Ligue-se a nós

Paraná

PCPR prende oito integrantes de grupo que sonegou mais de R$ 12,5 milhões no Estado

Criminosos agiam há mais de 8 anos

Publicado

no

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu oito pessoas ligadas a grupo criminoso envolvido em esquema de sonegação de impostos estaduais. A ação aconteceu nesta terça-feira (11), em Maringá, na região Norte do Estado. Estima-se que o prejuízo gerado aos cofres públicos seja de R$ 12,5 milhões.

Durante as diligências, a PCPR também cumpriu 19 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de sequestro de veículos e um arresto de imóvel. Foram apreendidos HDs, notebooks, pendrives, documentos, seis veículos, arma de fogo e munições.

“Esse tipo de ação tem como principal objetivo tentar reverter para o Estado valores sonegados, desmantelando organizações criminosas responsáveis por enriquecer de forma ilícita a partir da sonegação dos impostos”, afirmou o delegado da PCPR Gustavo Mendes.

INVESTIGAÇÃO – Os criminosos agiam abrindo empresas em nomes de laranjas. Na medida em que os débitos tributários eram cobrados pela Receita Estadual, outras empresas eram abertas gerando um ciclo de abertura e fechamento de firmas para burlar o pagamento de impostos.

As investigações de alta complexidade, iniciaram há 8 meses. Durante as diligências, a PCPR descobriu que o grupo criminoso atuava com o esquema de sonegação de impostos, há mais de 8 anos, causando prejuízo aos cofres públicos.

No período das diligências, a PCPR contou com apoio de informações disponibilizadas pela Receita Estadual.

A associação criminosa ainda é investigada pela prática de estelionatos contra instituição financeira. Os criminosos conseguiam liberações de créditos, que eram utilizados posteriormente para a aquisição de bens, sem que fosse feito o pagamento dos valores acordados em contrato.

Os investigados podem ser indiciados pelos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica, crimes contra a ordem tributária, estelionato e lavagem de dinheiro.

A PCPR segue investigando o caso a fim de localizar outros indivíduos ligados à atividade criminosa.

ATUAÇÃO DA RECEITA ESTADUAL – Em 2019, a Receita Estadual do Paraná com o trabalho de notificação para regularização de débitos aos devedores que atuavam no ramo de transporte de mercadorias, sob pena de inclusão no Regime Especial de Controle, de Fiscalização e de Pagamento aplicável, identificou a inexistente regularização de pendências. Devido a isso, essas empresas foram incluídas no regime de dívidas ativas e passaram a ser monitoradas pelas Delegacias Regionais da Receita Estadual de Maringá e Cascavel.

Ao longo dos últimos anos foram promovidas diversas ações como diligências nos endereços relacionados, busca de patrimônio e análise de notas fiscais, constatando a existência de possíveis laranjas e empresas de fachada. O processo em andamento foi encaminhado para a Procuradoria Geral do Estado que detectou indícios de falsidade ideológica, bem como crimes contra a ordem tributária.

De acordo com o delegado regional da Receita Estadual em Maringá, Clóvis Medeiros de Souza, “a importância do trabalho conjunto entre as delegacias regionais de Maringá e Cascavel e outras instituições, tais como PGE, Polícia Civil e MPPR foi fundamental para que fosse possível deflagrar essa operação”.

Da PCPR

Paraná

Criança de 8 anos é atropelada pela própria mãe que confundiu marchas do carro

Caso ocorreu nesta segunda-feira (1º) em Cascavel

Publicado

no

Por

Menino ficou preso embaixo do veículo

Uma criança de oito anos foi atropelada pela própria mãe que confundiu as marchas do carro. Ao tentar dar ré no veículo, ela engatou a primeira marcha e acabou atingindo o menino. O caso ocorreu nesta segunda-feira (1°/8) no bairro Coqueiral, em Cascavel, região oeste do Paraná.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a criança ficou presa embaixo do carro após o atropelamento. A equipe foi acionada e usou equipamentos específicos para retirar o veículo de cima do menino para resgatá-lo.O garoto teve lesões e ferimentos no rosto e foi encaminhado em estado grave ao Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP).

Da Ric Mais
Continuar Lendo

Paraná

Idoso morre após ser atacado por abelhas

Ataque aconteceu durante pescaria em Alvorada do Sul; um amigo que estava junto conseguiu escapar

Publicado

no

Por

Um idoso, de 63 anos, morreu após ser atacado por abelhas durante uma pescaria em Alvorada do Sul, no Norte do Paraná. Um amigo que estava com ele no momento, conseguiu escapar do enxame. A fatalidade ocorreu no último sábado (23).

O tenente da Polícia Militar Emerson Castro, que atendeu a ocorrência, lamentou que a vida do idoso não pode ser salva e informou que, apesar de ter sido acionado todo o aparato possível para a situação, a vítima não resistiu e morreu no local, antes de receber atendimento.

“Um deles conseguiu se salvar, o outro não resistiu aos ferimentos, devido a gravidade, e entrou em óbito. Os órgãos competentes foram acionados, estiveram no local a Polícia Civil para prestar esse atendimento, o Instituto de Criminalística, e também o IML (Instituto Médico Legal)”, explicou o tenente Castro.

Com informações da RicMais
Continuar Lendo

Paraná

Dia D de vacinação é realizado neste sábado em todo o Paraná

Orientação da Sesa é procurar o posto de saúde do município e verificar os horários de vacinação.

Publicado

no

Por

Os municípios de todo o Paraná realizam um novo Dia D da vacinação neste sábado (23/07). Os postos de vacinação estarão abertos para atualização do calendário vacinal. A ação inclui todos os imunizantes elencados pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), além de contemplar também o novo público, crianças de três e quatro anos, contra a Covid-19.

A mobilização conta com o apoio de prefeituras e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), e busca ampliar a cobertura vacinal no Estado. A orientação da Secretaria de Estado da Saúde é procurar o posto de saúde do seu município e verificar os horários de vacinação.

Covid-19
Segundo o Ministério da Saúde, mais de 26 milhões de doses contra a Covid-19 já foram aplicadas no Paraná. A vacinação abrange público acima dos 3 anos com D1 (exclusivamente da vacina da CoronaVac), além de crianças de 5 a 11 na fase da D1 e D2, de 12 a 39 anos também com a dose de reforço e acima de 40 anos com a segunda dose de reforço, incluindo trabalhadores de saúde.

Influenza
A cobertura vacinal contra a gripe, cuja meta é de 90%, atingiu 72% do público preconizado até o momento. Ela está disponível para a população acima de seis meses de idade.

Sarampo
O sarampo, que tem meta de 95%, também ficou abaixo do esperado, com 46,46% de cobertura vacinal nas crianças menores de 5 anos.

Dados preliminares do primeiro quadrimestre deste ano mostram que as coberturas das vacinas de rotina indicadas pelo Ministério da Saúde permanecem abaixo da meta preconizada:

– BCG (77,74%),

– Febre Amarela (74,27%),

– Hepatite A (73,77%),

– Hepatite B (76,41),

– Meningocócica (77,37%),

– Pentavalente (76,41%),

– Pneumocócica (78,4%),

– Poliomielite (72,15%),

– Rotavírus (75,7%),

– Tríplice Viral (86,85%),

– HPV em meninas (62,51%) e meninos (46,10%).

Da AEN

Dia D de Vacinação ocorre neste sábado em Paranaguá

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.