Ligue-se a nós

Polícia

Vídeo mostra execução de dois homens em posto de combustível de Curitiba

Polícia Civil diz que homicídios seriam “acerto de contas”.

Publicado

no

A execução de dois homens no interior de uma loja de conveniências em um posto de combustíveis no Centro de Curitiba seria um acerto de contas. A dedução é do delegado Thiago Nóbrega, que chefia a investigação dos dois homicídios, ocorridos no Centro de Curitiba no final da tarde de quinta-feira (11).

“É um pouco cedo para tirarmos conclusões, mas pelo que vimos nas imagens das câmeras, e com os documentos encontrados com uma das vítimas, deu pra entender que não foi uma tentativa de assalto. Realmente foi um homicídio premeditado”, disse o delegado.

“Acreditamos que houve um desacerto, provavelmente envolvendo agiotagem, sobre alguma dívida grande que estava sendo cobrada. Os indivíduos chegaram para tentar fazer um acerto de contas”, completou Thiago Nóbrega.
O advogado Igor Martinho Kaluff (foto), de 40 anos, foi uma das vítimas mortas a tiros no interior do posto, localizado na Avenida Vicente Machado esquina Brigadeiro Franco.

De acordo com o delegado Nóbrega, o advogado morto tinha registros em boletins de ocorrência como vítima de estelionatos envolvendo documentos e cheques com valores elevados. A outra vítima fatal do encontro teria sido assassinada provavelmente por ser testemunha da situação.

Câmeras de monitoramento registraram a execução dele e de outro homem ainda não identificado.

SUSPEITO PRESO
Um homem suspeito de estar envolvido no duplo homicídio foi preso na madrugada desta sexta-feira (12).

Segundo a Polícia Civil, ele foi preso em casa, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

A polícia não informou qual dos suspeitos que aparecem no vídeo foi preso.

Deixe seu comentário!

Polícia

Casal é preso em flagrante por tráfico de drogas em Pontal do Paraná

Ação da ROTAM foi sexta-feira na Vila Progresso.

Publicado

no

Por

Na noite de sexta-feira (10), policiais militares do 9º Batalhão prenderam um casal acusado de tráfico de drogas em Pontal do Paraná.

A ação foi realizada por uma equipe da ROTAM (Rondas Ostensivas Tático Móvel), na Rua São Miguel Arcanjo, na Vila Progresso.

Na ocasião, os militares realizavam patrulhamento de rotina quando avistaram dois homens e duas mulheres se comportando de forma suspeita.

Ao enxergarem a viatura, o grupo tentou se dispersar indo para direções opostas. Contudo, a ação dos PMs foi mais rápida.

Uma policial feminina deu apoio durante a averiguação pessoal nas abordadas. Com uma das mulheres, os policiais localizaram 20 pedras de crack, prontas para a comercialização.
CONFISSÃO
Indagada, a jovem de 22 anos relatou que ela e o seu cônjuge, de 20 anos, um dos homens abordados, estavam comercializando o entorpecente na região.

Em virtude do flagrante, o casal recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Pontal do Paraná onde ficou à disposição da Justiça.

Continuar Lendo

Polícia

Policial aposentado é assassinado em Pontal do Paraná

Corpo dele foi encontrado dentro de casa, em Ipanema.

Publicado

no

Por

O policial rodoviário federal aposentado Mauri José Stocco Carneiro, de 75 anos, foi assassinado em Pontal do Paraná.

O corpo do idoso foi encontrado embaixo de um colchão, em um quarto, dentro da casa onde morava sozinho, na Rua Mergulhão, no balneário Ipanema.

Mauri teria sido estrangulado com uma corda e atingido por diversos golpes, provavelmente de faca.

A descoberta do cadáver do policial ocorreu na tarde de quinta-feira (8) e foi feita por familiares dele, que haviam estranhado o sumiço e a falta de contato dele desde segunda-feira.

A última vez que Mauri Stocco Carneiro foi visto caminhando pela rua aonde morava foi na terça-feira (6).

Tudo indica que o policial aposentado tenha sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) já que, segundo os parentes, um televisor e outros objetos haviam desaparecido da residência da vítima.

Continuar Lendo

Polícia

Motoboy que era procurado pela Justiça é preso em Matinhos

Prisão ocorreu após denúncia anônima para o 190.

Publicado

no

Por

Em Matinhos, no Litoral do Paraná, policiais militares do 9º Batalhão prenderam, no início da noite de quarta-feira (8), um motoboy de 37 anos. Ele era procurado pela Justiça. A ação foi realizada após uma denúncia anônima por uma equipe de RPA (Rádio Patrulha Alto) da 2ª Companhia.

A informação dava conta sobre um indivíduo, conduzindo uma motocicleta Honda CG 150, de cor azul, de uma pizzaria conhecida no município, o qual estaria com mandado de prisão expedido em seu desfavor.

Os militares, munidos das características, realizaram patrulhamento por toda a região, até que, por volta das 21 horas, encontraram o suspeito transitando pela Rua Ribeirão Preto, no bairro Mangue Seco.

Realizada a abordagem e busca pessoal, nada de ilícito foi localizado com o suspeito. No entanto, após pesquisa no sistema de investigação policial, os militares encontraram o mandado de prisão expedido contra ele, por revogação de benefício, expedido pela 2ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, com validade até 2026.

Diante do fato, o motoboy – cujo nome não foi divulgado – recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a Delegacia Cidadã de Matinhos ficando à disposição da Justiça.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.