Ligue-se a nós

Polícia

Assaltos contra caminhoneiros se multiplicam em Paranaguá

LADRÕES AGEM EM TODOS CANTOS DA CIDADE

Publicado

no

Agora Litoral
Os caminhoneiros tornaram-se as maiores vítimas de assaltos em Paranaguá. E nem todos comunicam os furtos e roubos que sofrem. No sábado e domingo, duas ocorrências foram registradas na Delegacia de Polícia Civil.

Na Avenida Senador Atílio Fontana, Parque São João, em Paranaguá, um motorista de caminhão foi assaltado na noite de sábado, 26. O profissional do volante, de 62 anos, morador Ponta Grossa, acionou a Polícia Militar por volta das 23 horas, relatando que o crime foi praticado por dois indivíduos que estavam em um automóvel VW Gol, cor prata.

O motorista informou que estava caminhando pela calçada, com alguns amigos, quando os bandidos apareceram. Ele disse que a dupla de criminosos saiu do Gol mostrando uma arma de fogo e tomou seu relógio e o telefone celular. Os policiais realizaram patrulhamento pela região, mas não houve êxito na localização de suspeitos do crime.

Outro caminhoneiro assaltado
Um motorista de caminhão de 53 anos, morador em Brasilândia do Sul, Mato Grosso do Sul (MS), foi assaltado na madrugada desta segunda-feira (28), na BR-277, região do Jardim Samambaia, em Paranaguá.

O caminhoneiro acionou a Polícia Militar, por volta da 1 hora, relatando que estava na cabine do seu veículo, quando um indivíduo bateu no para-brisa e, ao atender, recebeu voz de assalto. Ele disse que o suspeito, que estava em uma bicicleta, estava portando um revólver e tomou um telefone celular e R$ 110 em espécie.

As equipes da Polícia Militar realizaram patrulhamento pela região, mas não localizaram os suspeitos.

1 Comentário

Deixe seu comentário!

Polícia

GUARATUBA: Homem é preso por dirigir alcoolizado após bater carro em residência

Automóvel era ocupado por mais três adultos e quatro crianças.

Publicado

no

Por

Um homem de 39 anos foi preso no início da madrugada de segunda-feira (25/10), na cidade de Guaratuba, acusado de dirigir sob influência de álcool. A ação foi realizada pela Polícia Militar, depois que o carro do suspeito danificou um portão e bateu na parede de uma residência.

Por volta da meia-noite, policiais militares do 9º Batalhão se deslocaram em atendimento à situação na Rua Tibagi, bairro Cohapar. No local foi verificado que o homem dirigia um automóvel Corsa Wind, com placas de Santa Catarina e era ocupado por mais três adultos e quatro crianças.

Segundo informações, o motorista perdeu o controle da direção em uma rotatória, no cruzamento com a Rua das Araucárias e, após atingir uma placa de sinalização, avançou sobre o portão de alumínio da moradia e só parou depois de colidir com a parede do imóvel.

O motorista, morador no Jardim Nereidas, ainda teria tentado fugir do local, mas não conseguiu porque os pneus do veículo acabaram furando. Quando os policiais chegaram, constataram que o homem apresentava visíveis sinais de embriaguez, conforme tinha sido informado.

Ele acabou submetido ao teste do etilômetro, que registrou o índice de 0,63 mg/l e, em seguida, foi detido e conduzido para a 8ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Guaratuba, para a elaboração do flagrante por crime de trânsito e também por dano ao patrimônio.

Duas pessoas que estavam no carro ficaram feridas e foram encaminhadas para atendimento médico pelas equipes de emergência. O carro acabou apreendido ao pátio da PM por se encontrar com a documentação atrasada.

Continuar Lendo

Polícia

Jovem é morto com rajada de tiros em Pontal do Paraná

Na noite deste domingo (24/10), no bairro Jardim Canadá

Publicado

no

Por

Rodrigo Fortes Ferreira (foto), de 25 anos, foi encontrado morto na noite deste domingo (24/10), no bairro Jardim Canadá, em Pontal do Paraná.

Por volta das 22h, agentes de uma empresa de segurança particular realizavam uma ronda de rotina quando ouviram diversos disparos de arma de fogo, semelhante a uma “rajada” (Série ininterrupta de tiros dados por uma arma automática).

Ao entrar na Travessa Charles, os profissionais encontraram o rapaz caído, com algumas caixas de cervejas ao seu lado. Assim que perceberam que a vítima estava baleada, a Polícia Militar (PM) e o SAMU foram acionados.

Os militares isolaram a área assim que chegaram ao local e confirmaram o óbito e prontamente acionaram a criminalística e o lnstituto Médico Legal (IML) de Paranaguá.

Segundo testemunhas, Rodrigo retornava de uma distribuidora acompanhado de um homem e uma mulher, quando um veículo WV Gol G3, de cor prata se aproximou e abordou o trio dizendo que era a “polícia”.

Assim que desembarcaram do carro, eles mandaram o casal deixar o local, após Rodrigo ser identificado como alvo dos atiradores. Logo que o homem e a mulher se distanciaram, os criminosos realizaram diversos disparos contra a vítima que caiu e, antes de fugirem, uma segunda rajada foi efetuada contra o rapaz, que morreu na hora.

Rodrigo Fortes era conhecido no setor policial por associação ao tráfico de drogas e outros delitos.

O corpo da vítima foi recolhido ao IML para que seja realizada uma perícia minuciosa e realizar a contagem exata de quantos disparos acertaram Rodrigo. O que se sabe até o momento, é que a arma utilizada foi uma pistola 9 mm com alongador e seletor de rajada.

Equipes da Polícia Militar realizaram patrulhamento na região, mas ninguém foi preso.

Este foi o homicídio registrado em Pontal do Paraná. O Litoral já registrou 119 mortes em 2021.

Continuar Lendo

Polícia

Homem de 62 anos morre ao reagir à abordagem da PM em Matinhos

Foi na tarde de sábado, na Rua Ribeirão Preto, bairro Rio da Onça.

Publicado

no

Por

Local do confronto

Um homem morreu ao entrar em um confronto armado com a Polícia Militar, na tarde de sábado (23), no bairro Rio da Onça, na cidade de Matinhos, no Litoral do Paraná. Momentos antes, o idoso tinha sido denunciado por efetuar um disparo de arma de fogo na frente de uma residência.

Conforme o relatório policial, por volta das 13h30, equipes de Rádio Patrulha do 9º Batalhão foram acionadas na Rua Ribeirão Preto para atendimento de uma ocorrência de disparo de arma de fogo, onde a solicitante relatou que um vizinho teria efetuado um tiro defronte à sua residência, não sabendo precisar se foi no portão ou em outra direção.

No local, a solicitante contou que o suspeito tinha ido até sua casa reclamar do som alto e, em seguida, efetuado o disparo e mostrado uma pistola. Em seguida, foi apontado o portão do imóvel onde o atirador teria entrado – um terreno com três casas, as duas primeiras desabitadas.

Ao chegarem no local, os policias foram atendidos por Claudio Viana, de 62 anos, que apareceu em um segundo portão de madeira, que separava sua casa das outras, com uma pistola em punho, gritando em direção aos policiais: “aqui vocês não podem entrar, e eu só falo com um juiz”.

Em seguida, os policiais entraram no terreno e se aproximaram da casa do suspeito, chegando ao portão onde ele apareceu. Porém, quando os policiais chegaram ao local, o homem estava trancado em casa e ainda teria falado: “saiam daqui, senão vão levar tiro” e, posteriormente, efetuou um disparo que transfixou a parede.

Logo depois, os policiais entraram na casa e tentaram verbalizar para que o idoso largasse a pistola, mas ele não acatou à ordem e, bastante alterado, apontou a arma em direção dos militares, mostrando a intenção de efetuar mais disparos. Diante da situação, os policiais atiraram contra o homem, que acabou ferido.

Em seguida, foi solicitado o apoio do SAMU para prestar socorro ao idoso, mas ele não resistiu e acabou entrando em óbito no local, que acabou isolado para as análises da Polícia Científica. Após a perícia, o corpo foi recolhido pelo IML de Paranaguá para exames complementares.

A arma que estava com o homem, uma pistola calibre 9mm, que foi apreendida com seis munições intactas e uma deflagrada, acabou encaminhada à delegacia de Polícia Civil, que investiga a morte.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.