Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Polícia

Detento morre após pegar arma de policial em Pontal

Titico morreu após disparar contra investigador na Delegacia de Ipanema, em Pontal do Paraná

Agora Litoral
Juliano Tavares da Silva, o Titico, de 18 anos, morreu nesta segunda-feira (23), após tentar apanhar a arma de um policial no setor de carceragem da Delegacia de Polícia de Ipanema, em Pontal do Paraná. Na confusão, o investigador Roberto Taborda levou um tiro na mão e outro policial acabou atirando em Titico, que não resistiu ao ferimento.

Juliano Titico, que estava preso provisoriamente por furto desde o dia 9 de outubro, teria aproveitado o retorno de outro detento – que havia sido levado para receber atendimento médico – para se apossar da arma do investigador e efetuar um disparo. Em defesa do colega, outro policial teria disparado contra Juliano, que morreu quase que instantaneamente.

Juliano Titico morreu dentro da carceragem. (Foto: WhatsApp)

Apesar de jovem, Juliano Tavares da Silva colecionava várias passagens pelo Livro de Ocorrências da Polícia Civil. Ele morava no balneário Shangri-lá e desde jovem estava envolvido em atividades ilegais.

INQUÉRITO
Em nota, a Polícia Civil do Paraná informou que um Inquérito Policial foi instaurado para apurar as circunstâncias em que ocorreram os fatos. A carceragem improvisada na Delegacia de Ipanema abriga atualmente onze detentos.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar