Ligue-se a nós

Polícia

Polícia Civil captura em Matinhos suspeito de homicídio em Curitiba

Homem estava foragido e foi capturado por policiais civis da Operação Verão Consciente

Publicado

no

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente, na manhã desta quinta-feira (31/12), em Matinhos, no Litoral do Paraná, um homem de 27 anos. Ele é suspeito de envolvimento num homicídio em Curitiba.

A PCPR agilizou uma rápida operação para capturar o então foragido após tomar conhecimento que ele teria saído de Curitiba para se esconder em Matinhos.

Os policiais civis monitoraram o veículo desde que saiu da Capital até chegar no local em que se esconderia em Matinhos, uma residência situada no bairro Bom Retiro.

Ele e o irmão, de 26 anos, são os principais suspeitos de matar o ex-presidiário Josiel Jean Gongora, de 32 anos.

O crime aconteceu na Rua Barão do Santo Ângelo, na região da Vila São Pedro, em local conhecido como ponto de encontro entre dependentes químicos, no dia 18 de junho de 2020, no bairro Xaxim.

O irmão já havia sido preso preventivamente pela PCPR no dia 28 de novembro deste ano, em um bar localizado no bairro Portão, na capital.

CRIME – Gongora foi morto com 14 tiros na cabeça em um ponto de tráfico de drogas. O irmão mais novo teria sido o autor dos disparos a mando do mais velho.

De acordo com as investigações, a vítima era usuária de crack e possuía uma dívida de R$ 150 com os suspeitos, referente a aquisição de drogas.

Deixe seu comentário!

Polícia

Preso autor de feminicídio em Paranaguá

Ele estava escondido e pronto para fugir da cidade

Publicado

no

Por

Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos, foi preso horas após ter assassinado a ex-companheira Karine Rodrigues Lourenço, de 19, na tarde de quinta-feira (4/3), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. A prisão dele foi feita por equipes da Polícia Civil.

De acordo com a PCPR, depois de ter matado Karine com facadas ele teria se escondido em um manguezal no bairro Beira Rio e pretendia aproveitar a noite para fugir para Pontal do Paraná.

No momento da prisão, ainda segundo a Polícia Civil, Keldison estava no interior de um carro. Ele não ofereceu resistência à ordem de prisão.

O feminicídio praticado por Keldison chocou a comunidade de Paranaguá.

Continuar Lendo

Polícia

Jovem de 19 anos é morta a facadas pelo ex em Paranaguá

Foi na tarde desta quinta-feira no Jardim Social; criminoso fugiu.

Publicado

no

Por

Karine foi morta por Keldison

Uma jovem de 19 anos foi morta com facadas pelo ex-companheiro, na tarde desta quinta-feira (04/03), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. O feminicídio ocorreu no bairro Jardim Social.

Karine Rodrigues Lourenço estava na casa da irmã quando foi morta por Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos. Os dois tiveram um relacionamento, mas Keldison não aceitava a separação.

Com extensa ficha criminal, Keldison – que havia saído há pouco da cadeia – já teria agredido Karine em outras oportunidades e ameaçado que a mataria.

Na tarde desta quinta-feira, Keldison foi até a casa da irmã de Karine, na Rua 11 de Julho, e pediu para que ela saísse da residência para conversarem.

Em dado momento, após uma discussão, ele golpeou Karine com uma faca. As facadas acertaram o peito e a perna direita da ex-companheira.

Karine foi encontrada por familiares gravemente ferida e conduzida às pressas pelo SAMU para o Hospital Regional do Litoral, mas não resistiu aos ferimentos.

Após ferir mortalmente a ex, Keldison fugiu e não mais foi visto. A Polícia Militar fez buscas por toda região, mas até o fechamento dessa reportagem ele não havia sido encontrado.

MAIS DE 12 PRISÕES

Keldison tinha longo histórico criminal, onde constavam mais de doze prisões e pelos mais variados motivos, como roubo, associação para o tráfico de drogas, ameaça e até um feminicídio.

A prisão mais recente dele ocorreu em maio de 2020, quando ele tentou assaltar uma lotérica no centro da cidade armado com um canivete.

Rapaz é perseguido e preso após tentar assaltar lotérica no centro da cidade

Continuar Lendo

Polícia

ROMU prende homem que traficava crack no Centro Histórico de Paranaguá

Ação em apoio à PM foi no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima

Publicado

no

Por

André Santana (Foto: Claudino Nunes/AL)

Um homem acusado de tráfico de drogas foi preso por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), por volta de 9h45 desta quinta-feira (04/03), no Centro Histórico de Paranaguá. Com ele foram apreendidas porções de crack e dinheiro miúdo.

A ação foi realizada por uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), em apoio a uma equipe de Rádio Patrulha, em uma fiscalização e abordagem no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima, onde havia uma denúncia de venda de drogas.

André Lopes Santana, de 28 anos, carregava em sua cintura uma pochete contendo um pote com várias pedras pequenas de crack, que totalizaram 3,8 gramas, e também R$ 58.

André admitiu que estava comercializando a droga no local e alegou estar em situação de rua. Ele foi preso pela ROMU e encaminhado para a Delegacia Cidadã.

André Lopes Santana já havia sido preso outras vezes por tráfico de drogas. Uma em 2018 e a mais recente em 7 de janeiro de 2020.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.