Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Paraná

Turista relata barulho no trem e vídeo viraliza

VIAGEM FOI DE CURITIBA A MORRETES

Agora Litoral
O barulho excessivo em um dos vagões do trem que faz o passeio turístico entre Curitiba e Paranaguá (Morretes) incomodou muitos passageiros que fizeram a viagem no último sábado (17). Um vídeo gravado por um dos passageiros e postado nas redes sociais deixou clara a insatisfação dos turistas, que também reclamaram da falta de preocupação da empresa em receber as reclamações feitas após o passeio.

A situação deixou uma impressão ruim para quem queria diversão, cultura e tranquilidade em um dos pontos históricos do Paraná. Uma família de Porto Alegre foi a responsável pelo vídeo.

“Almoçamos em Morretes e fomos até a estação. Ficamos acomodados no vagão 4. Percebi que a movimentação era grande nos outros vagões até pela diferença de preço. Tem o popular, o especial e o turístico, este compramos dois bilhetes. Pagamos R$218 com direito a guia e lanche. O problema é que quando o trem deixou a estação, um barulho muito forte começou a incomodar todos os passageiros. Achamos até por ser no começo da viagem, que era normal. Mas não parava. E pior, o barulho aumentava e o passeio virou castigo”, relatou Carlos Fernando Wenzel.

Ao perceberem que o barulho não parava e o passeio estava em segundo plano, Carlos resolveu pedir para mudar de vagão com a sua mãe. No entanto, foi impedido pelo guia que cuida do vagão. “A pessoa disse que não era possível acomodar a gente em outro lugar. Isto nos revoltou. Não desci do trem porque minha mãe estava comigo. Não era mais possível aguentar aquilo na nossa cabeça”, relatou o turista.

Após a insistência de outros passageiros, o guia pediu auxílio para outros responsáveis pelo trem. Depois de meia hora de pedidos e sem fugir do barulho, mãe e filho foram encaminhados para outro vagão e terminaram a viagem com mais calma.

Mais reclamação
Gabriela Silva também se incomodou com o barulho. Moradora em Curitiba, ela costuma levar amigos para o histórico passeio sob trilhos pelo litoral do Estado. “É a terceira vez que faço, mas desta vez foi difícil. Tivemos muitos problemas e culminou com este do fim de semana. Eu e meu pai saímos do trem com o barulho na cabeça. Eu irei formalizar a reclamação e, dependendo do que ocorrer, não irei mais”, afirmou Gabriela.

Após chegarem na Rodoferroviária, Carlos e Gabriela foram até o guichê da Serra Verde Express, responsável pelo passeio. “Alí foi um descaso, pois um homem pediu para eu reclamar via site. Sei que o procedimento pode ser este, mas educação e bom senso ajuda. Infelizmente, não posso recomendar o passeio. Adoro Curitiba, tenho amigos na capital e no interior, mas o trem deixou uma péssima imagem”, finalizou o morador de Porto Alegre.

O que diz a empresa
Em nota oficial enviada para a reportagem, a Serra Verde Express informa que o ruído observado no vagão de número 4 neste sábado (17), ainda que não seja desejado ou comum, é possível de ocorrer devido ao tipo de operação nos trilhos. A empresa informa que as outras questões mencionadas sobre o atendimento do cliente dentro e fora do trem estão sendo apuradas internamente.

Da Tribuna do Paraná

Etiquetas

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Pela resposta da empresa é perceptível que o descaso vai muito além do mal atendimento dos funcionários. Uma empresa séria, no mínimo devolveria o dinheiro pago pelos passageiros. Muito bom saber de tudo isso, e pensar que eu estava programando descer de trem pra Morretes. Pagar para se estressar? Jamais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios