Ligue-se a nós

Polícia

Condenado a 55 anos por matar oficial da PM é preso em Matinhos

PRISÃO FOI NO BAIRRO TABULEIRO

Publicado

no

Agora Litoral
Policiais militares do 9º Batalhão prenderam, na noite de quinta-feira, 25, na cidade de Matinhos, Luis Carlos de Lima Tiepo, de 34 anos, o qual se encontrava foragido do sistema penitenciário de Santa Catarina. Durante a prisão, foi constatado que o suspeito era condenado a uma pena de 55 anos de prisão, por ter matado um oficial da Polícia Militar do Paraná, durante um assalto ocorrido na Região Metropolitana de Curitiba no ano de 2007.

A prisão de Tiepo teve início por volta das 23h40, quando uma equipe da PM, que realizava patrulhamento pela Rua Francisco Beltrão, Barro Tabuleiro, desconfiou quando avistou o suspeito em frente a uma residência com portão de alumínio. Ao perceber a viatura se aproximando, ele foi para o interior do terreno, chamando a atenção dos militares.

Os policiais então entraram no local para abordagem, e a namorada dele tentou impedir a ação. No entanto, os policiais foram atrás de Tiepo, o qual acabou retornando e dizendo que era foragido do Estado de Santa Catarina. Na identificação do suspeito não foi constatado mandado de prisão contra o mesmo, porém, em contato com a PM catarinense, foi confirmado que o detido era foragido daquele Estado.

Segundo a ocorrência, na averiguação com os policiais de Santa Catarina, foi constatado que Tiepo, condenado a 55 anos de prisão pela morte de um oficial da Policia Militar do Paraná, estava cumprindo prisão no estado vizinho, devido a uma rebelião ocorrida na penitenciária estadual de Piraquara. O detido acabou conduzido à delegacia de polícia de Matinhos para que fossem tomadas as providências necessárias.

CRIME
Segundo o que foi apurado, em julho de 2007, em Matinhos, Tiepo foi preso pelo assassinato do tenente Eduardo Moreira da Silva, de 26 anos, e do ex-policial Israel Woss, de 27, mortos na cidade de São José dos Pinhais. Na ocasião, mais dois suspeitos de envolvimento nas mortes também foram presos e houve a apreensão de uma pistola 765, um revólver calibre 38 e uma carabina, além de drogas e pertences das vítimas, como documentos e correntes.

O tenente Eduardo, que já tinha trabalhado no 9º Batalhão, estava de folga e foi rendido por bandidos, quando estava com Israel em um caminhonete, que foi tomada no assalto. Durante as investigações, foi apurado que o policial e o ex-policial ficaram reféns e foram levados até um quarto, nos fundos de um bar em São José dos Pinhais, onde acabaram assassinados a tiros.

Deixe seu comentário!

Polícia

Dupla é presa após assaltar frutaria com réplica de pistola em Paranaguá

Ladrões tentaram fugir de bicicleta, mas não foram longe.

Publicado

no

Por

Ladrões foram presos pela GCM

Dois rapazes foram presos pela Guarda Civil Municipal (GCM), na noite desta terça-feira (18), acusados de assaltar uma frutaria na Avenida Roque Vernalha, na cidade de Paranaguá. Com os suspeitos foi recuperado dinheiro e apreendida uma réplica de pistola.

Leonardo José Lucas Santos, de 20 anos, morador no Jardim Guaratuba, e Matheus das Chagas de Abreu, de 23, com endereço no Porto dos Padres, foram abordados pela equipe da viatura L03 da GCM, logo após o assalto.

Os agentes estavam em patrulhamento pela região da Vila Paranaguá, por volta das 19h45, quando populares abordaram a viatura informando sobre o roubo no ponto comercial, praticado por dois indivíduos em uma bicicleta, que fugiram em direção ao Jardim Araçá.

Imediatamente os guardas civis foram atrás dos suspeitos e encontraram Leonardo e Matheus, que se encaixavam nas descrições repassadas por testemunhas.

Os rapazes tentaram fugir quando perceberam a aproximação da viatura e acabaram caindo da bicicleta, sendo abordados na sequência.

Na averiguação, foi encontrado o dinheiro levado no assalto, além de um telefone celular e o simulacro de pistola usada no delito.
Em seguida, os suspeitos foram encaminhados ao plantão da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, para a elaboração do flagrante pelo crime de roubo agravado.

Continuar Lendo

Polícia

Embriagado, pai agride e ameaça filha com espingarda em Matinhos

Caso de violência doméstica foi registrado na noite de domingo

Publicado

no

Por

Uma situação de violência doméstica foi atendida pela Polícia Militar, no início da noite de domingo (16), na cidade de Matinhos, no Litoral do Paraná, e resultou na apreensão de uma espingarda e na prisão de dois homens.

Os PMs atuantes na Operação Maior foram chamados até a Rua Novo Horizonte, Vila Nova.

Conforme informações do Copom (Centro de Operações Policiais Militares), a solicitante estava sendo gravemente agredida e ameaçada, com uma arma de fogo, pelo próprio pai, que estava embriagado.

No local, os militares entraram em contato com a mulher, a qual informou ter sido agredida com socos e cintadas, além de ameaçada sob a mira de uma arma. O agressor negou o ocorrido.

Durante as diligências e averiguação, os policiais localizaram a arma, uma espingarda de pressão adaptada para munição calibre 22, escondida no automóvel do inquilino do agressor, que tentou ajudá-lo escondendo o artefato. Houve ainda a apreensão de uma réplica de pistola.
PRISÃO
Diante dos fatos, os dois homens, agressor e inquilino, de 49 e 41 anos, receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia de polícia de Matinhos para que fossem tomadas as devidas providências.

Continuar Lendo

Polícia

Identificado corpo que apareceu boiando no domingo em rio de Paranaguá

Causa da morte ainda será esclarecida após exames complementares

Publicado

no

Por

Rafael da Silva dos Santos

Familiares identificaram, na manhã desta segunda-feira (17), o cadáver que apareceu boiando no rio Emboguaçu, em Paranaguá.

Trata-se de Rafael da Silva dos Santos, de 36 anos.

O corpo dele havia sido encontrado por populares, na região da Vila Santa Helena, no início da noite de domingo (16).

Ainda não se sabe a causa da morte de Rafael, mas fotos divulgadas em redes sociais mostram o corpo dele amarrado com cordas.
Informações de conhecidos dão conta que Rafael vivia em um mocó e seria usuário de drogas.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.