Ligue-se a nós

Paraná

Febre Amarela: Boletim da Sesa confirma 299 mortes de macacos

Período sazonal 2019 -2020 termina nesta semana.

Publicado

no

O boletim divulgado na quarta-feira (24) pela Secretaria da Saúde do Paraná confirma 299 mortes de macacos contaminados pelo vírus no Estado. O monitoramento contabiliza dados desde em 1º de julho do ano passado. O período sazonal 2019 -2020 da Febre Amarela termina nesta semana

Ao todo, foram 900 notificações para epizootias no estado. Além das 299 confirmadas, 75 seguem em investigação, 91 foram descartadas para a febre amarela e outras 435 mortes de macacos foram por causas indeterminadas.

Em relação ao boletim divulgado anteriormente (10/06), a publicação de quarta-feira registra uma nova morte de macaco confirmada por febre amarela. Foi em Mallet, no Centro-Sul do estado.

O ciclo não apresentou casos de febre amarela em humanos; foram 123 notificações, mas 110 foram descartadas e 13 seguem em investigação.

“Temos redução quase total das ocorrências de mortes de macacos contaminados pelo vírus e nenhum caso em humanos. Porém, se ainda existe a morte de um animal por conta da doença, significa que o vírus está circulando no estado. Por isso, reforçamos a importância da vacinação contra a febre amarela”, afirma o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

Segundo orientação do Ministério da  Saúde, desde 2018 todos os municípios do estado passaram a ser área de recomendação vacinal contra a febre amarela. No período de 2018-2019 o Paraná registrou 487 notificações, 17 casos confirmados e uma morte causada pela doença no município de Morretes.

A vacina está disponível em todos os municípios e a orientação é para que as pessoas busquem informação junto às secretarias municipais sobre os locais indicados neste momento para aplicação a dose.

A imunização contra a febre amarela é prevista para a faixa etária entre 9 meses a 59 anos, 11 meses e 29 dias. “Trata-se de uma vacinação seletiva, ou seja, a situação vacinal individual deve ser avaliada pelo profissional de saúde antes da aplicação”, explica a chefe do Programa estadual de Imunização, Vera Rita da Maia.

“A população não pode se descuidar. A febre amarela é uma doença infecciosa grave, transmitida por um mosquito, e a melhor forma de prevenção é a vacina”, alerta.

Da SESA

Deixe seu comentário!

Paraná

Ao prestar auxílio a carro quebrado, PRF acaba prendendo procurado por estupro

Foi na tarde de sexta-feira (10), em Tijucas do Sul.

Publicado

no

Por

Na tarde desta sexta-feira (10), a Polícia Rodoviária Federal realizava uma ronda pela BR-376, próximo ao Km 660 em Tijucas do Sul, e se deparou com um veículo em pane mecânica no acostamento. A equipe prontamente parou para prestar auxilio.

No local, os agentes solicitaram a documentação do condutor e do veículo. Porém, ao consultar os dados do indivíduo, verificaram que o mesmo possuía  um mandado de prisão preventiva em aberto, que havia sido expedido em 2018.

A ordem de prisão do homem, de 33 anos, foi emitida por conta do cometimento do crime previsto no Artigo 217-A do Código Penal, descrito como Estupro de Vulnerável, que ocorre quando há conjunção carnal ou a prática de outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos.

A Polícia Rodoviária Federal realizou a prisão e encaminhou a ocorrência à Delegacia da Polícia Civil em São José dos Pinhais.

Continuar Lendo

Paraná

69 presos da cadeia de Marechal Cândido Rondon testam positivo para a Covid-19

Local, com 115 presos, está proibido de receber mais detentos.

Publicado

no

Por

Foto: Divulgação Depen

A cadeia de Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, registrou 69 casos positivos do novo coronavírus em presos. Os resultados dos testes foram divulgados nesta sexta-feira (3) pelas secretarias de Saúde do município e de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR).

Nesta sexta, segundo informações da carceragem, havia 115 presos no local. A Sesp-PR informou que a carceragem foi interditada e novas entradas estão proibidas por causa do alto número de contaminados.

Todos os servidores da carceragem testaram negativo para a Covid-19, de acordo com a pasta.

Conforme a secretaria, os presos com a doença serão tratados no próprio local e receberão acompanhamento de saúde diário.

“O estado de saúde dos presos é considerado bom, com sintomas leves, sendo a maior parte deles assintomáticos. Por isso, até o momento, não foi necessária nenhuma transferência para tratamento de saúde”, diz trecho do comunicado da Sesp-PR.

AUMENTO DE CASOS
Marechal Cândido Rondon registrava 54 confirmações da doença na quinta-feira (2), segundo a prefeitura. Na sexta, o número subiu para 131 casos.

A prefeitura justificou o aumento principalmente por causa das confirmações da cadeia e de outros quatro casos em uma empresa da cidade.

O município não tem mortes registradas em decorrência da Covid-19.

Continuar Lendo

Paraná

Polícia Civil autua médica veterinária por maus-tratos a pitbulls em Curitiba

Cães estavam machucados, sem água e sem comida alguma.

Publicado

no

Por

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) resgatou três cães da raça Pitbull em uma residência, no bairro Mossunguê, em Curitiba, na noite de quarta-feira (1).

Os animais estavam sofrendo maus-tratos. A tutora era uma médica veterinária. Ela e seu marido foram autuados em flagrante pelo crime.

A PCPR chegou até o casal após receber um vídeo em que apareciam os três cães, sendo um deles gravemente atacado pelos outros dois. Este foi encaminhado em estado grave ao hospital veterinário. Os outros dois foram para a Casa do Produtor de Curitiba para receberam os devidos cuidados.

No local, além de encontrar os cães machucados, os policiais civis se depararam com um ambiente extremamente sujo. Os cachorros estavam sem água e sem comida nenhuma.

A médica veterinária e seu marido foram levados para Delegacia da PCPR, onde foram autuados e assinaram Termo Circunstanciado pelo crime de maus-tratos.

Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.