Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Paraná

Vigilante de escolta armada morre em troca de tiros durante assalto na BR-116

NA NOITE DE QUARTA-FEIRA (28)

Agora Litoral
Um vigilante de uma escolta armada morreu e outro ficou ferido na noite desta quarta-feira (28) em uma troca de tiros durante um assalto a dois ônibus na BR-116, em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba.

A informação da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Angelina Caron por volta das 23h. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o assalto aconteceu por volta das 18h30. Os vigilantes foram socorridos por uma equipe da concessionária que administra o trecho da rodovia.

Segundo a polícia, eles escoltavam dois ônibus que saíram de Pelotas (RS) com destino a São Paulo (SP).

Ladrões levaram pertences dos passageiros

ASSALTO
Um grupo de assaltantes estava no canteiro central da pista quando começou a atirar contra os ônibus e a equipe de escolta.

Após a troca de tiros, o grupo entrou nos dois ônibus para realizar o assalto.

“A gente não sabia que era tiro. O carro freou sozinho porque eles acertaram as mangueiras de ar. Subiram e começaram a ‘tocar o terror’ nos passageiros”, disse o motorista de um dos ônibus, Marcos Carvalho.

Dinheiro e pertences dos passageiros foram levados.

“Eles foram muito violentos”, disse a comerciante Josiane Viana. Segundo os passageiros, eram oito assaltantes.

O Batalhão de Operação Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar (PM), foi acionado para dar apoio. De acordo com o Bope, foram localizados estojos de munição e um veículo com alerta de furto.

Os assaltantes fugiram, mas deixaram para trás um carro usado para fazer a abordagem aos ônibus.

Parte dos passageiros decidiu voltar para o Rio Grande do Sul e outra parte seguiu viagem para São Paulo.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios