Ligue-se a nós

Polícia

Irmãos são presos com armas e drogas em Morretes

Operação conjunta da PM e da PC foi na manhã desta sexta-feira

Publicado

no

Na manhã desta sexta-feira, 20, uma ação conjunta envolvendo equipes da Polícia Militar e Polícia Civil prendeu dois irmãos na cidade de Morretes, no Litoral do Paraná.

A ação foi realizada em cumprimento a um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça e resultou na apreensão de duas armas de fogo, além de drogas e dinheiro.

Tudo começou por volta das 7 horas, quando equipes da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel), juntamente de uma equipe da Polícia Civil e com apoio da ALI (Agência Local de Inteligência) do 9º BPM e PM2, deram início à ordem judicial deslocando-se até uma residência na Estrada do Candonga, bairro Rio Sagrado, onde havia, contra seu morador e outras pessoas, diversas denúncias no 181 (Disque Denúncia) sobre o crime de tráfico de drogas.

No local, os policiais abordaram Celio Rodrigues da Luz, de 41 anos, e apreenderam um revólver marca Taurus, calibre 38 com seis munições intactas, 18 munições calibre 38, 36 gramas de maconha e R$ 1.897 em diversas cédulas, além de dois dichavadores (triturador de fumo/erva) e um aparelho DVR, usado para fazer monitoramento por câmeras na residência.

Após essa abordagem, as equipes se deslocaram até uma residência próxima. Nesta casa, os policiais obtiveram êxito na abordagem de Zelio Rodrigues da Luz, de 39 anos, irmão do primeiro detido.

Foram localizadas no imóvel 68 pedras de crack, sete invólucros contendo maconha e um cigarro da mesma droga. O abordado ainda relatou haver mais uma arma, uma espingarda calibre 32, a qual foi localizada posteriormente, sem munições, na primeira residência abordada.

Diante dos fatos, os dois irmãos, juntamente das armas e drogas apreendidas, foram encaminhados para a delegacia de Morretes e deverão responder pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Deixe seu comentário!

Polícia

Homem é executado a tiros e mulher e criança também são atingidas em Pontal

Foi na noite de segunda-feira (30/11), no balneário Monções

Publicado

no

Por

Fabio foi morto com nove tiros

Um homem foi executado a tiros no balneário Monções, em Pontal do Paraná, na noite de segunda-feira (30/11). A mulher dele e a filha dela também foram atingidas pelos disparos. Os autores dos crimes foram presos pela Polícia Militar.

Segundo informações, os atiradores teriam chegado na residência, localizada na Rua das Monções, em uma Saveiro de cor branca dizendo ser da “polícia” e imediatamente começaram a disparar contra os moradores.

Fabio Nogueira da Silva Junior, de 22 anos, foi atingido por nove disparos e morreu na hora. A mulher dele, Larissa Waléria Leite Nunes Ribeiro, de 20 anos, também foi ferida por dois tiros: um na mão e outro no ombro. A filha dela, uma menina de sete anos, foi alvejada com um tiro nas costas.

As duas foram encaminhadas por vizinhos ao Pronto Socorro de Praia de Leste e, posteriormente, ao Hospital Regional do Litoral em Paranaguá, onde foram atendidas e não correm risco de morte.

Outras duas pessoas estavam na residência, mas não foram alvejadas pelos atiradores.

CARRO INCENDIADO

Os autores dos disparos fugiram e, em seguida, atearam fogo na Saveiro, na rodovia Máximo Jamur (PR-412), ainda no balneário Monções.

PRISÕES

Graças ao trabalho da Agência Local de Inteligência (ALI), os supostos autores do homicídio e das tentativas de homicídio foram identificados.

De posse dessas informações e com uma fotografia enviada pela ALI, os militares foram até o PS de Praia de Leste e confirmaram com as vítimas que o homem da foto seria um que invadiu a residência e disparou contra Fábio, Larissa e a menina.

Após a confirmação, a Agência Local de Inteligência conseguiu localizar o possível local onde estariam escondidos os atiradores e uma equipe da Rotam foi até o endereço.

Na abordagem os militares encontraram Joede Gonçalves Belon, de 28 anos, que estava na casa juntamente com a esposa e um filho de quatro anos, além de Elias Faria de Araujo, de 26 anos, cujas características batiam com a do segundo atirador – fato também confirmado pelas vítimas dos disparos.

No interior da residência, a equipe da Rotam localizou 29 projéteis de pistola calibre 40, 13 munições de calibre 9mm e oito de calibre 380, além de R$ 12.600 escondidos no guarda-roupas e na estante da sala.

Em um celular apreendido na casa os militares encontraram várias fotografias de armas com calibre idêntico aos usados no homicídio de Fábio Nogueira da Silva Junior.

Joede Gonçalves Belon e Elias Faria de Araújo – que tinha mandado de prisão em aberto por roubo agravado – foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Matinhos.

Continuar Lendo

Polícia

Após denúncias, PM prende homem por tráfico de drogas em Antonina

Prisão ocorreu na noite de sábado (28), no bairro Batel

Publicado

no

Por

Na noite de sábado, 28, policiais militares do 9º Batalhão prenderam um homem por tráfico de drogas na cidade de Antonina. A ação policial ocorreu após denúncias sobre o comércio de entorpecentes no bairro Batel.

Conforme informado pela PM, por volta das 20h45, uma equipe da ALI (Agência Local de Inteligência) do 9º BPM foi averiguar as informações e constatou a veracidade dos fatos.

Em seguida, foi solicitado apoio para uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel), a qual obteve êxito na abordagem ao suspeito no local denunciado.

Durante a revista, foram localizados no bolso do abordado dois invólucros de plástico. Um contendo 13 pedras de crack e outro com 11 porções de cocaína e uma porção de pasta base da mesma droga. Ainda foi apreendida a quantia de R$ 33 em várias cédulas.

Diante dos fatos, o homem, de 47 anos, foi encaminhado para o plantão da 7ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Antonina, juntamente com as drogas apreendidas, para a elaboração do flagrante.

Continuar Lendo

Polícia

Homem é preso após matar o ex-amante com golpes de faca em Pontal do Paraná

Foi na noite de domingo (29), no balneário Ipanema

Publicado

no

Por

Na noite de domingo (29), uma equipe policial militar RPA (Rádio Patrulha Auto), da 2ª Companhia do 9º BPM, foi acionada para deslocar até a Rua Itaporanga, no Balneário Ipanema, município de Pontal do Paraná, para averiguar uma situação de violência doméstica.

Conforme informações preliminares, uma mulher estava sendo agredida pelo seu companheiro no endereço e, graças aos pedidos de socorro, vizinhos ligaram para o 190 e solicitaram a presença da polícia.

Os militares foram ao local e, chegando no endereço, se depararam com Mateus Soares de Lima Trangueira, de 19 anos, caído em frente à residência. Ele estava desacordado, com sinais vitais, mas apresentava um trauma penetrante na altura do tórax. O ferimento havia sido causado por arma branca.

Diante da gravidade da situação, os policiais acionaram uma ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Porém, quando os profissionais da saúde chegaram ao endereço, a vítima já estava morta.

Nesse momento, Gilson Rodrigues da Silva, de 42 anos, saiu da casa e se apresentou como sendo o autor do crime.

Gilson – que é conhecido por “Priscila Silva” – relatou que, no passado, manteve um caso amoroso com Mateus e que, minutos antes, durante uma briga, para se defender de agressões (chutes e socos), pegou uma faca e desferiu o golpe que resultou na morte do ex-amante.

Faca usada no homicídio

Como consequência da ação, Gilson/Priscila recebeu voz de prisão por homicídio simples e, posteriormente, foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil de Ipanema, a fim de ser colocado à disposição da Justiça.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.