Ligue-se a nós

Polícia

Em menos de 24 horas dois são presos com dinheiro falso em Pontal do Paraná

Ações da PM foram na segunda-feira (18) e terça (19)

Publicado

no

Policiais militares atuantes na Operação Verão na cidade de Pontal do Paraná, prenderam, em menos de 24 horas, dois homens acusados do crime de moeda falsa. Com eles foram apreendidos mais de R$ 1.500 em réplicas de real.

Uma das ações ocorreu na terça-feira, 19, quando os policiais da subárea I abordaram um indivíduo em atitude suspeita no balneário Praia de Leste. Na busca pessoal encontraram duas cédulas de R$ 100 com indícios de falsificação.

Ao conferirem as cédulas que estavam com o homem, com informações de outras notas falsas apreendidas pela Polícia Militar anteriormente no mesmo município, foi constatado que os números de série eram idênticos.

O homem foi preso pelo crime de moeda falsa e apresentado na delegacia da Polícia Federal, em Paranaguá, que detêm a competência legal para apuração desse tipo de crime.

MAIS UM

Na tarde de segunda-feira, 18, outro homem havia sido preso no município de Pontal do Paraná após realizar pagamentos em dois estabelecimentos comerciais com notas falsas.

Os comerciantes desconfiaram da autenticidade das cédulas e acionaram a Polícia Militar, informando as características do autor, que foi localizado e preso pelas equipes.

Em posse dele foram encontradas 15 cédulas falsas, que foram apreendidas.

O crime de moeda falsa é tipificado no Art. 289 do Código Penal, e consiste em fabricar ou alterar moeda metálica ou papel-moeda. A pena é de reclusão de três a doze anos, e multa. Também incorre no mesmo crime quem importa ou exporta, adquire, vende, troca, cede, empresta, guarda ou introduz em circulação moeda falsa.

Deixe seu comentário!

Polícia

Preso autor de feminicídio em Paranaguá

Ele estava escondido e pronto para fugir da cidade

Publicado

no

Por

Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos, foi preso horas após ter assassinado a ex-companheira Karine Rodrigues Lourenço, de 19, na tarde de quinta-feira (4/3), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. A prisão dele foi feita por equipes da Polícia Civil.

De acordo com a PCPR, depois de ter matado Karine com facadas ele teria se escondido em um manguezal no bairro Beira Rio e pretendia aproveitar a noite para fugir para Pontal do Paraná.

No momento da prisão, ainda segundo a Polícia Civil, Keldison estava no interior de um carro. Ele não ofereceu resistência à ordem de prisão.

O feminicídio praticado por Keldison chocou a comunidade de Paranaguá.

Continuar Lendo

Polícia

Jovem de 19 anos é morta a facadas pelo ex em Paranaguá

Foi na tarde desta quinta-feira no Jardim Social; criminoso fugiu.

Publicado

no

Por

Karine foi morta por Keldison

Uma jovem de 19 anos foi morta com facadas pelo ex-companheiro, na tarde desta quinta-feira (04/03), em Paranaguá, no Litoral do Paraná. O feminicídio ocorreu no bairro Jardim Social.

Karine Rodrigues Lourenço estava na casa da irmã quando foi morta por Keldison Wualan Lourenço, de 25 anos. Os dois tiveram um relacionamento, mas Keldison não aceitava a separação.

Com extensa ficha criminal, Keldison – que havia saído há pouco da cadeia – já teria agredido Karine em outras oportunidades e ameaçado que a mataria.

Na tarde desta quinta-feira, Keldison foi até a casa da irmã de Karine, na Rua 11 de Julho, e pediu para que ela saísse da residência para conversarem.

Em dado momento, após uma discussão, ele golpeou Karine com uma faca. As facadas acertaram o peito e a perna direita da ex-companheira.

Karine foi encontrada por familiares gravemente ferida e conduzida às pressas pelo SAMU para o Hospital Regional do Litoral, mas não resistiu aos ferimentos.

Após ferir mortalmente a ex, Keldison fugiu e não mais foi visto. A Polícia Militar fez buscas por toda região, mas até o fechamento dessa reportagem ele não havia sido encontrado.

MAIS DE 12 PRISÕES

Keldison tinha longo histórico criminal, onde constavam mais de doze prisões e pelos mais variados motivos, como roubo, associação para o tráfico de drogas, ameaça e até um feminicídio.

A prisão mais recente dele ocorreu em maio de 2020, quando ele tentou assaltar uma lotérica no centro da cidade armado com um canivete.

Rapaz é perseguido e preso após tentar assaltar lotérica no centro da cidade

Continuar Lendo

Polícia

ROMU prende homem que traficava crack no Centro Histórico de Paranaguá

Ação em apoio à PM foi no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima

Publicado

no

Por

André Santana (Foto: Claudino Nunes/AL)

Um homem acusado de tráfico de drogas foi preso por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), por volta de 9h45 desta quinta-feira (04/03), no Centro Histórico de Paranaguá. Com ele foram apreendidas porções de crack e dinheiro miúdo.

A ação foi realizada por uma equipe da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), em apoio a uma equipe de Rádio Patrulha, em uma fiscalização e abordagem no Mercado Municipal Nilton Abel de Lima, onde havia uma denúncia de venda de drogas.

André Lopes Santana, de 28 anos, carregava em sua cintura uma pochete contendo um pote com várias pedras pequenas de crack, que totalizaram 3,8 gramas, e também R$ 58.

André admitiu que estava comercializando a droga no local e alegou estar em situação de rua. Ele foi preso pela ROMU e encaminhado para a Delegacia Cidadã.

André Lopes Santana já havia sido preso outras vezes por tráfico de drogas. Uma em 2018 e a mais recente em 7 de janeiro de 2020.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.