Ligue-se a nós

Polícia

Líder de facção criminosa gaúcha é preso em Caiobá

GUSTAVO DA SILVA DEPORTE, O “QUEIMADO”, ESTAVA EM MATINHOS

Publicado

no

Prisão do criminoso ocorreu na manhã desta sexta-feira em Caiobá.(Foto: Polícia Civil RS)

Agora Litoral
Foi preso na manhã desta sexta-feira (29) na praia de Matinhos, no litoral paranaense, Gustavo da Silva Deporte, de 43 anos, conhecido como Queimado. Ele é apontado como um dos quatro líderes de uma facção criminosa que atua no Rio Grande do Sul. O criminoso estava foragido desde março de 2016 e tem 33 anos de condenação – além de mais dois mandados de prisão por outros crimes.

Depois de sete meses de investigação e monitoramento, agentes da Delegacia de Capturas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam o suspeito que estava com a família no litoral paranaense. Foi montado um forte esquema de segurança para encaminhar Queimado ao Rio Grande do Sul, inclusive com uso de helicóptero. A ação foi coordenada pelo delegado Arthur Raldi.

O líder da facção estava residindo fora do país, mas frequentemente visitava a praia de Matinhos, como se estivesse de férias. Além disso, comprou um imóvel em Caiobá. O delegado Arthur Raldi destaca que Queimado tentou fugir no momento da prisão ao pular da janela da casa e se jogar para dentro de um fosso que dá acesso à garagem da residência. Ele não conseguiu escapar e foi imobilizado pelos agentes.

QUEM É QUEIMADO
Segundo a polícia, Queimado era um dos dois líderes da facção que ainda estavam foragidos. Outros dois já foram presos pela polícia. Os quatro são investigados por comandar o tráfico de drogas e de armas no Rio Grande do Sul e por dar ordens para execuções que terminaram em esquartejamentos gravados em imagens de vídeo.

O líder preso nesta sexta-feira em Matinhos tinha três mandados de prisão. Ele estava foragido desde que recebeu o benefício de prisão domiciliar no ano passado, e tem vários antecedentes criminais, como homicídio, roubo a estabelecimento bancário, roubo e clonagem de veículos e tráfico de drogas.

Queimado, em foto divulgada pela Polícia Civil gaúcha

Polícia

Família encontra corpo de rapaz que estava desaparecido em Paranaguá

Cadáver estava no Embocuí e parcialmente carbonizado

Publicado

no

Por

O corpo de Diezer Marcel Correia Del Corso (FOTO), de 21 anos, que estava desaparecido desde a madrugada desta sexta-feira (5) da Vila Santa Maria, foi encontrado no final da tarde de hoje no Embocuí, área rural de Paranaguá.

O achado do cadáver, parcialmente carbonizado, foi feito pela mãe do rapaz, que havia recebido uma informação de que o corpo do filho poderia ter sido levado para aquele local para ser desovado. Diezer teria sido morto na própria vila, logo após ter participado de uma festa.

NAMORADA
As informações repassadas para a Polícia Civil ainda terão que ser confirmadas, inclusive a de que a namorada de Diezer também estaria sumida.

Não se sabe o que teria levado à morte de Diezer Marcel Correia Del Corso. Apenas que ele tinha várias passagens pela polícia.

O corpo estava atrás do antigo Bailão do Marreco, no Embocuí. Diezer usava uma tornozeleira eletrônica. IMAGEM FORTE

HISTÓRICO CRIMINAL
Em outubro de 2021, Diezer foi capturado pela Polícia Militar após uma informação anônima de que um procurado pela Justiça estaria na Vila Santa Maria. À época, ao tentar fugir dos policiais, ele chegou a bater um carro blindado contra um muro.

Procurado pela Justiça é capturado após fuga alucinada pela Vila Santa Maria

Em setembro de 2020, Diezer foi preso pela Guarda Civil Municipal com vários tipos de drogas, resistiu à prisão, ofendeu a equipe da ROMU e ainda danificou parte da viatura.

GCM prende rapaz com crack, maconha, cocaína e LSD no Parque São João

Continuar Lendo

Polícia

Rapaz é preso com dinheiro, crack e cocaína em Pontal do Paraná

Ação da PM foi no balneário Olho D’água

Publicado

no

Por

Droga e dinheiro apreendidos pelos militares

Na cidade de Pontal do Paraná, policiais militares de Rádio Patrulha prenderam, na manhã de quinta-feira, 4, Kawe Julio Ribeiro Machado, de 23 anos, por envolvimento com o tráfico de drogas. Na abordagem houve a apreensão de porções de crack e cocaína, além de R$ 306 em dinheiro miúdo.

A OCORRÊNCIA: A ação policial teve início por volta das 11 horas, quando os militares estavam em patrulhamento por uma área de invasão no balneário Olho D’água e avistaram Kawe e outro homem em atitude suspeita.

Ao notarem a presença da viatura, correram para próximo de alguns barracos de madeira e Kawe dispensou um invólucro plástico na porta de um dos imóveis.

Em seguida parou de correr e acatou a voz de abordagem, enquanto o outro suspeito continuou fugindo e entrou em uma região de mata.

BOLSO DA CALÇA
Na busca pessoal ao abordado, foi localizado no bolso de sua calça, 11 pedras de crack embaladas para a venda e um pino, tipo Eppendorf, com cocaína, além da quantia de R$175 em dinheiro trocado e dois telefones celulares.

Na sequência, ao retornarem ao local onde Kawe havia dispensado um invólucro maior, foram encontrados encontrado mais 40 pedras de crack e a quantia de R$ 131,70. Durante as diligências, os policiais não conseguiram localizar o outro suspeito, mas ele acabou identificado através de um documento que teria derrubado durante a fuga.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência e Kawe conduzido à delegacia da Polícia Civil junto com tudo que foi apreendido para a elaboração do flagrante. O rapaz já tinha passagens pela polícia pelo mesmo delito.

Continuar Lendo

Polícia

Guarda Municipal detém pichadores no Centro de Paranaguá

Eles foram flagrados pelas câmeras do sistema de monitoramento da cidade

Publicado

no

Por

Dois rapazes foram detidos na noite de quarta-feira (3/8), depois de serem flagrados pelas câmeras do sistema de monitoramento da Secretaria Municipal de Segurança (Semseg) pichando paredes de diversas lojas e placas de trânsito na área central de Paranaguá.

De acordo com a ocorrência, por volta das 23 horas, uma equipe de Rádio Patrulha da GCM se deslocou até Avenida Gabriel de Lara, onde um agente da corporação conseguiu deter os dois suspeitos, de 18 e 20 anos, flagrados pelas câmeras de monitoramento e acompanhados, através de imagens, até serem abordados.

Na revista pessoal, os guardas civis encontraram várias canetas marca texto de diversas cores, utilizadas para fazer as pichações. Diante da situação, a dupla, com endereço no Jardim Eldorado e Jardim Guaraituba, foi encaminhada ao plantão da Delegacia Cidadã, junto com tudo que foi apreendido, para que fossem tomadas as providências necessárias.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.