Ligue-se a nós

Paraná

Sarampo: 70% dos casos são de jovens entre 20 e 29 anos

Estado já tem confirmados 944 casos da doença.

Publicado

no

O mais recente boletim da Secretaria de Estado da Saúde aponta que mais dez casos de sarampo foram confirmados no Paraná. Oito deles são de pacientes residentes em Curitiba, um de Pinhais e outro em Piraquara. No total, desde o início do monitoramento de casos em agosto de 2019, existem 944 casos confirmados no estado.

Oito dos novos confirmados estão na faixa de idade com maior incidência do sarampo: os jovens, entre 20 e 29 anos. Dois têm idade entre 10 e 19, e um entre 30 e 39 anos.

VACINAÇÃO NAS UBS
O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, insiste no cuidado com a transmissão do novo coronavírus.

“Com a pandemia da Covid-19, a indicação é buscar informações nos municípios para saber o melhor horário e local para se vacinar com segurança”, disse, referindo-se ao sarampo.

“Mas a vacinação é importante neste momento de crise, de muita sensibilidade e preocupação de toda a população”, completou.

As doses das vacinas do sarampo estão disponíveis em unidades básicas de saúde.

A vacinação contra o sarampo deve ser feita por pessoas entre seis meses de vida e 59 anos. As crianças que têm entre seis meses e 11 meses e 29 dias recebem a dose zero. A população com idade entre um a 29 anos deve receber duas doses da vacina tríplice viral e de 30 a 59 anos, uma dose.

Mais informações sobre o calendário de vacinação podem ser acessadas AQUI.

O vírus do sarampo alcançou 45 cidades paranaenses. Curitiba e outros 19 municípios, que integram a 2ª Regional de Saúde (Metropolitana), já têm 855 pacientes com sarampo, o que representa 90,6% do total.

Os demais casos estão distribuídos por todas as regiões do Estado.

Para acessar o Boletim completo, clique aqui.

Deixe seu comentário!

Paraná

Municípios devem intensificar vacinação contra a gripe

Campanha termina em 5 de junho e só 75% do público-alvo foi vacinado.

Publicado

no

Por

A campanha de imunização termina em 5 de junho e até esta quinta-feira (28) a cobertura vacinal no Estado é de 75%. Uma das recomendações é abrir unidades de saúde no sábado (30) exclusivamente para a vacinação de crianças.

A poucos dias do final da campanha nacional de vacinação contra a gripe, a Secretaria de Estado da Saúde alerta os municípios para que promovam estratégias de chamamento do público-alvo que ainda não recebeu a dose.

“Recomendamos que os municípios realizem ações de vacinação e de busca ativa pelo público elencado para receber a dose, prevalecendo sempre as regras vigentes neste momento de distanciamento social e de segurança por conta da Covid-19”, ressalta o secretário Estadual da Saúde, Beto Preto.

Ele destaca que a vacina não imuniza contra o coronavírus, mas protege contra a Influenza, que é o vírus da gripe. “Nosso objetivo com a campanha, que foi até antecipada neste ano, é proteger o maior número de pessoas, evitando quadros mais graves de gripe e a ida a unidades de saúde e hospitais, ambientes com alto risco de transmissão da Covid-19”, complementou.

GRUPOS
O público estabelecido para esta fase da campanha abrange gestantes, puérperas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos e adultos de 55 a 59 anos.

“A cobertura vacinal destes grupos ainda está muito abaixo do preconizado. Distribuímos 4,054 milhões de doses para um público estimado em 3,8 milhões de pessoas mas, nosso levantamento de hoje, com 75% de cobertura vacinal, indica que milhares ainda precisam ser imunizadas”, avalia a diretora da Divisão de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

“Por isso nossa orientação para novas estratégias de vacinação nesta reta final de campanha”, acrescentou a diretora.

Grupos vacinados anteriormente, como idosos, trabalhadores da área da saúde e povos indígenas, superaram a meta, com cobertura acima de 90%.

ORIENTAÇÃO
Entre as estratégias a serem adotadas pelas secretarias municipais de Saúde, a Divisão de Vigilância do Programa de Imunização da secretaria estadual sugere a abertura das unidades neste sábado (30) para imunizar exclusivamente as crianças, o que facilitaria para os pais levarem os filhos, além do sistema de drive thru (tipo de serviço que permite o acesso sem sair de seus carros) na primeira semana de junho, para as gestantes, puérperas e adultos de 55 a 59 anos

A secretaria estadual reforça ainda aos municípios a importância de notificar e registrar as doses aplicadas junto ao Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde. O registro é obrigatório e deve ser feito assim que a dose for aplicada, como forma de consolidar a ação e confirmar a cobertura vacinal do Estado.

Da AEN
Continuar Lendo

Paraná

PRF recupera carro elétrico roubado em Curitiba

Ladrões não sabiam que o veículo era elétrico e pararam em posto de combustíveis para abastecer.

Publicado

no

Por

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), na noite desta terça-feira (26), recuperou um veículo roubado em Curitiba (PR) e prendeu quatro pessoas.

Por volta das 23 horas, agentes da PRF, ao pararem a viatura para abastecer, foram informados pelo frentista do posto que um veículo JAC iEV40, que acabara de sair, havia parado para abastecer. Os dois ocupantes não sabiam que se tratava de um veículo elétrico.

Estranhando a situação a equipe iniciou as buscas pelo carro e, em Garuva (SC), localizou o veículo parado em outro posto de combustíveis, vazio e trancado, ostentando placas que remetiam a um Nissan Versa. Próximo dali, um VW Gol deixava o local com quatro ocupantes.

Os policiais abordaram o Gol e descobriram os dois homens ocupantes do carro elétrico, que estavam sendo resgatados pelos comparsas.

Três envolvidos, sendo dois homens e uma mulher, foram presos, além de um menor, que foi apreendido.

A quadrilha foi encaminhada, junto com os dois carros para a Polícia Civil em Garuva, para o registro dos crimes de roubo e formação de quadrilha.
No site da marca, este carro está sendo oferecido a partir de R$ 189.990.

Com informações da PRF
Continuar Lendo

Paraná

Membro de grupo satânico é preso por matar jovem com skate e espada samurai

Crime ocorreu em abril no bairro Campo Comprido em Curitiba.

Publicado

no

Por

Foto: Divulgação Polícia Civil

Três jovens que fazem parte de um grupo satânico em Curitiba são investigados pelo assassinato de Daniel Rodrigues da Veiga, de 21 anos, ocorrido em abril deste ano.

Nesta terça-feira (26), a Polícia Civil do Paraná prendeu um deles, de 21 anos. A prisão e apreensão dos outros dois, de 21 e 17 anos, deverá ocorrer nos próximos dias.

ENTENDA O CASO
Segundo a Polícia Civil, a vítima foi morta no dia 19 de abril no Parque Guairacá, bairro Campo Comprido após uma discussão com os três suspeitos.

Daniel, que era lutador de Kung Fu, foi agredido inúmeras vezes na cabeça com os skates dos assassinos e teve o pescoço degolado com sua própria espada katana, que costumava levar consigo.

Na sequência, os criminosos jogaram Daniel, juntamente com a espada, no Rio Barigui e fugiram do local. O corpo só foi encontrado cinco dias depois. A arma não foi localizada.
GRUPO SATÂNICO
Ainda conforme a polícia, o grupo satânico do qual fazem parte os três rapazes “cultua a liberdade e práticas satânicas”.
Durante o cumprimentos dos mandados de busca e apreensão nas residências dos três envolvidos, todas no bairro Campo Comprido, a polícia encontrou um dos skates que ainda apresentava manchas de sangue da vítima, além de armas brancas.
“Eles criaram esse grupo e, inclusive, tatuaram no corpo símbolos desse grupo, que segundo eles é anarquista e satanista. É um grupo que não deu para entender a filosofia exata, mas segundo eles, eles fazem aquilo que dá na telha, aquilo que querem”, explica o delegado.

Os outros envolvidos também assumiram o assassinato, foram qualificados e aguardam a expedição de seus respectivos mandados de prisão e apreensão.

À polícia, o jovem que foi preso confessou o crime, não se mostrou arrependido e relatou que manteve o skate guardado com as manchas de sangue como forma de troféu.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.