Ligue-se a nós

Polícia

Condenado a 55 anos por matar oficial da PM é preso em Matinhos

PRISÃO FOI NO BAIRRO TABULEIRO

Publicado

no

Agora Litoral
Policiais militares do 9º Batalhão prenderam, na noite de quinta-feira, 25, na cidade de Matinhos, Luis Carlos de Lima Tiepo, de 34 anos, o qual se encontrava foragido do sistema penitenciário de Santa Catarina. Durante a prisão, foi constatado que o suspeito era condenado a uma pena de 55 anos de prisão, por ter matado um oficial da Polícia Militar do Paraná, durante um assalto ocorrido na Região Metropolitana de Curitiba no ano de 2007.

A prisão de Tiepo teve início por volta das 23h40, quando uma equipe da PM, que realizava patrulhamento pela Rua Francisco Beltrão, Barro Tabuleiro, desconfiou quando avistou o suspeito em frente a uma residência com portão de alumínio. Ao perceber a viatura se aproximando, ele foi para o interior do terreno, chamando a atenção dos militares.

Os policiais então entraram no local para abordagem, e a namorada dele tentou impedir a ação. No entanto, os policiais foram atrás de Tiepo, o qual acabou retornando e dizendo que era foragido do Estado de Santa Catarina. Na identificação do suspeito não foi constatado mandado de prisão contra o mesmo, porém, em contato com a PM catarinense, foi confirmado que o detido era foragido daquele Estado.

Segundo a ocorrência, na averiguação com os policiais de Santa Catarina, foi constatado que Tiepo, condenado a 55 anos de prisão pela morte de um oficial da Policia Militar do Paraná, estava cumprindo prisão no estado vizinho, devido a uma rebelião ocorrida na penitenciária estadual de Piraquara. O detido acabou conduzido à delegacia de polícia de Matinhos para que fossem tomadas as providências necessárias.

CRIME
Segundo o que foi apurado, em julho de 2007, em Matinhos, Tiepo foi preso pelo assassinato do tenente Eduardo Moreira da Silva, de 26 anos, e do ex-policial Israel Woss, de 27, mortos na cidade de São José dos Pinhais. Na ocasião, mais dois suspeitos de envolvimento nas mortes também foram presos e houve a apreensão de uma pistola 765, um revólver calibre 38 e uma carabina, além de drogas e pertences das vítimas, como documentos e correntes.

O tenente Eduardo, que já tinha trabalhado no 9º Batalhão, estava de folga e foi rendido por bandidos, quando estava com Israel em um caminhonete, que foi tomada no assalto. Durante as investigações, foi apurado que o policial e o ex-policial ficaram reféns e foram levados até um quarto, nos fundos de um bar em São José dos Pinhais, onde acabaram assassinados a tiros.

Deixe seu comentário!

Polícia

Preso em Matinhos autor de brutal homicídio na Vila Nova

Crime foi elucidado após investigação feita por um parente da vítima.

Publicado

no

Por

Foi preso em Matinhos, no Litoral do Paraná, o autor de um bárbaro homicídio ocorrido no final de semana no bairro Vila Nova.

Roberson William Jacques Pereira, de 28 anos, confessou o crime após ser reconhecido por câmeras de monitoramento e apontado por algumas pessoas de que teria ido à casa de Mizael Martins Elias, de 55 anos, morto a facadas em casa, na Rua Realeza.

O latrocínio (roubo seguido de morte) teria ocorrido após Mizael perceber que Roberson estava roubando o seu celular e outros pertences.

Os dois teriam entrado em luta corporal e Roberson esfaqueado a vítima diversas vezes.

O corpo de Mizael foi encontrado por um familiar caído em sua cama, com marcas de golpes de faca.

Mizael (Foto redes sociais)

INVESTIGAÇÃO
Toda investigação foi feita por um parente de Mizael, policial militar da reserva, que, após descobrir o endereço do autor, enquadrou Roberson na pensão em que ele estava morando e chamou a Polícia Civil.

Enquanto os policiais civis se deslocavam até a pensão, Roberson tentou apanhar a arma do PM, mas foi dominado e confessou o assassinato.

No quarto da pensão, foram encontrados o celular da vítima, as chaves da casa de Mizael e as roupas ensaguentadas que Roberson usava no dia do crime.

Roberson, autor do latrocínio

Continuar Lendo

Polícia

PM apreende pé de maconha ao tentar abordar suspeitos em Matinhos

Planta estava em um barraco no bairro Mangue Seco.

Publicado

no

Por

Um pé de maconha, que era cultivado em um barraco no bairro Mangue Seco, na cidade de Matinhos, foi apreendido por policiais militares da 2ª Companhia do 9º Batalhão. Foi na tarde de quarta-feira (01).

A apreensão teve início quando uma equipe de Rádio Patrulha, durante deslocamento pela Rua Adrianópolis, desconfiou de dois indivíduos que estavam sentados em frente a um casebre de madeira.

Os policiais resolveram fazer a abordagem mas a dupla, ao perceber a aproximação da viatura, fugiu para dentro do barraco.

Os militares foram no encalço dos suspeitos, porém os suspeitos conseguiram fugir. Durante averiguação no local, os PMs localizaram um vaso contendo um pé de maconha.
A planta foi apreendida e entregue na Delegacia de Polícia Civil para as providências necessárias.

Continuar Lendo

Polícia

PM apreende rapaz de 17 anos por tráfico de drogas em Matinhos

Adolescente tinha pinos de cocaína e buchas de crack.

Publicado

no

Por

Na manhã de quarta-feira (1º), policiais militares do 9º Batalhão apreenderam um adolescente de 17 anos, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas na cidade de Matinhos, no Litoral do Paraná.

A ação foi realizada por uma equipe de Rádio Patrulha da 2ª Companhia.

Segundo consta no boletim de ocorrência, os militares estavam em patrulhamento pela Avenida Paraná, no Tabuleiro, quando visualizaram dois rapazes em atitude suspeita.

Ao perceber a aproximação da viatura, um dos suspeitos gesticulou para outro rapaz que estava abrigado embaixo de um toldo.

Os militares, já desconfiados da situação, perceberam quando o segundo suspeito se desvencilhou de algo, que foi jogado no chão.

Realizada a busca pessoal e a averiguação no local, os policiais localizaram, próximo ao abordado, oito pinos plásticos contendo cocaína e mais oito buchas de crack. Com o suspeito ainda foi localizada certa quantia em dinheiro.
Diante do flagrante, o jovem foi apreendido e encaminhado à delegacia de polícia de Matinhos para as devidas providências.

Continuar Lendo
Anúncio