Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
PUBLICIDADE
Paraná

Paranaguá, Curitiba e São José dos Pinhais lideram notificações de febre amarela

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO FOI DIVULGADO NESTA QUINTA-FEIRA

Agora Litoral
O boletim epidemiológico semanal divulgado nesta quinta-feira (14) pela Secretaria Estadual da Saúde não registra novos casos de febre amarela, mas o Paraná segue em alerta com 8 casos confirmados da doença, incluindo uma morte.

“A nossa recomendação é para que a população busque uma unidade de saúde mais próxima da sua casa e tome a vacina contra a doença, que está disponível nos 399 municípios”, alerta o secretário Beto Preto. Ele destaca a preocupação com algumas pessoas que não querem se vacinar. “A vacina é segura. É a única forma eficaz de proteger a população”.

O número de casos já investigados e descartados aumentou da semana passada para cá: eram 129 e agora são 137 casos descartados.

Continuam em investigação 59 notificações. Os municípios com mais notificações são Paranaguá, Curitiba e São José dos Pinhais.

A Secretaria da Saúde segue com as ações de combate à febre amarela em todo Paraná. De janeiro até agora foram aplicadas cerca de 300 mil doses da vacina.

“A vacina leva 10 dias para conferir a proteção”, diz a superintendente de Vigilância em Saúde, Acácia Nasr. “Portanto, recomendamos que todos procurem o serviço de saúde para a imunização, devem receber a vacina pessoas entre 9 meses e 59 anos”, afirmou.

Os parques estaduais também estão sob alerta, pois são consideradas áreas de risco de circulação viral. “Quem for visitar essas unidades de conservação deve estar vacinado”, reforça a superintendente.

Da Agência Estadual de Notícias / Foto: Valdecir Galor
Etiquetas

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. A vacina é feita em pessoas até 59 anos, mas o q morreu tinha 64. Por que isso? É pra deixar os idosos morrerem gostaria de saber o porquê disso. Acho que a vacina deveria ser para TODOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios