Ligue-se a nós

Polícia

Rotam prende dupla envolvida com o tráfico de drogas em Paranaguá

Foi na noite de sexta-feira, em dois endereços distintos

Publicado

no

Apreensão feita pela Rotam

Dois rapazes foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas, na noite de sexta-feira (19), na cidade de Paranaguá. A ação foi realizada por uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) em dois endereços distintos e resultou na apreensão de comprimidos de ecstasy, além de porções de maconha e dinheiro.

Marcel Eduardo da Silva Castro, de 21 anos, e Luan Henrique Cunha Marques, de 29, já tinham passagens pela polícia pelo mesmo motivo. Os dois foram encaminhados ao plantão da Delegacia Cidadã de Paranaguá, junto tudo que foi apreendido, e acabaram autuados em flagrante.

De acordo com a ocorrência, por volta das 19h45, os militares estavam em patrulhamento de rotina pela Rua Tocantins, na Vila Guarani, quando avistaram Marcel com um objeto na mão. Ao perceber que seria abordado, o rapaz fugiu para o interior de uma residência, tentando se desfazer do que que portava, lançando na direção da casa ao lado.

Rapidamente um dos policiais identificou o objeto como sendo um pacote com porções coloridas que, posteriormente, foram identificadas como 50 comprimidos de ecstasy. No mesmo instante outros policiais deram voz de abordagem a Marcel, mas ele não obedeceu e entrou na residência.

Logo depois Marcel foi abordado, e no cômodo onde estava foram encontrados mais 16 comprimidos de ecstasy, além de quatro buchas de cocaína, totalizando 1,3 grama, dois gramas de maconha e R$ 240 em espécie.

MAIS ECSTASY

Na sequência, os policiais descobriram que haveria mais drogas em outra residência, na Rua Aníbal Dias Paiva, Vila Paranaguá. Os policiais foram até lá e abordaram Luan Henrique, que, ao ver os policiais no local, tentou esconder um objeto no seu quarto. Ao ser verificado o que o jovem estava tentando ocultar, os militares encontraram mais 28 comprimidos de ecstasy.

Diante dos fatos, a Rotam encaminhou Marcel e Luan à delegacia, junto com tudo que foi apreendido, para a elaboração do flagrante. Na sequência os dois rapazes foram conduzidos para a Cadeia Pública de Paranaguá, onde ficaram recolhidos à disposição da Justiça.

HISTÓRICO CRIMINAL

Segundo o que foi apurado pela polícia, Marcel já tinha sido preso por tráfico de drogas no ano de 2018, e Luan Henrique em agosto de 2020. A suspeita é que os dois teriam parceria na venda das drogas que foram apreendidas.

NOTÍCIA RELACIONADA

PM apreende quase 25 kg de maconha e prende três por tráfico

Deixe seu comentário!

Polícia

Preso autor de feminicídio em Paranaguá

Ele estava escondido e pronto para fugir da cidade

Publicado

no

Por

Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos, foi preso horas após ter assassinado a ex-companheira Karine Rodrigues Lourenço, de 19, na tarde de quinta-feira (4/3), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. A prisão dele foi feita por equipes da Polícia Civil.

De acordo com a PCPR, depois de ter matado Karine com facadas ele teria se escondido em um manguezal no bairro Beira Rio e pretendia aproveitar a noite para fugir para Pontal do Paraná.

No momento da prisão, ainda segundo a Polícia Civil, Keldison estava no interior de um carro. Ele não ofereceu resistência à ordem de prisão.

O feminicídio praticado por Keldison chocou a comunidade de Paranaguá.

Continuar Lendo

Polícia

Jovem de 19 anos é morta a facadas pelo ex em Paranaguá

Foi na tarde desta quinta-feira no Jardim Social; criminoso fugiu.

Publicado

no

Por

Karine foi morta por Keldison

Uma jovem de 19 anos foi morta com facadas pelo ex-companheiro, na tarde desta quinta-feira (04/03), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. O feminicídio ocorreu no bairro Jardim Social.

Karine Rodrigues Lourenço estava na casa da irmã quando foi morta por Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos. Os dois tiveram um relacionamento, mas Keldison não aceitava a separação.

Com extensa ficha criminal, Keldison – que havia saído há pouco da cadeia – já teria agredido Karine em outras oportunidades e ameaçado que a mataria.

Na tarde desta quinta-feira, Keldison foi até a casa da irmã de Karine, na Rua 11 de Julho, e pediu para que ela saísse da residência para conversarem.

Em dado momento, após uma discussão, ele golpeou Karine com uma faca. As facadas acertaram o peito e a perna direita da ex-companheira.

Karine foi encontrada por familiares gravemente ferida e conduzida às pressas pelo SAMU para o Hospital Regional do Litoral, mas não resistiu aos ferimentos.

Após ferir mortalmente a ex, Keldison fugiu e não mais foi visto. A Polícia Militar fez buscas por toda região, mas até o fechamento dessa reportagem ele não havia sido encontrado.

MAIS DE 12 PRISÕES

Keldison tinha longo histórico criminal, onde constavam mais de doze prisões e pelos mais variados motivos, como roubo, associação para o tráfico de drogas, ameaça e até um feminicídio.

A prisão mais recente dele ocorreu em maio de 2020, quando ele tentou assaltar uma lotérica no centro da cidade armado com um canivete.

Rapaz é perseguido e preso após tentar assaltar lotérica no centro da cidade

Continuar Lendo

Polícia

ROMU prende homem que traficava crack no Centro Histórico de Paranaguá

Ação em apoio à PM foi no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima

Publicado

no

Por

André Santana (Foto: Claudino Nunes/AL)

Um homem acusado de tráfico de drogas foi preso por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), por volta de 9h45 desta quinta-feira (04/03), no Centro Histórico de Paranaguá. Com ele foram apreendidas porções de crack e dinheiro miúdo.

A ação foi realizada por uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), em apoio a uma equipe de Rádio Patrulha, em uma fiscalização e abordagem no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima, onde havia uma denúncia de venda de drogas.

André Lopes Santana, de 28 anos, carregava em sua cintura uma pochete contendo um pote com várias pedras pequenas de crack, que totalizaram 3,8 gramas, e também R$ 58.

André admitiu que estava comercializando a droga no local e alegou estar em situação de rua. Ele foi preso pela ROMU e encaminhado para a Delegacia Cidadã.

André Lopes Santana já havia sido preso outras vezes por tráfico de drogas. Uma em 2018 e a mais recente em 7 de janeiro de 2020.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.