presidente da Câmara de Vereadores.

A Justiça Eleitoral entendeu que a migração de Marquinhos Roque, do MDB para o PODEMOS, ocorreu sem justa causa, e que não havia nenhuma das hipóteses legais que autorizariam a troca de partido.

Marquinhos Roque perdeu o mandato

EXPERIÊNCIA
João Mendes Filho é servidor municipal há 37 anos. Ingressou no serviço público aos 17 anos, quando ainda era permitido, na função de contínuo (office-boy). Com o tempo exerceu diversos cargos até chegar à condição de secretário municipal de Administração, em duas gestões do ex-prefeito Mario Roque.

Em 2008, elegeu-se vereador, com 855 votos, para a legislatura 2009/2012. Na última eleição obteve 326 votos e ficou como primeiro suplente do MDB.

Com a saída de Marquinhos Roque do MDB ingressou com ação de infidelidade partidária, em 18 de maio de 2018, conquistando definitivamente o cargo após decisão do ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral, na segunda-feira, 25 de março.

MANDATO
Em entrevista ao Agora Litoral, João Mendes Filho disse que vai exercer o cargo “em defesa da cidade de Paranaguá”, através de projetos que possam atrair empresas e gerar empregos. Igualmente, prometeu lutar pelos funcionários públicos.

Perguntado sobre qual deveria ser sua postura na Câmara Municipal, afirmou que votará conforme sua consciência. “Os projetos do Executivo que eu considerar de interesse da comunidade terão meu voto”, adiantou.

Continuar Lendo

Política

MP ajuíza ação contra presidente da Câmara de Vereadores de Matinhos

SÓ EM 2018 FORAM GASTOS R$ 435 MIL EM DIÁRIAS

Publicado

no

Por

Agora Litoral
A 2ª Promotoria de Justiça de Matinhos, no Litoral paranaense, ajuizou nesta terça-feira (19), ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o presidente da Câmara Municipal, vereador Gerson da Silva Junior, o Dr. Gerson. A razão foi o pagamento excessivo de diárias em 2017 e 2018, contrariando recomendação administrativa emitida pelo Ministério Público do Paraná para que houvesse controle dos gastos com diárias.

De acordo com a ação, apenas em 2018, foram gastos quase R$ 435 mil em diárias – valor muito além do dispendido por Câmaras de Vereadores de municípios de porte aproximado, como Guaíra e Assis Chateaubriand. Além disso, afirma o documento, “vereadores e servidores da Câmara Municipal de Matinhos não fazem a prestação de contas quando do retorno das viagens, embolsando integralmente o montante das diárias”, um dos motivos que explicam “os gastos exorbitantes do Poder Legislativo com diárias”.

Na análise do mérito da ação, o MPPR requer a condenação do vereador Gerson às sanções da Lei de Improbidade, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, ressarcimento dos danos aos cofres públicos e pagamento de multa e de danos morais coletivos.

Liminarmente, pede que seja decretado o bloqueio de bens do presidente da Câmara Municipal de Matinhos em R$ 400 mil, para garantia de pagamento da multa em caso de condenação.

Continuar Lendo

Política

Marcelo faz balanço de dois anos e reafirma compromissos de campanha

PREFEITO DE PARANAGUÁ ABRIU ANO LEGISLATIVO

Publicado

no

Por

Agora Litoral
Na abertura do Ano Legislativo, na segunda-feira (4), o prefeito Marcelo Roque lembrou aos vereadores de Paranaguá algumas ações já promovidas pela prefeitura e afirmou que 2019 é o “ano chave” da sua administração, quando “muitos sonhos planejados em 2017 sairão do papel”. Ele também reafirmou compromissos feitos durante a campanha eleitoral.

Em seu discurso, o prefeito reforçou ainda as principais medidas adotadas no início da gestão, que, segundo ele, eram “necessárias para tirar a cidade da situação em que se encontrava”. Marcelo Roque enalteceu a arrecadação do Município através do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que, em 2018 superou o arrecadado em 2017. “Com isso, pudemos investir ainda mais em saúde, educação e segurança”, comentou.

O prefeito de Paranaguá pontuou as principais ações e investimentos realizados nos dois primeiros anos do seu governo.

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
“Tudo tem seu devido tempo”, disse ele, ao comentar sobre a estação ferroviária. “Em breve, ela será devolvida aos parnanguaras”, afirmou.

Marcelo recordou que, em 2017, a Prefeitura iniciou a reforma do cartão postal, mas esta foi abandonada pela empresa, que será penalizada. O prefeito anunciou que uma nova licitação para o término da obra da estação ferroviária está prestes a acontecer.

INFRAESTRUTURA URBANA
Segundo o prefeito, durante 2017 e 2018, a administração já bateu recorde de extensão de asfalto, se comparada a outras gestões. “São mais de 42 KM por toda Paranaguá. Quando você sai de casa, se depara com uma rua mais iluminada e segura. Quando você pega seu carro, sua moto, ou até embarca no ônibus, cruza pelos investimentos promovidos pela Prefeitura”, ressaltou.

De acordo com ele, os serviços de infraestrutura urbana têm diminuído os problemas da população, que conta com drenagem, meio-fio e calçamento. Marcelo Roque salientou que até o final da sua gestão Paranaguá estará com 100% de iluminação em LED. “Se em dois anos já fizemos 42 KM, sabemos que somos capazes de fazer muito mais”, destacou.

ILHA DOS VALADARES
O prefeito Marcelo Roque recordou que a última reforma na Passarela da Ilha dos Valadares foi realizada em 2001, quando era diretor de obras na gestão do ex-prefeito Mário Roque. Lembrou também que, na semana passada, a Prefeitura entregou a primeira fase da reforma da passarela que passou por serviços subaquáticos. “Naquele dia, anunciei a ampliação da passarela em mais 2 metros, com o intuito de oferecer mais segurança aos que a utilizam”, ressaltou.

SAÚDE
“Hoje temos uma administração muito mais próxima da população, com uma saúde muito melhor do que encontramos”, disse o prefeito ao começar a falar sobre as ações de saúde. “No início de 2017, a Prefeitura estava doente, com uma saúde caótica. No entanto, em dois anos, foram realizados quatro testes seletivos para contratar mais funcionários para atender toda a demanda. Hoje, o programa Estratégia Saúde da Família abrange 85% da população, contra os 19% do início da gestão”.

Além disso, a aquisição de 23 novos veículos (entre vans, micro-ônibus e automóveis) foi destacada pelo prefeito na sessão inaugural do ano legislativo parnanguara. “Contamos com mais de 40 médicos atuando nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A UBS da Ilha dos Valadares é 24h, e mais cinco UBS’s funcionam em horário estendido na cidade. Outras três unidades estão em construção – no Porto Seguro, Leblon e Ilha dos Valadares – além de uma, na Ilha do Mel, em Encantadas”, mencionou o prefeito.

Sobre a dengue e a febre-amarela, Marcelo Roque disse que a Prefeitura está no controle e no combate aos mosquitos transmissores. “Não podemos relaxar; a preocupação deve ser de todos nós”, declarou.

Sobre as reformas e manutenções nas Unidades de Saúde, o prefeito destacou que todas as unidades foram submetidas a obras para resolver problemas estruturais. O antigo prédio abandonado do CME é exemplo. Ele foi reformado e entregue à população, e hoje abriga a sede da Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap).

ERASTO GAERTNER EM PARANAGUÁ
No antigo prédio do CME é que será instalada uma unidade do Hospital de Oncologia Erasto Gaertner. “Hoje, 4 de fevereiro, é dia mundial de combate ao câncer, e relembro que já recebemos o CNPJ de funcionamento da unidade. O paciente não precisará mais ir até Curitiba. Só quem vive ou viveu isso sabe a importância que esse serviço terá em Paranaguá”, disse.

EDUCAÇÃO EXEMPLO
Outros estados do Brasil têm se baseado na educação municipal de Paranaguá, segundo o prefeito Marcelo Roque. Ele destacou o trabalho desempenhado pelos profissionais do magistério e lembrou do concurso público realizado na educação que contratou centenas de novos profissionais.

Entre 2017 e 2018, espaços abandonados foram reativados e revitalizados, além de novos terem sido inaugurados. É o caso do CMAE que atende professores e alunos em acompanhamentos com especialistas.

“Viramos matéria no Jornal Nacional quando retiramos do papel, depois de seis anos, o CMEI Denise Alboit, que se encontrava abandonado e com prazos extrapolados”, comentou o prefeito. A entrega do novo CMEI ajudou no desenvolvimento do bairro Jardim Iguaçu, junto ao novo asfalto, drenagem, infraestrutura e a chegada do Céu das Artes.

Além disso, Marcelo Roque afirmou que a Prefeitura honrou com todos os pagamentos dos profissionais da educação, já no início de 2019, os retroativos das elevações de nível e piso nacional com reajuste de 4,17%. Mais de 1.900 professores da Rede Municipal de Ensino foram beneficiados com a medida. “Estamos em dia com a educação, na contramão da economia do país e começando 2019 com o pé direito”, ressaltou o prefeito.

MEIO AMBIENTE
“A Secretaria de Meio Ambiente também tem feito a diferença”, destacou o prefeito aos representantes do povo na Câmara Municipal. Lembrou que os lixões a céu aberto foram substituídos pelas Praças de Bolso na cidade e que o atendimento veterinário itinerante e gratuito percorre todos os bairros em sua gestão. O prefeito de Paranaguá anunciou uma nova licitação que deixará a cidade mais limpa e abrangerá mais localidades com equipamentos exclusivos, inclusive nas Ilhas.

CELEIRO DE CAMPEÕES
Marcelo Roque enalteceu Paranaguá e disse que a Cidade Mãe do Paraná é um orgulho e que muita gente ‘veste a camisa da nossa cidade’. Ele observou também a implantação do Bolsa Atleta que tem beneficiado os profissionais do esporte. “Incentivamos e apoiamos os nossos atletas em suas carreiras”, acrescentou.

O prefeito contou que Paranaguá foi escolhida para sediar o Campeonato Sul-Americano de Karatê de 2020. “Disputamos com a cidade de Piumhi, em Minas Gerais, e ganhamos por 10×0. Não queremos apenas que o visitante saia daqui encantado com a nossa terra. Queremos muito mais do que isso. Queremos que eventos como esses tragam benefícios reais para os moradores”, comentou.

SEGURANÇA
“A Guarda Municipal está equipada”, afirmou Marcelo Roque. Falou das novas viaturas, coletes balísticos, pistolas e motocicletas. e também dos investimentos na capacitação da corporação com a implantação da Academia da Guarda e cursos. “Destaque para a Guarda Ambiental, Ronda Ostensiva, Departamento de Trânsito e a recentemente inaugurada Patrulha Maria da Penha que, com menos de uma semana de existência, já está atuando na defesa de direitos da mulher parnanguaras”, frisou o prefeito.

CULTURA E TURISMO
A Prefeitura criou a Festa do Caranguejo e o Amor de Natal, atraindo turistas com a chegada do verão. “Além disso, estamos fomentando ações culturais como é o caso do Mais Verão na Ilha do Mel, que conta com atividades recreativas e artísticas”, disse.

“Depois do anúncio de que o Robalos Rebeldes não faria mais o Paranaguá Motos, abraçamos o evento e o tornaremos uma festa municipal. Não vamos deixar que a tradição se perca”, acrescentou Marcelo Roque. Salientou ainda que o Município apoia e incentiva os mais de 29 eventos do Calendário Oficial anualmente.

TARIFA JUSTA
Marcelo Roque lembrou da intervenção decretada, em outubro de 2018, na empresa prestadora de serviço de água e esgoto em Paranaguá. Ele também recordou de alguns fatos determinantes como: a falta de justificativa para os valores cobrados atualmente na tarifa, os níveis de perda no abastecimento de água e a utilização do sistema de coleta de esgoto de maneira unitária. “Tudo isso foi baseado em um estudo técnico e encaminhado também ao Ministério Público”, defendeu o prefeito.

“Eu vou até o final dessa disputa pelo bem da população parnanguara, por uma tarifa justa e por um serviço de qualidade”, prometeu Marcelo Roque.

Primeira sessão do ano estava lotada

PROJETOS QUE SAIRÃO DO PAPEL
Na abertura do Ano Legislativo na Câmara Municipal de Paranaguá, Marcelo Roque também lembrou dos compromissos ainda assumidos em campanha (da própria Estação Ferroviária, Subprefeituras, Centro do Idoso, e a revitalização da Praça Mario Roque) e disse que tudo se realizará com o tempo.

“Foi uma longa caminhada até aqui e quero reafirmar a minha dedicação para os próximos dois anos de gestão a serviço da nossa cidade”, afirmou.

Por último, disse que deseja continuar “uma relação de trabalho, harmonia e respeito” com os vereadores. “Tenho a convicção de que compartilhamos objetivos comuns para o bem de Paranaguá”, disse, ao se referir à importante união dos poderes em prol da população.

Prefeito de Paranaguá falou aos vereadores e à população presente

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.