Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Polícia

Dois são apanhados após arrombarem loja no centro histórico de Paranaguá

ESTAVAM LEVANDO TVS E CELULARES

Agora Litoral
Um homem foi preso e um menor apreendido, na madrugada desta sexta-feira (1º), após arrombarem uma loja no Centro Histórico de Paranaguá. Com a ajuda de outros dois que conseguiram fugir, eles estavam fazendo a limpa no estabelecimento. O alvo eram televisores e aparelhos celulares.

Assim que foi acionada pelo Copom, próximo das 4 horas da madrugada, uma equipe da Polícia Militar deslocou-se para a Rua 15 de Novembro, local onde uma filial das Casas Bahia teria sido arrombada.

Ao aproximar-se da loja que estaria sendo furtada, os militares visualizaram um automóvel Seat Ibisa, de cor amarela, placas AMP-4003, com dois homens em seu interior. O veículo estava funcionando e com os faróis ligados.

Assim que a equipe PM deu voz de abordagem, outros dois homens que estavam colocando televisores no porta-malas do veículo saíram correndo – um deles vestindo moleton claro e outro um moleton escuro. Os dois estavam com os rostos cobertos pelos capuzes das vestimentas.

Uma viatura que estava em apoio à ocorrência foi à procura dos dois homens que haviam fugido, enquanto a primeira equipe dava voz de prisão aos que estavam no interior do carro em frente à loja arrombada.

Os suspeitos acabaram fugindo, não sem antes um deles – que estava escondido em uma árvore – apontar uma arma contra um policial militar e este revidar com um tiro. Não bastou. Os dois, que seriam moradores do Jardim Iguaçu, acabaram tomando rumo ignorado.

Celulares que estavam sendo levados pelos bandidos
Polícia Militar também recuperou televisores

CONFISSÃO
Após verificarem que a porta da loja de departamentos estava arrombada, e que uma marreta havia sido utilizada na ação do grupo, os policiais militares ouviram do homem que dirigia o carro, identificado como Allan Stefan Dias Garvin Theodoro, de 22 anos, morador no bairro Rocio, que ele e o menor de 17, residente na Vila Marinho, estavam ajudando os homens que fugiram a furtar a loja. Eles também informaram o nome dos suspeitos que fugiram e indicaram que esses seriam moradores do bairro Jardim Iguaçu.

No automóvel, os PMs encontraram sete celulares e duas TVs, além de uma toca balaclava (ninja), uma chave de fenda e roupas que pertenceriam aos homens que conseguiram fugir.

SEQUESTRO
Acredita-se que os mesmos homens que fugiram possam ter sido responsáveis pelo sequestro do vigilante de um posto de combustíveis na Rua da Praia, ocorrido também na madrugada desta sexta-feira e logo após a ação policial na loja furtada.

O vigilante disse que foi rendido por dois homens – um deles portando um revólver –, amarrado e colocado no interior de um Fiat Uno de cor branca, que se deslocou até o Jardim Iguaçu. Naquele bairro, os sequestradores o libertaram e mandaram ele correr.

O vigilante contou aos policiais que só conseguiu ligar para o 190 após uma pessoa que estava na rua em que ele foi libertado cortar o cadarço que lhe prendia as mãos. Ao que tudo indica, os homens queriam manter o vigilante como refém para negociação, caso fossem abordados pela Polícia Militar.

CIRCUITO INTERNO
Após examinarem as imagens internas do estabelecimento comercial, os policiais constataram que, ao contrário do afirmado, Allan Theodoro também esteve no interior da loja e participou ativamente da ação delituosa.

Todos foram encaminhados para a 1ª Subdivisão Policial para as providências cabíveis.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios