Ligue-se a nós

Paraná

Estado inicia campanha “Maio Amarelo”

PARA REDUZIR MORTES NO TRÂNSITO

Publicado

no

Agora Litoral
Começou oficialmente na quinta-feira (2), em todo o Paraná, a campanha Maio Amarelo, que visa diminuir o número de acidentes no trânsito e preservar a vida. Este ano, o tema é “Maio Amarelo – no trânsito, o sentido é a vida”, e apela para o poder das crianças em influenciar o comportamento dos pais. O vice-governador Darci Piana participou do lançamento, realizado no auditório da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Curitiba.
A conduta responsável busca diminuir a taxa de mortalidade no Estado, que é de 20,65% – foram 2.338 óbitos em 2018, segundo o Detran-Paraná. “Temos números de mortes superiores a países que vivem em guerra. Precisamos tratar disso com responsabilidade de Estado”, disse o vice-governador Piana.

“A população precisa ter a consciência de que muito dinheiro que se gasta com acidentes de trânsito poderia ser usado de outras maneiras pela saúde”, afirmou ele. “Todos nós, motoristas, pedestres, ciclistas, precisamos fazer o nosso papel, pensar sempre na conscientização. É que ela venha com os nossos filhos e netos. Que o pai entenda quando o filho avisa que ele está correndo muito”, reforçou.

AÇÕES – A campanha envolve o Comitê Trânsito Seguro, que reúne Detran-Paraná, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), PRF, secretarias municipais de trânsito e o Observatório Nacional de Segurança Viária.

No Estado, haverá palestras, blitzes educativas e fiscalização em todos os municípios. O cronograma prevê ainda atividades por áreas específicas – pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas. As ações se encerrarão com o 7º Fórum de Mobilidade Urbana, nos dias 30 e 31, no Parque Barigui, em Curitiba.
IMPRUDÊNCIA – De acordo com o Ministério da Saúde, foram registradas 37.345 mortes por acidentes de trânsito em 2016 no país, última contagem fechada pelo órgão. Segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), cerca de 60% dos leitos hospitalares são ocupados por vítimas do trânsito. “Ninguém sai de casa e pega o trânsito pensando em matar ou morrer. Tudo é a imprudência. Precisamos ter sensibilidade para melhorar”, afirma Cesar Kogut, diretor do Detran-PR.

No Paraná, o número de acidente de trânsito com morte caiu 8% em 2018 em relação ao mesmo período de 2017, passando de 2.547 para 2.338. A preocupação, porém, está em relação aos ciclistas e motociclistas, ambos com aumento de óbitos. Entre as motos, esse número cresceu 3% de 2017 (659) para 2018 (680). Nas bicicletas, saltou 47% – de 98 para 144.

CRIANÇAS – O foco do Maio Amarelo 2019 são as crianças, como formadoras de opinião. O Detran usará a televisão e as mídias sociais para chegar à população com recados importantes e conselhos dos pequenos para os pais. Como por exemplo, “pai, atenda o celular depois da viagem” ou “não pode passar pelo sinal vermelho”.

“A criança é o canal mais forte com a família. E ela que pode fazer com que todos mudem o comportamento”, disse Mauro Gil, vice-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária.

“Em Curitiba temos cerca de 15 acidentes por dia com feridos, uma morte por semana. É preciso se pensar na melhor convivência entre carros e pedestres, fazer uma reflexão sobre o trânsito moderno”, acrescentou o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos.
ORIGEM – O Maio Amarelo ocorre simultaneamente em 27 países e 423 cidades diferentes. O mês de conscientização foi lançado em 2014 a partir da “Década de Ações para segurança no Trânsito”, ação da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre mortes no trânsito em todo o mundo.
PRESENÇAS – Estiveram presentes na abertura do Maio Amarelo o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o superintendente da PRF Ismael de Oliveira, a deputada federal Christiane Yared; os deputados estaduais Goura e Subtenente Everton; além de vereadores e secretários municipais de Curitiba.

Da AEN / Fotos: Geraldo Bubniak

Deixe seu comentário!

Paraná

Aula Paraná facilita registro de presença do aluno

Estudante não precisa mais fazer o login para registrar a participação.

Publicado

no

Por

Uma nova ferramenta do Aula Paraná lançada nesta semana vai facilitar ainda mais a vida do aluno na hora de marcar presença nas aulas a distância durante a pandemia. Agora, em toda sala virtual do Google Classroom haverá sempre um formulário de presença em que basta marcar “sim”.

A ação leva poucos segundos e garante o registro da participação do estudante na aula daquela disciplina.

Antes, a presença vinha sendo contabilizada com o login do estudante no Google Classroom. Agora ele pode visualizar o procedimento e registrar a presença de forma mais rápida e fácil. O formulário de cada disciplina fica disponível durante todo o dia em que determinada aula está agendada, já que ela pode ser acessada no canal do Youtube do Aula Paraná.

MAIS TRANSPARÊNCIA – Com o novo sistema o estudante passa a ver o processo acontecendo em tempo real, o que traz mais transparência. “Isso faz com que o aluno fique menos preocupado se a presença dele foi contabilizada ou não. É também uma forma de facilitar a organização do próprio estudante, que marca sua presença com apenas um clique”, destaca o secretário estadual da Educação, Renato Feder.

O diretor de Tecnologia e Inovação da pasta, Gustavo Garboza, ressalta a integração mais rápida da nova ferramenta com os sistemas de controle do professor. “Essa marcação é integrada automaticamente todos os dias em uma ferramenta de BI (business Intelligence), em um painel online que permite ao professor conferir a presença do aluno na aula e incluir isso no Registro de Classe Online”.

Para o diretor de Educação da secretaria, Roni Miranda Vieira, o processo contribui significativamente para esta organização. “Com o novo formulário, que vai junto com as atividades, o aluno vai saber exatamente qual aula ele acompanhou e quais atividades ele já fez. É uma forma simples de se organizar”, destacou.

IMPORTÂNCIA DO PROCESSO – Vieira destaca que esse registro da presença com no novo formulário, ainda que simples, é muito importante. “Isso vai dar garantia imediata para o aluno de que sua presença foi contabilizada. É importante que ele faça este processo, que é bem simples. Afinal, estas aulas estão contando para o ano letivo”, ressaltou o diretor.

ALUNOS SEM ACESSO – Os alunos que não têm acesso à internet e estão participando do Aula Paraná com os materiais e atividades impressas terão a presença contabilizada por meio da realização e entrega destas atividades.

AULA PARANÁ – Aula Paraná, programa de aulas não presenciais adotado em função da pandemia do novo coronavírus, utiliza cinco ferramentas que garantem a cobertura de 99,7% do Estado e o atendimento a mais de 1 milhão de alunos da rede estadual de ensino.

As estratégias são a transmissão de videoaulas na TV aberta, o uso dos aplicativos Aula Paraná e Google Classroom, conteúdo disponibilização também no Youtube e a entrega de material impresso.

Atualmente, o Aula Paraná conta com mais de 19,6 milhões de visualizações no Youtube; 630 mil jovens acessam o Google Classroom diariamente; 41 mil professores da rede estão conectados no Classroom e mais de 800 mil usuários já baixaram o aplicativo Aula Paraná nos celulares.

A boa cobertura é complementada com a transmissão das videoaulas em três canais da TV aberta e pacotes gratuitos de 3G e 4G para os estudantes.

Da AEN
Continuar Lendo

Paraná

Agências do Trabalhador abrem a partir de segunda com restrições

Atendimento presencial será retomado nas 216 agências do Estado, somente com agendamento prévio pela internet.

Publicado

no

Por

A partir de segunda-feira (01/06), as 216 Agências do Trabalhador do Paraná serão reabertas para atendimento de intermediação de mão de obra. A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho estabeleceu novas regras para o atendimento presencial, que ocorrerá somente com agendamento prévio pelo site.

As novas medidas são para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. “Estamos reabrindo as agências e contamos com a colaboração de todos os trabalhadores para que as medidas sejam repassadas, cumpridas, e os cuidados sejam redobrados. O momento ainda é difícil, mas precisamos ajudar os trabalhadores mais necessitados”, explicou o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Entre as novas regras para o atendimento presencial, a secretaria estadual e as prefeituras que possuem posto de atendimento do Sine deverão fornecer às Agências do Trabalhador:

  • Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os servidores;
  • Disponibilizar álcool em gel 70%;
  • Conscientizar sobre distanciamento para evitar contato físico e direto entre os servidores e o público, restringindo também o acesso com a utilização de sistema de agendamento para atendimento.
  • Também fica obrigatório o uso de máscara pela população para atendimento nas agências.

O horário de funcionamento dos postos de atendimento do Sine nos municípios segue as determinações das administrações municipais para o enfrentamento da Covid-19.

Da AEN
Continuar Lendo

Paraná

PRF socorre recém nascido desfalecido após a amamentação em Curitiba

Policiais realizaram a Manobra de Heimlich e encaminharam o bebê, de 17 dias, para o hospital

Publicado

no

Por

Foto: Divulgação/PRF

No início da noite de sexta-feira (29), uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estava no trevo do Bairro Atuba, organizando o trânsito na Linha Verde, devido ao grande engarrafamento causado pela obra da trincheira no local, momento que foi abordada por um casal, em que a mãe, desesperada, pedia ajuda, pois o bebê tinha acabado de amamentar e estava desfalecido em seus braços.

De imediato, os policias pegaram o recém-nascido no colo e verificaram que ele estava com dificuldade de respirar, sem movimentos corporais e vermelhidão na face. Dessa forma, foi realizada uma ação conhecida como Manobra de Heimlich sendo que, após algumas tentativas de reanimação, foi possível verificar que o bebê estava, aos poucos, voltando a respirar melhor, começando a chorar e melhorando a coloração da pele.

Em ato contínuo, a equipe da PRF deslocou com o recém-nascido, acompanhado da mãe, até o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, para o atendimento médico adequado. O bebê ficará internado para a realização de exames complementares, com previsão de alta na manhã deste sábado (30).
A Manobra de Heimlich consiste em deitar a criança de bruços sobre o braço, apoiá-la na palma da mão, de cabeça para baixo, com o tronco mais baixo que as pernas, e efetuar 5 compressões com o “calcanhar” da mão nas suas costas. Logo após, vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos.

Da PRF
Continuar Lendo
Anúncio
error: Cópia proibida.