Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Polícia

Presos em Antonina pai e filho acusados de tentativa de homicídio em Curitiba

ESTAVAM NO BAIRRO TUCUNDUVA

Agora Litoral
Pai e filho, acusados de uma tentativa de homicídio em Curitiba, em março deste ano, foram presos na manhã desta segunda-feira (16) em Antonina, no Litoral do Paraná.

Reginaldo Sabrino Travensoli, de 38 anos, e o filho dele, Vinicios Batista Travensoli, de 18, estavam escondidos em uma casa na Rua Euclides Lucas, 264, bairro Tucunduva.

Integrantes do serviço reservado da Polícia Militar chegaram até o local após uma denúncia anônima repassada pelo telefone 181.

Reginaldo e Vinicios não reagiram à abordagem e foram conduzidos à 7ª Delegacia de Polícia Civil de Antonina para o cumprimento dos mandados de prisão.

A tentativa de homicídio

Reginaldo e Vinicios são acusados de tentar matar um rapaz de 25 anos no mês de março deste ano, no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Porém, o crime não deu certo. A vítima sobreviveu e ajudou a polícia nas investigações.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) descobriu que eles montaram uma armadilha para atrair o rapaz.

A tentativa de assassinato aconteceu na Avenida Manoel Ribas, depois que o rapaz marcou um encontro pelo Facebook com uma mulher.

Na conversa, a mulher indicou um endereço para que houvesse um encontro. Só que ao descer da moto, o rapaz foi surpreendido por dois homens, um deles Reginaldo, que atiraram contra ele.

O rapaz, que foi baleado várias vezes, passou por diversas cirurgias, porque foi atingido em várias partes do corpo que poderiam ter sido letais, mas não morreu. E acabou ajudando a polícia a elucidar a autoria dos disparos.

MOTIVO
Conforme o que descobriu a DHPP, há pelo menos duas possibilidades de motivação para o crime.

A primeira delas estaria em torno de uma queima de arquivo, porque a vítima teria sido testemunha ou teria sabido que Reginaldo teria matado um amigo dele. A segunda possibilidade é que o crime seria motivado por disputa de ponto de tráfico.

Reginaldo havia sido preso em maio (Foto: arquivo)

PRISÃO EM MAIO
Reginaldo já havia sido preso em 15 de maio deste ano, em uma operação montada pela Polícia Civil. Ele estava em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, e foi autuado por tentativa de homicídio duplamente qualificada, pela emboscada e impossibilidade de defesa da vítima.

Não se sabe como Reginaldo estava solto, após ser preso na denominada “Operação Bateias” desencadeada pela Polícia Civil do Paraná.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios