Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Polícia

Acusado de atirar na esposa em Paranaguá se apresenta na DP e dá sua versão

ADVOGADO DE GUILHERME DIZ QUE TIRO FOI ACIDENTAL

Agora Litoral
Guilherme Vieira Xavier
, de 29 anos, acusado de atirar na esposa, Sheila de Morais Schreiner, de 28, no final de semana, apresentou-se nesta terça-feira (8) na Delegacia de Polícia de Paranaguá. Em decorrência do tiro, Sheila acabou falecendo no Hospital Regional do Litoral para onde foi levada logo após ser atingida na perna.

Segundo o advogado Lucas Santiago, que acompanhou Guilherme à DP, após uma discussão com a esposa Guilherme teria apanhado a sua arma e tentado o suicídio. Nesse momento, ainda de acordo com o advogado, Sheila teria tentado pegar a arma, quando teria ocorrido o disparo acidental.

Lucas Santiago declarou ainda que as filhas do casal teriam assistido o momento em que Sheila tentou tirar a arma de Guilherme e ocorreu o disparo que lhe atingiu a perna e acabou provocando a sua morte um dia após o ocorrido.

Em entrevista coletiva, o advogado disse que Guilherme e um vizinho levaram Sheila para o hospital e que, desde então, o seu cliente está muito abalado, porque amava a esposa e não pode nem sepultá-la.

ARMA DO CRIME
Sobre a arma do crime – que ainda não se sabe se é um revólver ou uma pistola – o advogado ressaltou que, segundo Guilherme, ela continua na casa.

Até o encerramento desta matéria, Guilherme estava sendo ouvido pelo delegado Nilson Diniz.

NOTÍCIA RELACIONADA

Morre no Regional vítima de disparo de arma de fogo no Valadares

Etiquetas

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios