Ligue-se a nós

Paraná

Estado lança programa para melhorar condição física da população pós-Covid-19

Iniciativa vai capacitar profissionais de Educação Física para atuar em conjunto com o departamento de saúde dos municípios.

Publicado

no

O Governo do Estado, por meio da Superintendência Geral do Esporte e da Secretaria estadual da Saúde, em parceria com o Conselho Regional de Educação Física – 9ª Regional, lança nesta quarta-feira (22/9) ações para proporcionar melhora na condição física e na qualidade de vida dos paranaenses no pós-Covid-19.

O lançamento ocorre em uma live no YouTube oficial da Escola de Saúde Pública do Paraná, às 19h.

A iniciativa vai capacitar profissionais de Educação Física para atuar em conjunto com o departamento de saúde dos municípios. Para isso, será desenvolvido um curso de promoção de saúde, prevenção e atenção às pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), na modalidade de ensino a distância.

Obesidade, doenças cardiovasculares, câncer, doenças respiratórias crônicas e diabetes mellitus estão entre as principais doenças crônicas não transmissíveis, e a inatividade física pode agravar o quadro de saúde destes pacientes. Já a prática constante de exercícios traz benefícios à saúde das pessoas com DCNT, como a redução da gordura corporal, a queda da pressão arterial e o aumento do gasto energético.

De acordo com a Superintendência Geral do Esporte, entende-se que neste período de pandemia de coronavírus muitos paranaenses sofrem com prejuízo nas condições físicas, perda de capacidade muscular e a queda na capacidade respiratória, entre outros traumas pós-Covid.

A qualificação dos profissionais facilitará o acesso da população às práticas corporais, de acordo com o quadro clínico de cada um, e reduzirá custos ao Sistema Único de Saúde.

Na transmissão desta quarta-feira (22), às 19 horas, no YouTube da Escola de Saúde Pública do Paraná, será possível acompanhar todos os detalhes e ações do Esporte, em conjunto com a Saúde.

Profissionais que se interessem em fazer o curso devem fazer inscrição na plataforma da Escola de Saúde Pública do Paraná.

Da AEN
Clique para comentar

Deixe seu comentário!

Paraná

Estado deve receber 318.240 vacinas nesta terça-feira

Mais da metade das doses será destinada aos adolescentes sem comorbidades.

Publicado

no

Por

O Paraná deverá receber nesta terça-feira (19/10), mais 318.240 doses da vacina Pfizer/BioNTech. Desse total, 228.150 doses são exclusivas para a população de 12 a 17 anos, sem comorbidades ou pertencentes a grupos prioritários.

A remessa, parte da 59ª pauta de distribuição do Governo Federal, foi confirmada pelo Ministério da Saúde na segunda-feira (18). Além dos imunizantes para os jovens, o novo lote inclui ainda 90.090 vacinas para segundas doses (D2), referente à 40ª pauta do Ministério da Saúde.

Uma parte das vacinas desembarca no Aeroporto Afonso Pena, às 18h40. O restante do lote está previsto para às 19h10. As doses serão encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para conferência e armazenamento até que sejam distribuídas para as Regionais de Saúde.

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), publicado na semana passada, registrou que pelo menos 347 municípios já iniciaram a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes sem comorbidades utilizando remanescente da reserva técnica. Com este novo quantitativo, os municípios poderão iniciar o esquema vacinal deste público ou dar continuidade à imunização.

DOSES – Até agora, o Paraná recebeu 102.532 doses para a população de 12 a 17 anos pertencente a grupos prioritários, sendo 99.450 para jovens com comorbidades e deficiência permanente e 3.082 doses direcionadas para adolescentes indígenas. De acordo com os dados do Vacinômetro nacional, o Paraná já aplicou 249.472 doses em adolescentes.

No total, já são 14.508.458 vacinas contra a Covid-19, sendo 8.311.791 D1 e 5.693.266 D2. Além disso, o Estado também registra a aplicação de 23.579 doses adicionais (DA) e 152.005 DR.

Da Sesa
Continuar Lendo

Paraná

Jogos da Integração do Idoso reunirão 1.200 participantes no Litoral

Abertura será na segunda-feira (18), em Guaratuba.

Publicado

no

Por

Começa na segunda-feira (18) a 15ª etapa dos Jogos da Integração do Idoso, com abertura do evento em Guaratuba, às 20 horas, no Ginásio Governador José Richa. Neste ano, Guaratuba e Pontal do Paraná serão as sedes do evento e reunirão 32 municípios, com aproximadamente 1.200 participantes, sendo 888 atletas e os demais integrantes de comissão técnica, professores, enfermeiros e servidores do Estado e dos municípios.

Os Jogos da Integração do Idoso (JIIDOS) são realizados pelo Governo do Paraná, por meio da Superintendência do Esporte, com apoio da Prefeitura de Guaratuba. O objetivo é incentivar a participação e o lazer, com atividades lúdicas, esportivas adaptadas, recreativas, artísticas, socioculturais e de integração, garantindo melhor qualidade de vida às pessoas de 60 anos ou mais.

O superintendente de Esporte, Helio Wirbiski, ressalta a importância de retomar os jogos no Paraná. “O retorno dos JIIDOS é um momento emocionante e importante para o Paraná, pois faz parte do nosso plano de recuperação pós-Covid e permite que os idosos tenham melhoras na condição física, na motricidade, no convívio social e, principalmente, na qualidade de vida. É uma alegria proporcionar isso a eles”, afirma Wirbiski.MODALIDADES  Todas as modalidades de competição são adaptadas: vôlei câmbio, vôlei de praia, vôlei escuro, basquete relógio, peteca, xadrez, damas, dominó, tênis de mesa e handebol. Neste ano, tem mais uma novidade. O Governo do Estado ofertará oficinas para os idosos que estão iniciando os trabalhos nestas modalidades esportivas. Para isso, os JIIDOS terão sede em dois municípios.

Em Guaratuba vão acontecer as competições e em Pontal do Paraná as oficinas. Além disso, foi ofertada uma capacitação para os profissionais de Educação Física que trabalham com idosos nos municípios do Estado do Paraná.

EXPOSIÇÃO – Na abertura dos JIIDOS, o Centro de Memória do Esporte apresentará a exposição sobre a história dos Jogos da Integração da Terceira Idade Paranaense, com homenagens a três atletas do Estado: Takeo Tsumanuma, Maria Luiza Pereira Passos e José Candido Muricy.

BIOSSEGURANÇA – A retomada dos JIIDOS ocorrerá seguindo todos os protocolos de biossegurança. Todos os participantes deverão estar vacinados com as duas doses e testar negativo para a Covid-19. Respeitando os protocolos, o evento não será aberto ao público.

Confira a Programação do evento.

Continuar Lendo

Paraná

Paranaenses conquistam 21 medalhas no campeonato brasileiro de atletismo master

Competição reuniu mais de 20 modalidades

Publicado

no

Por

Atleta mais idoso, Emídio Alessandrini tem 80 anos e conquistou 13 pontos para equipe

A delegação paranaense conquistou 21 medalhas no XX Campeonato Brasileiro de Atletismo Master, disputado de sexta-feira a domingo (08 a 10), no Centro Nacional de Treinamento em Atletismo (CNTA), em Cascavel, no oeste do Estado. Com 220 inscritos, de 15 estados e do Distrito Federal, a competição reuniu mais de 20 modalidades – para o feminino e o masculino.

O Paraná ficou em terceiro lugar geral no feminino, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. No masculino conquistou a segunda posição geral, com São Paulo em primeiro lugar.

A competição foi realizada pela Associação Paranaense de Atletismo Master, com supervisão da Associação Brasileira de Atletismo Master e apoio do Governo do Paraná, por meio da Superintendência Geral do Esporte, da Prefeitura de Cascavel e da Federação de Atletismo do Paraná (FAP).

Na categoria feminina, as atletas do Paraná conquistaram duas medalhas de prata e quatro de bronze. Já na categoria masculina, foram 15 medalhas: quatro de ouro, sete de prata e quatro de bronze.

Representando o Paraná, o atleta mais idoso foi Emídio Alessandrini. Nascido no ano de 1940, disputou a prova de 100 metros com 80 anos e conquistou 13 pontos para equipe masculina do Paraná.

CNTA  – O Centro Nacional de Treinamento em Atletismo de Cascavel foi inaugurado em fevereiro deste ano. Com o Campeonato Brasileiro Sub-16 de Atletismo, o local recebeu seu primeiro grande evento nacional após a paralisação das atividades esportivas por conta da pandemia.

Com um investimento total de R$ 21.392.968,10, sendo 70% do montante proveniente do governo federal e 30% do Governo do Estado, a instalação tem uma área de terreno de 86.211,69 metros quadrados e área construída de 8 mil metros quadrados, contendo guarita, alojamento, arquibancada, pista de aquecimento coberta, área de fisioterapia e pista de padrão internacional, de acordo com normas da Associação Internacional de Federações de Atletismo.

Confira as conquistas dos atletas do Paraná no Atletismo Master:FEMININO

Prova: 1500 metros

Medalha de bronze para ivonete Dias

Prova: 5000 metros

Medalha de prata para Ivonete Dias.

Prova:  10000 metros

Medalha de prata para Ivonete Dias.

Prova: 100/80 metros com barreiras

Medalha de bronze para Lucirda Aparecida Mathias

Prova: revezamento 4 x 100 metros

Medalha de bronze para a equipe Vilma Lucia de Oliveira Costa, Lucirda Aparecida Mathias, Nair Akemi Wakamatsu e Maria Rostirolla.

Prova: revezamento 4 x 400 metros

Medalha de bronze para a equipe Vilma Lucia de Oliveira Costa, Nair Akemi Wakamatsu , Maria Rostirolla, Ivonete Dias.

MASCULINO

Prova: 100 metros

Medalha de prata para Rogers Figueiredo Claro.

Prova: 200 metros

Medalha de prata para Rogers Figueiredo Claro.

Prova: 400 metros

Medalha de prata para Rogers Figueiredo Claro.

Medalha de bronze para Acácio Nicola.

Prova: 800 metros

Medalha de prata para Acácio Nicola.

Prova: 1000 metros

Medalha de prata para Jocilei de Macedo.

Prova: 1500 metros

Medalha de ouro para Allan Diego Silva Aguiar

Medalha de bronze para Acácio Nicola.

Prova: 2000/3000 m com obstáculos

Medalha de ouro  para Allan Diego Silva Aguiar

Prova: Salto em Altura

Medalha de ouro para Arthur Vinicius Souza Damas

Prova: Salto em distância

Medalha de prata para Arthur Vinicius Souza Damas

Prova: Salto triplo

Medalha de ouro  para Arthur Vinicius Souza Damas

Medalha de prata para Eric Prendin

Prova: 4×100
Medalha de bronze para a equipe: Artur Vinicius Souza Damas, Acácio Nicola, Emerson Gimenes Bernardo da Silva, Rogers Figueiredo Claro.

Prova: 4×400
Medalha de bronze para a equipe: Emerson Gimenes Bernardo da Silva, Edimirty Erbusto Pereira, Luís Cláudio de Freitas, Acácio Nicola.

Da Paraná Esporte / Fotos: Alexsandro Felix e Sérgio Novelli
Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.