Ligue-se a nós

Paranaguá

Polícia Civil investiga morte de mulher em academia de Paranaguá

Vítima de aneurisma cerebral, Luciane Pratezzi, de 32 anos, estaria fazendo dieta para ganhar massa muscular e tomando suplementos

Publicado

no

Paranaguá, PR
Agora Litoral

A morte de Luciane Pratezzi, de 32 anos, vítima de um aneurisma cerebral numa academia de ginástica de Paranaguá na tarde de segunda-feira (16), pode ter sido causada pela ingestão de componentes químicos utilizados para ganho de massa muscular.

Em vista disso, a Polícia Civil da cidade abriu inquérito para apurar as circunstâncias  em que ocorreu a morte dela.

O delegado Nilson Diniz explicou que, se realmente Luciane Pratezzi estivesse fazendo uso de algum medicamento prescrito por alguém que não tem habilitação técnica para tal, essa pessoa deverá responder por homicídio culposo.

O delegado esclareceu que são apenas hipóteses, já que foi ventilado que Luciane estaria fazendo dieta para ganhar massa muscular e utilizando suplementos alimentares.

A Polícia Civil pretende ouvir os familiares da vítima, e também as pessoas que se encontravam na academia no momento em que Luciane passou mal.

“Ainda é muito cedo para se dizer se existe a responsabilidade penal de alguém”, afirmou Nilson Diniz à rádio CBN Curitiba.

Ainda de acordo com o delegado, se de fato existir a responsabilidade de alguém no fato, essa pessoa será responsabilizada. Caso contrário, o procedimento será encaminhado ao Ministério Público para arquivamento.

COMOÇÃO

O falecimento de Luciane comoveu a população litorânea. Contudo, a possibilidade da morte da moça ter sido motivada pela ingestão de anabolizantes não é um fato isolado.

Dados do mercado de anabolizantes revelam que o número de usuários não para de crescer. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) indica que no Brasil, um de cada 16 estudantes adolescentes já fez uso desse tipo de hormônio.

É um número alarmante, de um submundo que envolve vendas em academias, laboratórios caseiros piratas, produtos falsificados no mercado vendidos pela internet e o consumo sem orientação médica.

Endocrinologistas consultados pelo Agora Litoral afirmam que os usuários ávidos por anabolizantes ignoram riscos de efeitos colaterais sérios, como tumores no fígado, impotência sexual, infarto, arritmias, derrame cerebral e até mesmo a morte.

ARMADILHA

Em busca da beleza escultural, homens e mulheres não têm limites. Injetam e ingerem substâncias que, aparentemente, seriam capazes de realizar verdadeiros milagres.

Se por um lado deixam o corpo aparentemente saudável num curto espaço de tempo, esses produtos funcionam como uma armadilha porque podem causar doenças graves e até mesmo a morte.

Num mundo globalizado, onde a informação é acessível a (quase) todos, alguns especialistas afirmam tentar convencer algumas pessoas sobre os riscos de anabolizantes e suplementos alimentares sem orientação médica. Em vão.

Não há comprovação de que Luciane Pratezzi tenha sofrido o aneurisma em consequência da ingestão de suplementos para ganhar massa corporal.

Porém, fica o alerta para quem busca a beleza a qualquer custo, principalmente os mais jovens.

Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paranaguá

Polícia Federal prende dois funcionários do TCP por tráfico internacional de drogas

Ação, nesta sexta-feira (14), apreendeu mais de 242 kg de cocaína

Publicado

no

Por

Droga apreendida pela PF

A Polícia Federal prendeu, na madrugada desta sexta-feira (14), no Porto de Paranaguá, dois funcionários do terminal de cargas (TCP) suspeitos de tráfico internacional de drogas.

Além das prisões, os federais também apreenderam 242,5 kg de substância com características de cocaína, acondicionados em tabletes que seriam enviados clandestinamente ao exterior.

A droga seria escondida pela dupla em contêineres destinados à exportação, possivelmente para o continente europeu.

Continuar Lendo

Paranaguá

Prefeitura envia projeto sobre reposição salarial dos servidores à Câmara

Executivo também encaminhou projeto que atualiza tabela salarial do funcionalismo.

Publicado

no

Por

A Prefeitura de Paranaguá enviou nesta quinta-feira (13/01) à Câmara Municipal, os anteprojetos de lei que preveem a reposição salarial por perdas inflacionárias aos servidores públicos e a atualização da tabela salarial do funcionalismo público do município.

Por conta da pandemia de Covid-19 e atendendo a Lei n.º 173 do Supremo Tribunal Federal (STF), o município não concede o reajuste assegurado à categoria desde 2020, quando a legislação passou a vigorar.

A reposição afetará todas as tabelas salariais, tanto do quadro geral de pessoal quanto o de profissionais da saúde. O reajuste de 6,71% compreende o período de maio de 2020 a abril de 2021, conforme o indicado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-IBGE).

Já a atualização da tabela de vencimentos salariais dos servidores municipais pode reenquadrar o funcionário sob novos padrões, visto a extinção da produtividade e a guia de responsabilidade técnica (GRT).

Conforme o controlador-geral, Dr.º Raul da Gama e Silva Luck, “a medida visa garantir percentuais de adicionais à produtividade técnica que seriam totalmente excluídas de acordo com o entendimento da Subprocuradoria Geral de Justiças para Assuntos Jurídicos do Ministério Público”.

A atualização da tabela aos servidores que possuem esses proventos representará um reflexo nas demais vantagens dos funcionários.

O Sindicato dos Servidores Municipais de Paranaguá (Sismup) esteve junto ao Executivo debatendo as propostas de reajuste e tabela salarial.

“Com diálogo e transparência é que as coisas têm saído do papel e se transformado em realidade para os servidores. Entendemos que o reajuste que repõe as perdas inflacionárias é um direito. Além disso, destaco a importância da atualização da tabela em um ganho real onde reflete no salário-base, assim como em todas as vantagens recebidas pelos servidores”, salienta Janete Passos.

“Importante lembrar que não estamos dando aumento, estamos fazendo a reposição inflacionária. Os servidores de Paranaguá não têm reajuste desde 2021. Uma ação que irá valorizar nossos trabalhadores”, comentou o prefeito Marcelo Roque.

Da Prefeitura de Paranaguá
Continuar Lendo

Paranaguá

Leite Júnior é o novo líder do governo Marcelo Roque na Câmara

Anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo próprio prefeito

Publicado

no

Por

Leite Junior com Marcelo Roque: desafio

O vereador Leite Júnior é o novo líder do governo de Marcelo Roque na Câmara Municipal de Paranaguá. O anúncio foi feito pelo próprio prefeito nesta quinta-feira (13/01).

O vereador, que no último ano defendeu importantes projetos na tribuna – como a implantação do programa Tarifa Zero – disse considerar a nova função como um desafio e prometeu manter o diálogo “mais afinado”.

“O meu papel é representar os interesses do nosso povo em defesa da nossa Paranaguá, em conjunto com o Poder Executivo”, ressaltou. Leite Junior substituirá Thiago Kutz, que ocupou a função nos últimos 12 meses.

“O vereador Leite Júnior tem empenho, dedicação e competência para dar continuidade ao trabalho que estamos desenvolvendo pela nossa população. Sabemos do seu esforço e articulação para a aprovação de projetos que beneficiam nossa cidade”, disse o prefeito Marcelo Roque durante as boas-vindas.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.