Ligue-se a nós

Polícia

Disfarçado de idoso, ex-funcionário é preso ao tentar assaltar banco em SC

FALSO “VOVÔ” É DE CURITIBA

Publicado

no

Agora Litoral
Um homem fantasiado de idoso tentou assaltar uma agência bancária em Jaraguá do Sul, no interior de Santa Catarina. O caso aconteceu no começo da tarde de segunda-feira (12), no centro da cidade.

Segundo a polícia, Alexis Schirmer, de 36 anos, era ex-funcionário da agência. “Ele passou cinco anos trabalhando como caixa, mas se desligou do banco há cerca de um ano”, disse o delegado regional de Jaraguá do Sul, Fabiano Silveira.

Schirmer veio de Curitiba de ônibus com o plano na cabeça: fantasiar-se de idoso e assaltar o banco sem falar uma palavra.

Ele chegou de ônibus e foi de táxi até a agência. Lá, o “idoso” pediu para o taxista esperar que já voltava. Ao entrar na agência, o falso vovô foi até o caixa com um bilhete anunciando o assalto.

No bilhete estava escrito: “Isso é um assalto. Olhe o meu paletó. Vamos manter a calma. Pegue a bolsa, coloque os envelopes e o dinheiro que tiver a mão. Disfarce, sem alarde. Ninguém precisa se machucar. Entendeu?”.

De acordo com a polícia, Schirmer vestia um terno preto e estava com um simulacro de arma na cintura. Ele ainda usava uma boina e óculos escuros.

Assustada, a funcionária rendida caiu no chão e o homem fugiu. Ao tentar escapar por uma janela, Schirmer caiu em cima de um carro no estacionamento do banco, quebrou a perna e está hospitalizado.

A polícia ainda encontrou uma arma de verdade e munição em uma bolsa que havia ficado dentro do táxi. O motorista que levou Schirmer para o local do assalto foi ouvido pela polícia e liberado, pois não tinha nenhuma relação com o crime.

Máscara usada pelo ex-funcionário

Alexis Schirmer, que não tinha nenhum antecedente criminal, segue internado e deverá ser transferido para um presídio local após alta médica.

Deixe seu comentário!

Polícia

Grávida é presa após ser flagrada vendendo crack em Guaratuba

Ela disse que trouxe a droga de Curitiba para vender no Litoral

Publicado

no

Por

No final da manhã de segunda-feira 27), uma equipe policial militar do 9º Batalhão patrulhava a pé pela Avenida Ortigueira, no bairro Cohapar, município de Guaratuba, quando avistou uma mulher em atitude suspeita.

De acordo com a PM, os policiais visualizaram a mulher – que já possui passagens pela polícia e é conhecida por ser usuária de drogas – montada em uma motocicleta, parada em frente a um endereço da localidade, numa região amplamente conhecida pela intensa movimentação de usuários e traficantes de drogas.

Ato contínuo, os policiais aproximaram-se para realizar a abordagem, quando flagraram saindo do endereço uma segunda mulher.

Nesse momento, a motociclista empreendeu fuga e seguiu sentido Avenida Guaira. A segunda suspeita não percebeu a aproximação dos policiais militares e, não entendendo a situação, tentou acompanhar a primeira mulher que estava fugindo.

Ela acabou sendo abordada quando retornava da rua para a casa.

Na sua mão, os militares encontraram 15 pedras de crack, embaladas em papel alumínio, prontas para a comercialização.

Indagada, a abordada disse que trouxe a droga de Curitiba para o Litoral com o objetivo de comercialização.

Realizada busca pelo local, os policiais encontraram, enterrada em um monte de areia, mais certa quantidade de pedras de crack, totalizando 154 unidades do entorpecente. Os PMs também apreenderam R$ 235 em espécie.
A mulher, de 21 anos, que está grávida, recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas. Posteriormente foi encaminhada ao plantão da Delegacia de Polícia Civil de Guaratuba, a fim de ser colocada à disposição da Justiça.

Continuar Lendo

Polícia

Homem é preso acusado de mostrar o pênis para crianças em Praia de Leste

Prisão ocorreu na segunda-feira (27). Suspeito foi levado à DP de Ipanema.

Publicado

no

Por

Um homem de 52 anos, morador no bairro Palmital, em Paranaguá, foi preso pela Polícia Militar, no início da noite de segunda-feira (27), acusado de exibir seus órgãos genitais para crianças que estavam na piscina de um hotel, em Praia de Leste, Pontal do Paraná.

De acordo com a ocorrência, por volta das 17h30, uma mulher de 27 anos, moradora em Curitiba, acionou a Polícia Militar informando sobre a situação e relatando que o suspeito estava sem camisa e trajando bermuda azul e boné avermelhado.

Imediatamente uma equipe da PM deslocou-se ao local e ficou sabendo que o suspeito, ao perceber a movimentação de hóspedes e de comerciantes que presenciaram os fatos, fugiu em um automóvel, tomando rumo ignorado.

Testemunhas ainda informaram que o mesmo indivíduo já havia ido ao local, no período da manhã, e também havia mostrado as partes íntimas para as crianças.

Através das câmeras de monitoramento da cidade, foi constatado que o veículo do suspeito seguiu sentido Paranaguá, sendo, então, a situação repassada para as equipes do município vizinho.

Por volta das 19h20, o suspeito acabou abordado em Paranaguá, sendo, em seguida, encaminhado à delegacia de Ipanema, em Pontal do Paraná, com as testemunhas, para que fossem tomadas as providencias cabíveis.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência como assédio sexual, tendo como vítima menores de idade.

Nota da Redação: a nova Lei do Abuso de Autoridade impede que o nome de suspeitos seja divulgado pelos órgãos de segurança. Por isso não temos a identidade do homem. Conseguimos apenas a idade dele e o endereço.

Continuar Lendo

Polícia

Identificado oficialmente homem morto a tiros em Paranaguá

Ele foi atingido por dois disparos nas costas na madrugada deste sábado

Publicado

no

Por

Everton Luis (do perfil no facebook)

No início da madrugada deste sábado (25), um homem foi assassinado a tiros no Jardim Iguaçu, em Paranaguá.

A vítima foi identificada oficialmente pelo Instituto Médico Legal-IML como Everton Luis de Oliveira, de 31 anos, que era morador no Parque São João.

Conforme a ocorrência, por volta da 0h30, policiais militares foram acionados para se deslocar em atendimento à ocorrência.

No local, populares informaram que ouviram disparos de arma de fogo e que, ao saírem de casa para ver o que estava acontecendo, encontraram Everton caído no cruzamento das ruas Jatobás e Araucária.

Uma equipe do Samu também se deslocou ao local e constatou que a vítima estava em óbito, em decorrência de dois tiros nas costas.

O local foi isolado para o trabalho da perícia criminal e, em seguida, o corpo recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) para exames complementares.
TERCEIRO HOMICÍDIO DO ANO
A Polícia Civil iniciou a investigação de mais esse homicídio – o terceiro registrado em Paranaguá este ano –, mas até agora não sabe a motivação para o crime nem quem seria o autor, ou autores, do assassinato.

Levantamento do Agora Litoral mostra que Everton, que era natural de Morretes, tinha passagens pela polícia.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.