Ligue-se a nós

Paraná

IAT suspende por 30 dias queimada de cana-de-açúcar no Estado

Portaria levou em consideração a atual crise de estiagem e a pandemia do novo coronavírus.

Publicado

no

O Instituto Água e Terra (IAT) suspendeu por 30 dias a prática de queima controlada como método para a despalha de cana-de-açúcar no Estado do Paraná. A medida visa a defesa da qualidade do ar e da vida e o combate a todas as formas de poluição, inclusive a atmosférica.

O IAT é vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

O documento (Portaria nº 221/2020), publicado nesta quinta-feira (6), levou em consideração uma soma de fatores, como a estiagem que o Estado vive atualmente, problemas respiratórios que podem ser causados pelas queimadas com o clima seco, e a baixa visibilidade nas estradas que é provocada pela fumaça.

“Problemas respiratórios podem ser graves neste momento de pandemia do coronavírus”, disse a gerente de Licenciamento Ambiental do IAT, Ivonete Chaves. “Outro problema que as queimadas podem acarretar com o clima seco é a grande intensidade de neblina nas estradas, especialmente à noite, podendo causar acidentes graves”, acrescentou.

O Norte Pioneiro e o Norte do Estado são regiões com bastante neblina e as queimadas normalmente são feitas em áreas próximas às estradas.

O Paraná tem cerca de 600 mil hectares de produção de cana-de-açúcar, a maioria à beira de estradas, e 21 usinas em atividade.

“A queimada da cana-de-açúcar aumenta significativamente a concentração de material particulado no ar, conhecido como fuligem, inclusive perceptível visualmente, podendo impactar na saúde do ser humano e nas condições de tráfego de rodovias”, afirmou o diretor-presidente do IAT, Everton Luiz da Costa Souza.

“Toda e qualquer queimada altera e viola os padrões da qualidade do ar”, acrescenta Souza.

No Paraná, o Decreto Estadual nº10.068 de 2014 determina que as indústrias e produtores de cana-de-açúcar têm até 2025 para deixar de queimar o produto e fazer a colheita de forma mecanizada.

“A maior parte dos produtores no Estado já trabalha com maquinário, apesar de ter um custo mais elevado. Mas todos devem se adequar a essa norma para contribuir com o meio ambiente e a saúde da população”, disse Ivonete Chaves.

Da Agência Estadual de Notícias

Deixe seu comentário!

Paraná

Provas do concurso da Polícia Civil serão aplicadas em fevereiro de 2021

São 400 vagas ofertadas

Publicado

no

Por

O edital publicado no Diário Oficial do Estado, na quinta-feira (19), confirma as novas datas do concurso da Polícia Civil do Paraná (PCPR), que oferta 400 vagas. As primeiras provas serão aplicadas em 21 de fevereiro de 2021 e o exame de conhecimento específico para delegado será em 11 de abril.

São ofertadas 50 vagas para delegado de polícia, 300 para investigador de polícia e 50 para papiloscopista. O edital com o novo cronograma, que foi definido em conjunto pela comissão do concurso e a banca examinadora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), pode ser acessado AQUI.

O calendário foi finalizado após a provação de um plano de biossegurança junto à Secretaria de Estado da Saúde, em 9 de novembro. O plano foi desenvolvido pela UFPR e normatiza as regras sanitárias que deverão ser seguidas no certame.

Da Agência Estadual de Notícias
Continuar Lendo

Paraná

PSS da Educação registra 12 mil inscritos e prazo encerra na segunda-feira

Os interessados podem se inscrever até às 18 horas do dia 23

Publicado

no

Por

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte registrou, na quarta-feira (18), 12 mil inscritos no edital do Processo Seletivo Simplificado (PSS). O número foi alcançado uma semana após o início do período de inscrições, na quarta passada (11).

O processo conta com candidatos de todas as regiões do Brasil. Os dados são do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), empresa responsável pelo PSS 2021.

O processo prevê a contratação de pelo menos 4 mil profissionais para lecionar no ano letivo de 2021, com possibilidade de ampliação. Os interessados podem se inscrever até as 18h do dia 23 de novembro. (link abaixo)

Neste ano, o processo seletivo tem algumas mudanças. Será aplicada uma prova de conhecimento da área em que o candidato se inscreveu e em que pretende dar aula.

O tempo de serviço e a prova de títulos – critérios utilizados em anos anteriores – continuam compondo parte importante do processo de seleção.

Originalmente, estavam planejadas redação e banca avaliativa, mas após amplo diálogo com os professores foi decidido pela não utilização desses formatos de avaliação.

“Estamos aprimorando o processo de seleção dos profissionais da nossa rede, ao mesmo tempo em que mantemos a valorização dos profissionais que já contam com uma titulação e experiência, e que compartilham de uma caminhada com a gente”, disse o secretário estadual da Educação e do Esporte, Renato Feder.

Cada candidato deve se inscrever em apenas um Núcleo Regional de Educação (NRE), podendo optar por até dois municípios do núcleo. Na sequência, é permitido escolher uma ou duas funções, disciplinas, áreas do conhecimento ou eixos da educação profissional.

O edital e os comunicados contêm mais informações sobre as ofertas.

Para participar, os candidatos deverão pagar taxa que varia de R$ 60 (para uma disciplina) a R$ 105 (para duas disciplinas).

As provas serão aplicadas em 13 de dezembro nas cidades-sede dos Núcleos Regionais de Educação. No dia da avaliação serão adotadas normas rígidas de prevenção da Covid-19, seguindo protocolo da empresa que organiza a prova, além de determinações da Secretaria de Estado da Saúde.

TÍTULOS – Para facilitar as inscrições, o candidato deverá cadastrar seus documentos em ambiente virtual, que vai permitir anexação dos títulos. Esses documentos vão representar até 40 pontos do processo de seleção, valendo diplomas de pós-graduação, como de especialização, mestrado ou doutorado.

A prova de títulos vai compreender também o tempo de serviço. Cada ano de magistério vai contar três pontos, com o máximo de 21 pontos, dentro de um total de 40.

O número de questões das provas vai depender da quantidade de disciplinas/eixos tecnológicos selecionados na inscrição. O tempo máximo para realização da prova também vai variar de conforme as opções selecionadas na inscrição.

GRUPOS DE RISCO – Parte dos profissionais selecionados substituirá professores do grupo de risco da Covid-19 sem possibilidade de atuar presencialmente. Entretanto, a prova e a seleção estão abertas a todos os profissionais, inclusive aos candidatos do grupo de risco.

A realização da prova seguirá todo o protocolo de segurança determinado pela Secretaria de Estado da Saúde. A classificação do profissional do grupo de risco está garantida e mantida. Ele será chamado assim que acabar a situação emergencial da pandemia.

CLIQUE AQUI para se inscrever.

Da AEN
Continuar Lendo

Paraná

Assaltantes invadem hospital em Telêmaco Borba e agridem pacientes

Foi na tarde de quarta-feira (11); um suspeito foi preso

Publicado

no

Por

Câmeras registraram a ação dos bandidos

Três assaltantes invadiram um hospital e agrediram pacientes, em Telêmaco Borba, nos Campos Gerais do Paraná, na tarde de quarta-feira (11).

Eles conseguiram fugir levando celulares, cartões de crédito e dinheiro.

A ação foi registrada por uma câmera de segurança. Nas imagens, os marginais agem com violência contra as pessoas que aguardam atendimento na unidade hospitalar, localizada no bairro Socomin.

A Polícia Militar (PM) fez buscas na região e um suspeito foi preso.

A Polícia Civil investiga o caso.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.